Bispo Macedo: Jesus nunca falou contra o homossexualismo

Julio Severo

As denominações evangélicas estão divididas, especialmente nos Estados Unidos, entre a postura liberal, predominante entre igrejas protestantes históricas, de apoiar a agenda gay e a postura conservadora, predominante entre igrejas pentecostais e neopentecostais, de fazer oposição a essa agenda predatória.

Essa divisão é tão intensa que recentemente quando o Rev. Eugene Peterson, criador da Bíblia “A Mensagem,” tentou apoiar o “casamento” homossexual (postura liberal que já é comum na sua denominação, a Igreja Presbiteriana dos EUA), a reação conservadora foi imediata, fazendo Peterson retroceder. Mas a Igreja Presbiteriana dos EUA, que é a maior denominação presbiteriana dos EUA, persiste nessa postura.

Outras denominações protestantes históricas nos EUA também estão adotando a postura liberal com relação ao pecado homossexual.

No Brasil, a única exceção neopentecostal tem sido a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), que não critica a postura liberal, mas tem atacado a postura conservadora.

O site oficial da IURD anunciou em 2015 que seu fundador, Bispo Edir Macedo, disse:

“Há muitos crentes, pastores e igrejas levantando uma bandeira contra o movimento gay, contra o casamento de homossexuais. Eu pergunto: Jesus faria isso se estivesse vivendo no nosso tempo? Eu não creio que Ele faria. Porque no tempo dEle já havia homossexuais e Jesus não falou nada. Jesus não levantou uma bandeira, falando: ‘Olha, vocês têm que falar contra o homossexualismo, que é proibido, que não deve.’”

Depois dessa declaração, Macedo recebeu o Oscar Gay 2015, do Grupo Gay da Bahia, fundado por Luiz Mott, o maior ativista homossexual do Brasil.

Macedo também poderia dizer: “Quantas vezes Jesus falou sobre abuso sexual infantil? Quantas vezes Jesus falou contra os estupradores de crianças? Jesus não levantou uma bandeira contra o abuso sexual contra crianças, falando: ‘Olha, vocês têm que falar contra o estupro de crianças.”

Na verdade, Jesus nunca falou contra o abuso sexual infantil e os estupradores de crianças.

Deveríamos então remover a agenda gay e o abuso sexual infantil das preocupações cristãs somente porque Jesus nunca mencionou diretamente essas questões?

Jesus só não atacou de frente a agenda gay porque essa não era a obsessão da sociedade judaica em que ele ministrou o Evangelho. Cada geração tem seus próprios desafios e ênfases. Sem o Espírito Santo para nos orientar na Palavra de Deus, é impossível dar uma resposta a esses desafios e ênfases.

Nesse ponto, é importante dar atenção às palavras de Lutero:

“Se eu professo com a mais alta voz e a mais clara expressão cada porção da verdade de Deus, exceto precisamente aquela pequena porção que o mundo e o diabo estão, neste momento, atacando, então eu não estou [realmente] confessando Cristo, por mais que eu cante de galo clamando que O estou professando.”

A pergunta importante é: Por que o bispo Edir Macedo não critica a postura liberal, mas tem atacado a postura conservadora que se opõe à agenda gay?

Parece que Macedo fez suas declarações polêmicas por pura pirraça, para não ser visto imitando o pastor assembleiano Silas Malafaia e outros líderes neopentecostais que estão encabeçando (“levantando uma bandeira”) a luta contra o “casamento” gay e outras exigências da agenda gay, inclusive a doutrinação homossexual de crianças exigida por predadores gays. Ele não quer ser visto como imitador de evangélicos conservadores.

Mas não existe nada de pioneiro no fundador da IURD “apoiando homossexuais.” A Igreja Presbiteriana dos EUA já faz muito mais que isso há anos. Ela casa homossexuais. Ela apoia o aborto — tal qual faz Macedo.

Mesmo que a IURD comece a casar homossexuais, não haverá nada de pioneirismo nessa apostasia. A Igreja Presbiteriana dos EUA está na frente e na vanguarda.

Macedo é apenas um imitador barato. Ele tem um apartamento de luxo nos EUA e viveu vários anos nos EUA. Parece que em sua permanência nos EUA, ele escolheu a influência dos evangélicos mais liberais, embora os EUA tenham muitos evangélicos conservadores finos.

Macedo tem também imitado o cessacionismo, uma doutrina herética predominante na Igreja Presbiteriana dos EUA. Essa doutrina extra-bíblica ensina que Deus não fala hoje por meio de profecias, revelações e sonhos. Teólogos calvinistas como John MacArthur nos EUA e Augustus Nicodemus no Brasil acreditam e promovem essa doutrina. Mesmo não sendo calvinista, Edir Macedo também acredita e promove essa doutrina.

Aliás, a Universidade Presbiteriana Mackenzie, onde Nicodemus foi chanceler, tem professores homossexualistas e é defendida por ativistas gays.

Então, a postura cessacionista de Macedo é mera imitação das posturas cessacionistas de presbiterianos e calvinistas radicais.

O que sobrou de “pentecostalismo” na IURD foi talvez apenas a expulsão de demônios. Sua teologia da prosperidade é baseada totalmente em “determinar” com o Sola Scriptura (rejeitando totalmente profecias e revelações), muito lembrando o calvinismo antigo, que aliás via a prosperidade como sinal da eleição.

A IURD rejeita totalmente a possibilidade de um cristão ouvir a voz do Espírito Santo hoje porque ela crê no Sola Scriptura.

A IURD rejeita totalmente o dom de profecia hoje porque ela crê no Sola Scriptura.

A IURD rejeita totalmente a possibilidade de um cristão receber revelações do Espírito Santo hoje porque ela crê no Sola Scriptura.

A IURD crê totalmente que profecias e revelações hoje são manifestações demoníacas porque ela crê no Sola Scriptura.

A IURD diz crer “só na Bíblia,” cuja tradução para o latim é “Sola Scriptura” — forma preferida pelos calvinistas, por parecer intelectualmente mais elegante. No final, a IURD e a Igreja Presbiteriana dos EUA usam o Sola Scriptura para apoiar o que Deus nunca apoiou nem apoiará: o aborto e o cessacionismo.

Aborto é matar uma vida inocente no útero da mãe. Cessacionismo é matar a vida espiritual na igreja. Nenhum cristão tem autoridade, teológica ou de outra natureza, para matar o que Deus dá.

A postura pró-homossexualismo e pró-aborto de Macedo é mera imitação das posturas esquerdistas da Igreja Presbiteriana dos EUA.

Ainda que imperfeitamente, a Igreja Universal do Reino de Deus é, no que se refere ao cessacionismo e ao homossexualismo e ao aborto, uma imitação barata da Igreja Presbiteriana dos EUA.

Coincidentemente, Marcelo Crivella, prefeito do Rio de Janeiro e ex-bispo da IURD, escolheu para presidir uma secretaria de defesa de causas LGBT Nélio Georgini, um ativista homossexual presbiteriano, que tem como parceiro sexual outro homem. Crivella é parente de Macedo.

A Igreja Universal do Reino de Deus é uma quimera sincrética: é a primeira e única igreja neopentecostal cessacionista pró-aborto e pró-homossexualismo do Brasil.

Mas se Macedo quiser ser um imitador perfeito, ele terá de fazer muito mais do que só “apoiar homossexuais,” que para ele significa não combater o “casamento” gay e outras exigências da agenda gay, inclusive a doutrinação homossexual de crianças exigida por predadores gays. A Igreja Presbiteriana dos EUA já realiza cerimônias de “casamento” gay e já ordena pastores homossexuais.

Quando é que a IURD vai começar a realizar cerimônias de “casamento” gay e ordenar pastores homossexuais?

Versão em inglês deste artigo: Bishop Edir Macedo: Jesus Never Talked about Homosexuality

Fonte: GospelPrime

Leitura recomendada:

Bispo Macedo e homossexualismo

Ativista gay radical defende a Universidade Presbiteriana Mackenzie

O Mackenzie e seu professor de ideologia de gênero

Justin Peters no Brasil: Deus não fala com você hoje por meio de profecia e revelação

Uma Resposta Carismática à “Crise Crescente por Trás da História de Sucesso Evangélico do Brasil”

Eugene Peterson, criador da Bíblia “A Mensagem,” diz que a homossexualidade não é errada — e então volta atrás

“A homossexualidade é contra a Natureza”: A última grande mensagem de Myles Munroe sobre a agenda gay

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s