Uma carta aberta de A.W. Tozer para John MacArthur: Mesmo morto, ele ainda fala

Uma carta aberta de A.W. Tozer para John MacArthur: Mesmo morto, ele ainda fala

A.W. Tozer
Nota do editor: Este artigo é um trecho do livro “God’s Pursuit” escrito por A.W. Tozer e usado com permissão da Editora WingSpread.
A.W. Tozer

Todos os cristãos podem e devem ser cheios do Espírito Santo. Ninguém cria polêmica contra esse fato… Quero ousadamente afirmar que tenho a alegre convicção de que todo cristão pode ter um derramamento abundante do Espírito Santo numa medida muito além daquela que se recebe na conversão, e posso também acrescentar, muito além da medida que gozam os crentes ortodoxos de hoje.

É importante que compreendamos isso com muita clareza, pois se as dúvidas não forem removidas, a fé é impossível. Deus não surpreenderá um coração que duvida com um derramamento do Espírito Santo, e Ele também não encherá com Seu Espírito pessoas que têm questionamentos doutrinários sobre a possibilidade desse enchimento.
Em vista disso, veremos como geralmente os cultos nas igrejas hoje são vazios e sem sentido. Os cultos têm todos os recursos, mas têm uma fraqueza deplorável: a ausência do poder do Espírito… Nem os pastores nem as pessoas conhecem ou desejam o poder do alto. Isso é nada menos do que trágico, principalmente porque está ocorrendo nas igrejas, onde os destinos eternos das pessoas estão envolvidos.
O fundamentalismo [que na época de Tozer era conservadorismo protestante rigoroso, sem o sentido negativo de hoje] se mantém contra o liberalismo, consciente de sua superioridade, mas caiu também em erro, o erro da fidelidade extrema à letra da Bíblia, o que representa simplesmente ortodoxia sem o Espírito Santo. Em todos os lugares entre os conservadores encontramos pessoas que são ensinadas com ensinos bíblicos, mas não são ensinadas pelo Espírito Santo. Na imaginação delas, a verdade é algo que dá para se compreender apenas com a mente.
Se uma pessoa é fiel aos princípios básicos da religião cristã, ela é vista como alguém que possui a verdade divina. Mas essa conclusão é falsa. Não existe verdade sem o Espírito Santo. O intelecto mais brilhante pode ser imbecil quando é confrontado com os mistérios de Deus. Para que alguém compreenda a verdade revelada é necessária uma ação de Deus igual à ação original que inspirou a Bíblia… “Nós, entretanto, não recebemos o espírito do mundo, mas, sim, o Espírito que vem de Deus, a fim de que possamos compreender o que por Deus nos foi outorgado gratuitamente.” (1 Coríntios 2:12 KJA)
O fato é que a fidelidade extrema à letra dos textos bíblicos tem como base a mesma premissa do velho racionalismo, isto é, a crença de que a mente humana é a autoridade suprema para julgar e avaliar a verdade. Ou, para explicar de outra forma, é confiar na capacidade da mente humana para fazer aquilo que a Bíblia declara que nunca foi criada para fazer e consequentemente é totalmente incapaz de fazer. O racionalismo filosófico é honesto o suficiente para rejeitar a Bíblia de forma categórica. O racionalismo teológico a rejeita, mas ao mesmo tempo finge aceitá-la e ao agir assim arranca os próprios olhos para nada enxergar.
Poucos são os que sem restrição abrirão o coração para o bendito Consolador. Ele é tão incompreendido e amplamente mal interpretado que basta mencionar o nome dEle em algumas igrejas para que muitas pessoas fiquem assustadas e comecem a resistir.
É inútil negar que Cristo foi crucificado por pessoas que hoje seriam chamadas de fundamentalistas [extremamente ortodoxos na interpretação da Bíblia]. Isso deveria preocupar e até angustiar os que se orgulham de sua ortodoxia. Uma alma infeliz cheia da letra da verdade pode realmente estar em situação pior do que um pagão que se ajoelha diante de um objeto de bruxaria. Somos salvos só quando nossos intelectos são habitados pelo fogo de amor que veio no Pentecostes. O Espírito Santo não é um luxo, nem algo que se acrescenta de vez em quando para se produzir uma classe de cristãos que existe uma só vez numa geração. Não. Ele é para todos os filhos de Deus uma necessidade vital, e o fato de que Ele enche e habita Seu povo deve fazer mais do que nos dar uma esperança fraca. Deve nos levar a compreender que temos um dever inescapável de ansiá-Lo.
Ora, a Bíblia ensina que há algo em Deus que é como emoção… Deus disse certas coisas sobre Si mesmo, e essas coisas fornecem todas as bases que precisamos. “Yahweh, o SENHOR teu Deus, está no meio de ti, agindo poderosamente para te salvar; ele terá enorme prazer em ti, e com seu amor te renovará completamente, e se alegrará contigo em grande comunhão com brados de vitória e júbilo!” (Sofonias 3:17 KJA) Esse é apenas um dos muitos versículos entre milhares que servem para formar nosso quadro racional de como é Deus, e nos dizem claramente que Deus sente algo como nosso amor, como nossa alegria e o que Ele sente O faz agir de forma muito semelhante ao que faríamos numa situação semelhante. Ele se regozija em Seus amados com alegria e canções.
Nessa passagem, vê-se com clareza a emoção expressa no nível mais elevado, emoção que flui do coração do próprio Deus. O sentimento, então, não é o filho degenerado da incredulidade que alguns professores da Bíblia muitas vezes pintam. Nossa capacidade de sentir é uma das marcas de que nossa origem é Deus. Não precisamos nos envergonhar de experimentar lágrimas ou risos. O cristão austero que esmagou seus sentimentos é apenas dois terços de um ser humano; uma terça parte dele, que é importante, foi repudiada. Sentimento santo tinha um lugar importante na vida de nosso Senhor. “Jesus, o qual, por causa do júbilo que lhe fora proposto, suportou a cruz, desprezando a vergonha” (Hebreus 12:2 KJA). Ele se retratou chorando: “Alegrai-vos comigo, pois hoje encontrei minha ovelha perdida” (Lucas 15:6 KJA).
A obra do Espírito Santo é, entre outras coisas, resgatar as emoções do homem redimido, colocar novas cordas em sua harpa e abrir de novo as fontes de alegria santa que foram obstruídas pelo pecado.
Aiden Wilson Tozer (21 de abril de 1897 – 12 de maio de 1963) foi um pastor, pregador, escritor, editor de revista e mentor espiritual nos Estados Unidos.
Traduzido por Julio Severo do artigo da revista Charisma: An Open Letter to John MacArthur From A.W. Tozer: He Being Dead Yet Speaketh
Leitura recomendada:

19 comentários sobre “Uma carta aberta de A.W. Tozer para John MacArthur: Mesmo morto, ele ainda fala

  1. Vc não ficou sabendo Julio? MacArthur escreveu um livro acusando insanamente que o movimento pentecostal é pura heresia. Isto é, para ele Assembleia de Deus e muitas outras igrejas pentecostais são coisa do capeta.

  2. Eh este Blog tomando as dores dos pentecostais ! Mcarthur está correiticimo. Basta entrar num culto assembleianu para ver as heresias. Pentecostalismo é heresia sim doa a quem der…. Se Pentecostalismo fosse bom, todos os reformadores e João Calvino seriam assembleianos. Xô pentecas !FERDINANDO

  3. A Reforma protestante começou sem o pentecostalismo e deveria manter total distância dele. Já notaram que as igrejas reformadas começaram a se apostatar logo depois do surgimento deste movimento herético? Vão me dizer que é coincidência?

  4. As igrejas reformadas sao as primeiras a ordenar pastores gays, a apoiar o esquerdismo e ainda acham que tem moral para criticar o pentecostalismo… Minha familia morava perto de uma familia reformada e nunca foram evangelizados por eles, se nao fosse o amor dos pentecostais, meus bisavos teriam morrido na idolatria!

  5. Como Giuseppe Povia expôs por meio dum cartaz em pleno Festival de Sanremo 2012: "Nessuno Ha Sempre Ragione".Como bem disse alguém, estamos nos últimos dias. Últimos dias: eis o tempo da promessa por muitos renegada e sumariamente ignorada. Mas se o "Franco Macalusso" (ou outro nome qualquer) fizer a mesma coisa, aí eles aceitarão. Nehéz értem.

  6. o pentecostal não conheço direito, mas posso dizer que o pentecostalismo hoje ESTA CONTAMINADO por heresias e lobos vestidos de pele de ovelha, muitos lobos!!! agora as igrejas reformadas -essa eu conheço bem- devem ficar com as boquinhas bem fechadinhas (na sua grande maioria) pois são por elas que a maçonaria entra nas igrejas e esse braço de satanas (a MAÇONARIA)é a pior coisa que pode acontecer a uma denominação…e isso não é de hoje! o esfriamento espiritual que podemos observar nessas igrejas não vai permitir o encontro deles com Jesus!

  7. Pr. Nario, o sr não pode falar isso, se esqueceu, quero lembrar que a palavra "pentecostal" é tão bíblica como qualquer termo teológico, e outra, o dia de Pentecostes ocorrido no NT pela ação do ESPÍRITO SANTO é divinamente espiritual, há muitas atitudes erradas surgidas na nossa geração chamadas de pentecostes mas que não tem a unção do SANTO ESPÍRITO DE DEUS, mais cuidado com o uso das palavras. E outra, a reforma protestante começou "depois" do chamado Pentecostes, e se essa reforma começou sem ele (o pentecostes), logo também começou sem o Espírito Santo. Com algumas palavras usadas por aí pelos reformadores, me pergunto se conhecem bem o capítulo de 1Co 2. Paz e graça a todos.

  8. "pastor" Nario,o senhor precisa ler um pouquinho mais de Bíblia,antes de estabelecer qualquer conexão entre heresia e Pentecostalismo,ok?Antes de arrotar bobagens,veja que as Igrejas tradicionais simplesmente implodiram na Europa e EUA sem qualquer conexão ou influência do Pentecostalismo,e as que sobraram estão vazias e ordenando pastores gays.Leia mais antes de falar besteira,amigo!

  9. Novamente o Julio Severo está se perdendo, pela ignorância e talvez arrogancia não entende o suficiente sobre reforma protestante e um culto centrado somente na palavra e fica tomando as dores de muitos pentecostais com seus cultos místicos exotéricos. John Maccartur é homem de Deus e ele mesmo valoriza as obras de Tozer mesmo sendo este último arminiano. Você deveria estar exercendo seu ministério pró familia e não falando coisas que não tem dicernimento o suficiente. Com amorGleidson

  10. GleidsonRealmente, quem não entende das coisas deveria estudar mais e falar menos. Por exemplo, muitos desconhecem a ordem histórica de eventos importantes da história cristã. Será que você conhece?1. A partir de pentecostes a Igreja recebe dons do Espírito Santo, e estes dons tornam-se comuns em todas as congregações.2. Durante o decorrer dos três primeiros séculos, a fé cristã sofre contínuos ataques, tanto de dentro como de fora, que levam a muitas heresias, perda de líderes, apostasia, e uma lenta mudança da visão de mundo da Igreja. Os dons vão desaparecendo como resultado do desvio cada vez mais forte.3. Na época de Agostinho, os dons eram desconhecidos na prática dos cristãos, e a apostasia era imensa, mas ninguém ligava as duas coisas. Agostinho se pergunta o motivo de não haver mais dons, e imagina uma resposta: talvez eles foram dados apenas para as primeiras décadas da Igreja. Note que ele foi o primeiro escritor cristão a levantar essa hipótese. Posteriormente ele mudou de ideia, mas é impossível botar a pasta de dente de volta na bisnaga…4. A apostasia da Igreja se aprofunda.5. Após o trabalho de vários pré-reformadores, surge Lutero, o qual redescobre que arrependimento não é a mesma coisa que penitência. Isso reabre a porta para a verdadeira doutrina bíblica da salvação pela fé.6. Durante o decorrer do século XIX um enorme número de supostos estudiosos bíblicos abdicou a fé, enveredando pelos caminhos do naturalismo, e negando cada vez mais os fatos narrados na Bíblia e adotando uma visão de mundo materialista.7. Essa visão anticristã começando pela Europa, contaminou cada vez mais os EUA. Os acadêmicos "cristãos" se tornam em grande parte materialistas, mas grande parte dos pastores mantém a fé.8. Entre aqueles cristãos que mantinham há um pequeno número que volta a fazer a pergunta de Agostinho (porque os dons cessaram?), mas encontram outras respostas. Eles concluem que não há nada na Bíblia que evidencie a cessação dos dons neste tempo. Eles creem que podem receber os dons pela fé, e efetivamente os recebem.9. A luta dos que creem contra os aderentes do naturalismo continua. Surge o fundamentalismo, que nada mais é que a defesa das doutrinas originais do cristianismo (Jesus é o Verbo divino, nasceu de uma virgem, morreu e ressuscitou, etc).10. Durante os séculos XIX e XX as igrejas protestantes históricas caem uma a uma. Jamais se fortalecem frente às doutrinas do mundo, antes pelo contrário, sua submissão às doutrinas da moda é cada vez maior.11. Embora surjam heresias em muitas igrejas petencostais, muitas delas mantém a otodoxia.12. O desastre das igrejas históricas é cada vez maior.

  11. …continuaA que conclusões chegamos?1. A apostasia e heresia quase generalizadas nas igrejas históricas não tem nada a ver com o movimento pentecostal. Essas igrejas estavam gravemente enfermas antes do surgimento do petencostalismo. elas nunca tiveram força real para resistir às doutrinas do mundo.2. Pelo contrário, muito das heresias que entraram nas igrejas petencostais começaram na verdade nas igrejas históricas.3. Algumas heresias começaram nas igrejas petencostias e se espalharam pelas igrejas históricas, mas isso só aconteceu porque estas igrejas já estavam gravemente doentes. Entretanto essas heresias não são a base da doutrina petencostal, são desvios posteriores.

  12. Mas a fidelidade total à letra da Palavra de Deus somente confirma a atualidade dos dons do Espírito Santo. É preciso que isso seja claramente compreendido.A Bíblia é CRISTALINA em todo o seu contexto para a compreensão correta desta sã doutrina.Marcos 16.17,18 "E estes sinais seguirão AOS QUE CREREM: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão."O Senhor não limitou a concessão desse poder aos tempos apostólicos!Atos 1.7,8 "E disse-lhes: Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder. Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra."Somente uma interpretação distorcida e farisaica nega isto, sob influência de uma doutrina falsa, concebida na mente de um louco totalitário chamado Calvino, espiritualmente morto e que muito provavelmente foi para a sepultura sem salvação.

  13. A negação da atualidade do dons do Espírito de Deus tem produzido verdadeiros desastres na história da Igreja.Cristãos nominais, de mente cauterizada, que desprovidos de armas espirituais são seduzidos e derrotados por espíritos enganadores.Assim aconteceu o vergonhoso episódio dos luteranos alemães, que abraçaram o nazismo, explicitamente satânico.Presbiterianos nos USA, Escócia e Brasil, completamente apóstatas, podres, que chegam a realizar "casamento" gay, ordenar "pastores" homossexuais e, como no caso de Marcos Amaral, se unirem a feiticeiros contra a Igreja do Senhor.Mateus 12.33 "Ou fazei a árvore boa, e o seu fruto bom, ou fazei a árvore má, e o seu fruto mau; porque pelo fruto se conhece a árvore."

  14. É isto mesmo irmão Júlio Cesar: Esses calvinólatras arrogantes esquecem que as igrejas tradicionais europeias caíram sozinhas, de tão frias e distantes que estavam de Deus.Podem falar mal dos pentecostais à vontade, porque eu jamais deixarei de ser pentecostal/arminiano, porque os pentecostais, com vários problemas que enfrentam, continuam fazendo o trabalho de evangelização, enquanto esses presbiterianos/maçons estão aí de braços cruzados e ainda se envolvendo com esquerdismo.Xô!

  15. Eu sou calvinista, mas creio na atualidade dos dons. Quanto às heresias nas igrejas, a IPB tem sido uma "mãe" para elas. Basta ver o grande número de calvinistas marxistas dentro da IPB. Sei que serei apedrejado por muitos reformados, mas meus irmãos que me desculpem: prefiro ser inconsistente com a doutrina calvinista do que ser inconsistente com a Bíblia…Ismael, o pior dos pecadores…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s