A hipocrisia do PayPal

Julio Severo

A empresa PayPay se comprometeu a parar a expansão de seus serviços na Carolina do Norte, EUA, depois que o governador desse estado sancionou uma lei para proteger mulheres e crianças contra predadores homossexuais não permitindo que homens biológicos usem os banheiros e vestiários femininos.

Em resposta ao boicote do PayPal, no Facebook Franklin Graham, filho do lendário evangelista Billy Graham, disse: “O PayPal merece o prêmio de hipócrita do ano!… O PayPal atua em países inclusive Arábia Saudita, Nigéria e Iêmen, pelo amor de Deus. Só no mês passado o PayPal anunciou que estava se expandindo em Cuba, um país em que indivíduos homossexuais e transgêneros são presos, torturados e executados.”

O boicote do PayPal contra a Carolina do Norte, a terra de Billy Graham, não faz sentido, já que o PayPay não tem nenhuma política de boicote contra a Arábia Saudita e outras nações muçulmanas que prendem, torturam e matam homossexuais.

Uma hipocrisia “pequena” acaba levando a uma hipocrisia maior. A hipocrisia do PayPal começou em 2011, depois de uma campanha internacional contra dez ativistas pró-família, inclusive contra mim, Julio Severo. A campanha nos acusou de “homofobia,” o PayPal aceitou suas mentiras e fechou minha conta definitivamente. A campanha foi orquestrada pela organização homossexualista americana AllOut, denunciada pelo WND (WorldNetDaily), que fez a manchete: PayPal coloca escritor cristão na lista negra.

O PayPal nunca parou seus serviços para a Arábia Saudita e outras nações muçulmanas num boicote contra a “homofobia” deles. Fui visado exclusivamente por causa de meus valores e posturas cristãs.

A resposta oficial do PayPal em meu caso foi muito hipócrita. Para mim, o PayPal explicou que estou desqualificado para receber doações de meus amigos e leitores porque “você não é uma organização registrada sem fins lucrativos”. Para AllOut, o PayPal explicou que fechou minha conta porque “Levamos muito a sério quaisquer casos em que um usuário incitou ódio, violência ou intolerância por causa da orientação sexual de uma pessoa.”

Desde 2011, tenho sido impedido de receber doações de meus amigos por meio do PayPal.

Numa classificação dos dez maiores ataques aos cristãos em 2011, a Comissão Anti-Difamação de Cristãos, com sede nos EUA, classificou a pressão gay sobre o PayPal como quarto maior ataque anticristão de 2011, conforme saiu na revista Charisma.

Versão em inglês deste artigo: The Hypocrisy of PayPal

Fonte: www.juliosevero.com

Leitura recomendada:

PayPal abraça a tirania homossexual nos banheiros e os comunistas cubanos

PayPal envolvido em atividade criminosa

PayPal coloca Julio Severo na lista negra

TV católica dos EUA relata caso PayPal versus Julio Severo

Pressão gay sobre o PayPal classificada como quarto maior ataque anticristão de 2011

Estamos ajudando a criar um campo de concentração para nós mesmos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s