Vitória de Marcelo Crivella para prefeito do Rio surpreende conservadores

Julio Severo

Estando acostumado às posturas vergonhosamente pró-aborto do Bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), foi uma grande surpresa, para mim e outros líderes pró-vida, ver o candidato a prefeito do Rio, Marcelo Crivella, fazendo um discurso depois de eleito domingo honrando os eleitores que o escolheram. Crivella é parente de Macedo e ex-bispo da IURD.

Em vídeo no Facebook, Crivella disse que a atitude dos eleitores o escolherem foi um “Não” ao aborto, um “Não” à liberação das drogas e um “Não” à ideologia de gênero. Esse reconhecimento público foi muito importante, pois os políticos eleitos hoje não se interessam pelas preocupações dos cidadãos. Crivella, mesmo sendo um socialista moderado, teve essa preocupação.

Aliás, o candidato opositor prometia promover a ideologia do aborto, das drogas e da ideologia de gênero. Ele era um socialista radical.

Para encerrar com chave ouro, Crivella orou o “Pai Nosso” com católicos, evangélicos e pessoas de outras religiões, não sem antes agradecer o apoio do Pr. Silas Malafaia, da Igreja Católica, do Apóstolo Valdomiro Santiago da Igreja Mundial do Poder de Deus, da IURD e da Igreja Internacional da Graça, de R. R. Soares.

Um socialista moderado, que preza por valores cristãos e respeita a vontade pró-vida e pró-família dos cidadãos é muito mais necessário e importante do que socialistas ateus que atropelam a vontade do povo e desprezam a vontade de Deus.

A ideologia socialista ou marxista, quando manejada por não cristãos, gera morte. Quando manejada por um evangélico como Martin Luther King (que era adepto do Evangelho Social, que é a versão americana da TMI), gera resultados sociais aparentemente bons, com consequências difíceis de medir, mas nunca patentemente mortíferos quanto o socialismo ateísta puro.

Isso não torna a ideologia socialista boa, mas o Evangelho sempre amortece a malignidade do socialismo.

Minha vontade particular era que o Rio e o Brasil inteiro tivessem conservadores cristãos legítimos governando, mas se Deus quis um socialista moderado que respeita os valores cristãos, precisamos louvá-Lo. Pelo menos, ele está mais aberto ao diálogo do que um candidato socialista ateu obstinado.

Um tsunami conservador está varrendo o Brasil. De acordo com o jornal britânico Financial Times, “Evangélicos do Brasil estão empurrando a política para a Direita.”

O Financial Times destacou que o enorme crescimento evangélico no Brasil está produzindo uma guinada à Direita. A vitória de Marcelo Crivella para prefeito do Rio é evidencia disso. A guinada está beneficiando candidatos evangélicos como Crivella, que não eram muito conservadores, mas a guinada está produzindo milagres.

Essa guinada tem tudo a ver com os neopentecostais. A revista americana “Christian Century” (Século Cristão) disse: “Os neopentecostais estão liderando esse crescimento acelerado e estão contribuindo de modo incomparável para o desenvolvimento de uma ideologia política evangélica.”

Em seu discurso de vitória, Crivella começou muito bem e de forma muito humilde. Que Deus o ajude a permanecer assim. É dessa coragem que o Brasil precisa. Se ele continuar assim, ele chega fácil à presidência do Brasil.

Versão em inglês deste artigo: Victory of Marcelo Crivella for Rio Mayor Astonishes Conservatives in Brazil

Fonte: www.juliosevero.com

Leitura recomendada:

Financial Times: Evangélicos do Brasil estão empurrando a política para a Direita

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s