Pastor Todd Fisher: Minha mãe, Debbie Reynolds, queria estar com Carrie Fisher

Jessilyn Justice

Todd Fisher, filho de Debbie Reynolds e irmão de Carrie Fisher, diz que sua mãe só queria estar com sua filha.

Debbie morreu na quarta-feira, apenas um dia depois de sua filha. Debbie tinha 84 anos.

“Ela foi ficar com Carrie. Aliás, essas foram as últimas palavras que ela falou nessa manhã,” ele disse ao jornal E! News. “Mais especificamente, ela disse que ela realmente estava sob muito estresse… Ela aguentou de modo belo, obviamente, nos últimos dois dias, mas ela estava sob muita emoção e estresse com a perda [de Carrie] e muito disso provocou essa eventualidade.”

A revista People informa que Debbie, estrela dos filmes “Singin’ in the Rain ” (Cantando na Chuva) e “Tammy and the Bachelor” (A Flor do Pântano), frequentava uma igreja presbiteriana de Hollywood.

A caminhada de Todd para seu despertamento espiritual foi cheia de mudanças repentinas bizarras. A mãe dele frequentava uma igreja presbiteriana em Beverly Hills, e seu pai era judeu. (Seus pais se divorciaram quando Todd tinha 3 anos, e Debbie casou com o magnata de lojas de calçados Harry Karl um ano depois.) Como crianças, Carrie e Todd eram incentivados a experimentar tanto o Cristianismo quanto o Judaísmo e a escolher entre os dois. “Mas no que se referia a mim,” Todd recorda, “ambos eram de entediar.”

Todd se tornou líder de uma igreja neopentecostal logo depois que Carrie foi catapultada à fama com o filme Guerra nas Estrelas. Ele iniciou sua própria igreja no estúdio de sua mãe na década de 1980, mas a congregação rapidamente cresceu mais do que o espaço.

“Pregamos a verdade, e se isso significa ridicularizar algumas tradições — olha, isso faz parte. Jesus passou sua carreira desmascarando fariseus e saduceus porque eles não estavam adorando a Deus, eles estavam adorando tradições. Essa gente ainda está conosco hoje,” ele disse à revista People em 1984.

Todd parece ser o mais desembaraçado sobre sua fé no trio da família.

Carrie descreveu sua fé: “Amo a ideia de Deus, mas essa ideia não está estilisticamente de acordo com o jeito que vivo. Eu me descreveria como uma agnóstica entusiástica que ficaria feliz se me mostrassem que existe um Deus.”

Traduzido por Julio Severo do original em inglês da revista Charisma: Pastor Todd Fisher: My Mom, Debbie Reynolds, Wanted To Be With Carrie Fisher

Fonte: www.juliosevero.com

Leitura recomendada:

Decência e justiça invadem Hollywood

Rev. Graham: “Os cristãos estão sendo atacados” por Hollywood e por parte da grande mídia noticiosa dos EUA

O que o ator de Jurassic World acabou de dizer acerca do Cristianismo provavelmente arruinará sua carreira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s