Silas Malafaia: Politicagem com os evangélicos do Rio

Silas Malafaia: Politicagem com os evangélicos do Rio

Revista Veja mostra disputa acirrada do PT ao governo do Rio pelo voto evangélico

Julio Severo
As campanhas eleitorais oficiais ainda nem começaram, mas os palanques para a disputa do governo do Rio já estão sendo armados dentro dos templos evangélicos, de acordo com a revista Veja, que diz também que “Todo fim de semana, o senador e pré-candidato do PT Lindbergh Farias, ex-comunista e católico não praticante, percorre o circuito completo da fé: assiste a cultos, abraça fiéis e se deixa fotografar com as mãos espalmadas em oração. Já apareceu em 63 igrejas.”

Normalmente, Lindbergh enfrentaria uma oposição ferrenha da população evangélica, pois seu partido, o PT, está na linha de frente na guerra contra a vida e a família, lutando ferozmente para aprovar o PLC 122 e outros projetos altamente nocivos para o Brasil.

Contudo, para acalmar as preocupações dos evangélicos e garantir a vitória do petista Lindbergh, o Pr. Silas Malafaia cedeu o Pr. Sóstenes Cavalcante, o principal responsável pelos eventos de seu ministério, para o gabinete de Lindbergh. Assim, se o público evangélico disser “O Lindbergh é do PT, partido das trevas!” o assessor pessoal de Silas, Pr. Sóstenes, estará bem próximo para tranquilizar a todos: “Calma, calma! Como representante de Malafaia, posso garantir que Lindbergh nos representa!”
Assessor de Malafaia é agora assessor de petista

Não foi esse mesmo discurso que ouvimos na eleição e reeleição de Lula em 2002 e 2006? Não foi Malafaia que tranquilizou a população evangélica sobre Lula? E o que o povo ganhou? Pesadas imposições de leis e medidas da cultura da morte. O que Malafaia ganhou em toda essa jogada? Só Deus sabe, mas o pouco que sabemos é que seu império financeiro cresce sem parar.

Nada tenho contra um cristão que ganha muito, contanto que ele invista muito no Reino de Deus, não no reino das trevas.
Lindbergh Farias conta agora com o apoio do pastor Silas Malafaia. No último dia 13, ele esteve, de acordo com a revista Veja, no culto da igreja Vitória em Cristo. Veja também acompanhou o evento, que teve presença do pastor Sóstenes Cavalcante, que agenda os eventos evangélicos para Lindbergh: “Vamos fazer uma oração grátis, 0800 para ele. Quem sabe estou orando pelo futuro governador”, disse Malafaia, para mil fiéis.

Em matéria de política, parece que Malafaia não quer aprender com seus graves pecados passados. Ele induziu o povo evangélico a votar em Lula duas vezes, e o que o Brasil ganhou? Um ferrenho rei Acabe pró-aborto e pró-homossexualismo. Ele também induziu o povo evangélico a votar em Sérgio Cabral, que se tornou o governador Acabe pró-aborto e pró-homossexualismo do Rio.

Malafaia quer vencer a cultura da morte apoiando seus promotores.
Quer orar pelos Acabes? O profeta Elias fazia isso.
Quer denunciar o sacrifício de bebês, homossexualismo sagrado e outros males dos Acabes? Elias fazia isso.
Quer induzir o povo de Deus a votar nos Acabes? Elias nunca fez isso.
Os cristãos do passado pagavam com a própria vida um bom testemunho.
Hoje, os cristãos modernos e “espertos” não querem perder oportunidades financeiras e políticas, e preferem ganhar a vida dando mau testemunho em politicagens.
Ore por Malafaia em seus devaneios políticos. Quando não há eleição, ele é um excelente defensor da família e combatente contra o aborto e a agenda gay. Mas quando há eleição, a tentação de apoiar os promotores desses males lhe é irresistível. Saibamos, pois, seguir seu bom exemplo sem cair em suas fraquezas e tentações.
Para ler a reportagem da Veja, que mostra politicagem de outros líderes evangélicos também, clique aqui.
Leitura recomendada:

24 comentários sobre “Silas Malafaia: Politicagem com os evangélicos do Rio

  1. Até hoje Malafaia não esclareceu se é ou não maçon, e desviou a atenção até cair no esquecimento, acredito que seja porque suas atitudes condizem com o lema; " ordem através do caos". Há cristãos que o odeiam e há os que o amam pelos mesmos motivos e atitudes.

  2. Torno a repetir, mais uma vez, o comentário que eu já fiz num artigo semelhante a este: lembro que o pastor Silas Malafaia disse, uma certa vez, que vota em pessoas (e não em partidos). Quem me garante que a pessoa pertencente a um determinado partido vai pensar (ou agir) diferente do que esse mesmo partido estabelece em suas diretrizes, estatutos ou resoluções? Só aí já vemos a primeira incoerência.Silas Malafaia pode até ser um excelente defensor dos valores da família; mas, politicamente falando, só age por conveniência, ou melhor, só apóia quem lhe favorece de algum modo. O que podemos esperar de bom de quem age assim (somente visando os seus próprios interesses, ou os interesses de certos grupos)? E onde fica o compromisso com a obediência à Palavra de Deus (e com o Reino de Deus) ao final das contas?Eu diria mais: o que realmente está faltando no meio do povo evangélico (inclusive certos líderes, como Silas Malafaia) é um verdadeiro compromisso com obediência total e irrestrita à Palavra de Deus, e a mesma coragem de um Elias ou um João Batista para falar, em alto e bom som (e de forma bem direta), certas verdades que muitos estão precisando ouvir!Se Silas Malafaia seguisse à risca o que ele mesmo diz (que vota em pessoas e não em partidos), ele teria que ter uma postura bem firme para dizer com todas as letras: "Não vou apoiar pessoas que defendem o aborto. Não vou fazer campanha para pessoas que agem contra a Palavra de Deus. Não vou votar em pessoas que são a favor do homossexualismo. Não vou ser cúmplice do pecado. Não me importo em perder o meu programa de televisão. É melhor eu ficar em paz com a minha consciência do que pecar contra Deus". Eu pergunto: quantos, que se dizem servos de Deus, teriam coragem para agir assim?Se Elias e João Batista estivessem vivos, com certeza eles estariam muito decepcionados com a atuação dos servos de Deus nos dias de hoje! E eu não quero nem imaginar o que o apóstolo Paulo (e, principalmente, Jesus) estão sentindo diante disso tudo!Muitos que se dizem cristãos (mas que estão sendo cúmplices do pecado, ao dar apoio a certos políticos corruptos) precisam se lembrar deste aviso:"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)Será que muitos que se dizem servos de Deus (como Silas Malafaia) ainda estão cientes disso?Deixo esta pergunta no ar para alguém daqui responder na primeira oportunidade!

  3. Caro Julio Severo,Paz amado!Penso que esta matéria é pertinente à verdade.Até que enfim abre-se os olhos para a verdade.A verdade está estampada nos atos primários de líderes que se descobrem não ao acaso, e sim, nos momentos seguintes ao caminho mal traçado.O abismo é um segundo passo ao desapercebido e ao esquecedor do princípio simples da Palavra de Deus.A entrada na falácia da prosperidade é o primeiro passo que o desapercebido caminha, CRENTE, ser o caminho correto.O triste, é que muitos sedentos de prosperidade seguem ao acaso, estes passos de valentes apócrifos.Voltemos ao evangelho da smplicidade, onde a riqueza é apenas pertencente a alguns e não aos todos como tentam fazer-se crer.Vendem um evangelho prostituido pela mentira e por consentimento ao positivismo. Triste!O Senhor seja contigo,O menor.

  4. Boa Tarde Júlio.Infelizmente, esse senhor de nome Silas Malafaia, é um sujeito que só advoga causas particulares, que de alguma forma podem lhe trazer algum benefício. Seu vereador, Alexandre Izquierdo, é um demiurgo arrogante da Vitória em Cristo que faz parcerias com macumbeiros corruptos em Olaria (zona norte do Rio)e um dia desses, patrocinou uma festinha regada a pagode e muita cerveja em troca de votos. Na verdade, esse papo de Silas ser o defensor da família sempre sofre com um "silêncio profético" às vésperas das eleições…por quê será? Enfim, lamentável ter que conviver com cidadãos que se dizem representantes de Deus e fazem alianças com pessoas do naipe de Lindberg e cia. Realmente vivemos dias complicados. Que Deus, tenha piedade de nós.Alan de Barros

  5. Quando o Dep. Henrique Afonso era do PT, eu o apoiava, não porque ele fosse do PT, mas porque ele era contra o aborto e contra a agenda gay. Além do mais, ele estava começando a caminhada cristã dele. Se o candidato petista do Malafaia e seu assessor tivesse histórico de luta contra o aborto e contra a agenda gay, poderíamos concordar com Malafaia. Mas é óbvio que Malafaia tem um histórico horrível de apoiar candidatos abortistas e homossexualistas. Ainda assim, Malafaia é melhor do que muitos, embora não seja coerente. Veja que Ariovaldo Ramos sempre apoiou os mesmos candidatos petistas de Malafaia, mas quando esses candidatos ganham e começam a apoiar o aborto e o homossexualismo, Ariovaldo fica caladinho. Malafaia, não: ele fala. E vejam que muitos que dizem que o Malafaia é o mais errado apoiam de coração o Ariovaldo. Preciso citar aqui alguns exemplos de pastores calvinistas de Niterói, reduto de Ariovaldo e Renato Vargens?

  6. Minha pergunta é a seguinte.Por acaso so existem maria vai com as outras no meio evangélico?Porque o povo evangélico precisa que um líder apoie ou não um candidato, o voto é secreto. Deixem de ser ignorantes e vote em quem vc acreditar ser correto. Tenha sua própria opinião.

  7. Não precisa Júlio, os conheço muito bem, e não só esses calvinistas, como inúmeros líderes aqui da zona norte do Rio. Na verdade, é difícil ter que ser "representado" por pessoas que amam muitas coisas à frente das Divinas Letras.Um abraço,Alan de Barros

  8. Jesus disse que não dava para servir a Deus e a Mamon, Silas com suas atitudes (o admiro como líder pro família) politiqueiras e muitas vezes essa sua teologia da prosperidade alá Cerulo me enoja e fico com vontade de vomitar!Paulo César Cândido!

  9. Orgulho constitue o moto do pecado original, nao apenas do homem, mas, e principalmente, de lucifer, que se imaginou mais do que o Altissimo. E, o orgulho, qdo habita coracao e a mente cega o possuido. Pior, qdo o dito eh "vaca sagrada". Quem quiser se suicidar entre no estouro dos lemigues. Boa viagem. Por favor, nao mee arrastem na avalanche; vao sozinhos.Antonio.

  10. AS atitudes do Pr. Silas Malafaia demonstram claramente que seus interesses pessoais estão em primeiro lugar, ou seja, vêm antes de qualquer coisa, e sua mente está abarrotada de cifras!! Sua mentalidade está tão materialista que ele só raciocina em termos financeiros, só pensa em dinheiro!. Vejam a frase: “Vamos fazer uma oração grátis, 0800 para ele. Quem sabe estou orando pelo futuro governador”. Oração "0800"? É lastimável! É triste! É a miserável natureza humana!

  11. Respondendo ao Paulo César Cândido,Amigo Paulo César,Você foi perfeito no seu comentário. Como você colocou muito bem, não dá pra servir a Deus e a Mamon. O próprio Jesus foi bem claro em relação a isso:"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou amará a um e odiará o outro, ou há de se dedicar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamon" (Mateus 6:24)Infelizmente, é lamentável a postura de certos líderes evangélicos (como Silas Malafaia) em termos de convicção política. Com cristãos assim, quem precisa se preocupar com os ataques do diabo?Silas Malafaia se diz cristão, mas foi um dos que ajudou a eleger Lula (e também colaborou para a eleição de Dilma). Como pode alguém se dizer cristão e, ao mesmo tempo, apoiar ímpios a serviço do diabo?Eu ainda perguntaria ao nobre pastor: será que ele já viu, em alguma página da Bíblia, Jesus e Satanás sendo amigos (ou Jesus fazendo acordo com Satanás)?A Palavra de Deus diz qual deve ser a postura de um verdadeiro cristão:"Seja, porém, a vossa palavra: Sim, sim; não, não; porque o que passar disso é de procedência maligna" (Mateus 5:37)"Quem não é por Mim, é contra Mim; e quem Comigo não ajunta, espalha" (Mateus 12:30)"Não podeis beber do cálice do Senhor e do cálice dos demônios; não podeis participar da mesa do Senhor e da mesa dos demônios" (1 Coríntios 10:21)"Não vos coloqueis num jugo desigual com os incrédulos. Pois, que sociedade a justiça tem com a injustiça? E que união pode haver da luz com as trevas? E que aliança há entre Cristo e o maligno? E que parte tem o fiel com o infiel? E que concordância existe do templo de Deus com os ídolos?" (2 Coríntios 6:14–16)Será que o pastor Silas Malafaia ainda está lembrado disso?

  12. Um leitor fez um longo comentário atacando Silas Malafaia em questões teológicas. Não vou publicar o comentário e explico a razão. O propósito deste artigo não é entrar em questões teológicas. Mas ao verificar o perfil desse leitor, vi que ele segue um radical blog calvinista cessacionista. Então, se eu for entrar em questões teológicas, como exige o leitor, eu e os leitores teremos de fazer cobranças necessárias: “Por que os calvinistas que condenam os neopenteocostais condenam igualmente os dons do Espírito Santo hoje? Por que eles são tão macios com a maçonaria, que é bruxaria de terno e gravata? Por que eles pegam tão leve na Teologia da Missão Integral, que é marxista? Por que os calvinistas se preocupam tanto em tirar os ciscos do olho de Malafaia e não olham para os postes nos próprios olhos?” Nem todo calvinista é assim radical, é claro. Mas deixo claro que não vou postar nenhum ataque descabido contra Malafaia aqui vindo de gente que idolatra a heresia cessacionista.

  13. Até quando os que se dizem "evangélicos" vão insistir em se envolver com a política? Desde quando a fé é parceira do Estado? Desde quando um dito "cristão" deveria se envolver com política? Este mundo está (jaz) no maligno. Não há solução. Sabemos que as profecias bíblicas mostram que este mundo caminha pra o caos e não para a (verdadeira) paz. Política e religião são se casam na igreja católica romana. Mas, ao que parece, os "crentes" seguem o mesmo caminho herético…

  14. Para Malafaia gostaria de deixar um versículo. II Pedro 2:15 "Os quais, deixando o caminho direito, erraram seguindo o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça;"Balaão queria ser profeta, mas tbm amava ganhar um "extra"com seu suposto ministério de "profeta."Queria ser "profeta de Deus"mas contudo quando lhe foi oferecido dinheiro para ir contra o povo de Deus, ele não pensou duas vezes e acompanhou Balaque.Como um defensor da familia dou nota 10 para Malafaia, porém quando se trata de "interesses" Malafaia se vende fácil ( Balaão fez o mesmo). Nesse quesito dou zero para Malafaia.Balaão não pode amaldiçoar Israel, contudo, ensinava a Balaque a lançar tropeços contra os filhos de Israel ( Ap 2:14 ).Quando Malafaia usa sua posição para influenciar o povo a votar em candidatos errados, porventura não está lançando tropeços contra o próprio povo de Deus?Vide PT e sua agenda diabólica?Abortistas, defensores abertos da agenda gay, perseguidores dos valores cristãos, e da familia verdadeira, etc…Cuidado Malafaia, olha o que Jesus alertou a igreja de Pérgamo: Apocalipse 2:14 – "Mas algumas poucas coisas tenho contra ti, porque tens lá os que seguem a doutrina de Balaão…"Gilson Luis/Atlanta-USA

  15. Respondendo ao Humberto e ao Gilson/Atlanta,Não sei se vocês (e também os demais leitores e comentaristas deste blog) vão concordar comigo, mas eu vejo assim: o político evangélico perfeito, na concepção do "politicamente correto" do nosso governo e dos homossexuais, é aquele que tem (exteriormente) o rótulo de cristão, mas que aceita a agenda política do governo (leia-se tolerância à imoralidade promovida pelo mesmo governo).Não sei se seria exagero da minha parte, mas eu diria que boa parte da nossa atual bancada evangélica também se enquadra na "politica cristã perfeita". Explicando: não estou dizendo que alguns dos políticos dessa mesma bancada são a favor de toda essa podridão do governo, mas só o fato de terem ajudado a colocar este mesmo governo no poder já faz com que se tornem iguais aos "políticos cristãos perfeitos" de quem o governo quer ter o apoio. Em outras palavras: são cúmplices (ainda que indiretamente).Silas Malafaia, apesar de defender a família e os bons princípios, ajudou a eleger este governo corrupto do PT (fazendo campanha para Lula, e também apoiando Dilma). Como alguém pode ser contra o mal, e, ao mesmo tempo, colaborar com o mesmo mal? Não é um contra–senso?Talvez o pastor Silas Malafaia esteja esquecido do que disse o apóstolo Paulo:"Porque se torno a edificar aquilo que destruí, constituo a mim mesmo transgressor" (Gálatas 2:18)Traduzindo este texto para a linguagem atual, seria mais ou menos assim: se eu (político evangélico) torno a colocar no poder um governo demoníaco (o qual eu tenho obrigação de combater), eu estou agindo contra os princípios cristãos que eu defendo.Será que muitos dos políticos da bancada evangélica (e alguns líderes evangélicos, como Silas Malafaia), alguma vez, já pararam para pensar nisso antes de colocar um governo esquerdista no poder (tanto do PT como de outros partidos com a mesma agenda política)?

  16. O que me deixa transparecer que pastor Silas malafaia mostra claramente a ganância uma sede de poder, fama, reconhecimento, holofotes etc.. quando chega então na época de eleições?? aff. Então isso está aos poucos destruindo ele está acabando com sua imagem lê-se credibilidade perante aos cristãos e não cristãos.Ester!!!!

  17. Amada irmã Ester,Você disse tudo. Infelizmente, estas são as características negativas do pastor Silas Malafaia: ganância, sede de poder, fama, reconhecimento, holofotes. É lamentável que um homem que se diz cristão esteja agindo dessa forma. E como você disse depois, isso está acabando com a credibilidade dele.O que o pastor Silas Malafaia precisa entender de uma vez por todas é que as alianças que ele faz com determinados políticos (ou o apoio que ele dá a esses mesmos políticos) têm sido prejudiciais não só para ele mesmo, como também para os demais cristãos. Não sei se seria exagero da minha parte dizer isso, mas acho que ele só vai realmente despertar quando ele sofrer alguma retaliação desses políticos a quem ele dá apoio (ou quando ele descobrir que foi usado como massa de manobra somente para ajudar a eleger esses mesmos políticos). Enquanto isso não acontecer, Silas Malafaia ainda vai continuar "dormindo" (disso eu tenho plena e absoluta certeza).E mais: se Dilma for reeleita (como já se cogita que será), ou se Lula se recandidatar para disputar a presidência em 2014, não duvido nada que Silas Malafaia vai apoiar ambos. E não somente ele, como também uma parte da bancada evangélica. Aliás, se depender somente dessa mesma bancada, o PT e os demais partidos esquerdistas sempre estarão no poder.Alguém daqui ainda tem alguma dúvida quanto a isso?

  18. Considerando o teor deste artigo (que nos obriga a fazer uma séria reflexão diante do momento crítico que estamos vivendo), eu vou fazer somente 2 perguntas. São 2 perguntas muito simples (mas também muito diretas). Pode ser que muitos não gostem do que eu vou dizer aqui, mas eu não posso fugir ao que a minha consciência me manda dizer.As perguntas são as seguintes:1 – De que adianta termos a pretensão de combater o homossexualismo, as filosofias e ideologias esquerdistas, comunistas, marxistas, e socialistas, bem como todo e qualquer pecado, se o nosso governo e boa parte da nossa bancada evangélica é formada por parlamentares envolvidos em diversos escândalos (roubo, corrupção, prostituição, adultério, favorecimento ao aborto, e outras coisas contra a Palavra de Deus)? Isso sem contar que boa parte desta mesma bancada ajudou a eleger este governo corrupto de Dilma e do PT (e de outros partidos com a mesma agenda política);2 – Que moral as igrejas terão para pregar contra o aborto, o homossexualismo, a pedofilia, o casamento gay e outras aberrações (e todo tipo de pecado), se muitos líderes (que deveriam servir de referência) são os primeiros a dar mau exemplo, e também estão mergulhados em vários pecados e vícios (como os mesmos pecados e vícios do governo e dos políticos da bancada evangélica)?Enquanto muitos que se dizem cristãos não se arrependerem de todas as coisas erradas que fazem às escondidas, nunca terão nenhuma moral para pregar contra o pecado. Serão chamados, com muita razão, de hipócritas. E isso, fatalmente, sempre será um trunfo nas mãos do diabo e de seus escravos para ameaçar a igreja de Jesus (e também os cristãos).Todas as ideologias satânicas (comunismo, marxismo, esquerdismo, socialismo, e suas variações), bem como todo e qualquer pecado e toda e qualquer imoralidade (o ativismo homossexual, o feminismo, a legalização do aborto, da eutanásia, a aprovação da pedofilia, a liberação das drogas, e outras coisas erradas), e os seus patrocinadores (homossexuais, políticos e pastores esquerdistas, socialistas, progressistas, marxistas, e comunistas) serão julgados por Deus? Sim, tudo isso vai ser julgado (bem como todos os que estão envolvidos em tais coisas). Em outras palavras: tudo e todos que estão sendo citados aqui serão julgados no seu tempo oportuno. Isso, porém, não acontecerá sem que antes as igrejas sejam devidamente julgadas (juntamente com os seus líderes). É como disse o apóstolo Pedro:"Pois já é tempo de se começar o julgamento pela casa de Deus; e se começa primeiro por nós, qual será o fim daqueles que desobedecem ao evangelho de Deus? E se somente o justo se salva, onde aparecerá o ímpio e o pecador?" (1 Pedro 4:17–18)Portanto, está mais do que na hora de chorarmos e orarmos pelos nossos governantes, pelas igrejas, pelos seus líderes, e por muitos que se dizem cristãos. É hora de, humildemente, nos humilharmos diante de Deus e, com autêntico arrependimento, pedir perdão e suplicar para que Ele possa transformar muitas pessoas que se dizem cristãs, bem como muitos políticos, muitos governantes, muitas igrejas e seus líderes (antes que seja tarde demais).P.S: Se alguém daqui quiser se manifestar, esteja à vontade

  19. É bem provável que o pastor Silas Malafaia tenha esquecido do que o salmista disse sobre o procedimento de um verdadeiro cristão:"Bem–aventurado é varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, e não se assenta na roda dos escarnecedores. Antes o seu prazer está na lei do Senhor; e nela medita dia e noite" (Salmo 1:1–2)Vejamos como este texto retrata fielmente a postura do pastor Silas Malafaia:– Quem dá ouvidos às mentiras do governo do PT (e de outros partidos esquerdistas) está andando segundo o conselho dos ímpios;– Quem se exime da sua obrigação de defender os cristãos de toda e qualquer mentira dos esquerdistas está se detendo no caminho dos pecadores;– Quem dá apoio a ímpios a serviço do diabo está se assentando na roda dos escarnecedores.Será que esta minha análise está certa?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s