Revolta! Bebê assassinado é ignorado pela mídia

Revolta! Bebê assassinado é ignorado pela mídia

Ben Kinchlow
Estou revoltado!
Uma vítima inocente é brutalmente assassinada, e o assassino não irá enfrentar pena de morte. Tornamo-nos tão insensíveis que as mortes não provocadas de inocentes (e logo delas) não merecem a pena de morte?
Antonio West, bebê assassinado por dois jovens negros

Ah, você pensou que eu estava falando do caso Trayvon Martin e George Zimmerman?

É compreensível, considerando que o caso vem dominando o espaço midiático americano todos os dias desde que aconteceu. Mas minha revolta não é direcionada a esse caso, que foi examinado e reexaminado desde os guetos, passando pelas redações e chegando até a Casa Branca.
Refiro-me a um incidente do qual você provavelmente não ouviu falar.
Os nomes De’Marquise Elkins ou Antonio West soam familiares? Alguma vaga lembrança? “Acho que ouvi algo parecido”. Bem, deixe-me refrescar sua memória, pois aparentemente a mídia americana não considera a história digna de qualquer cobertura maior.
Em 21 de março de 2013, Antonio West foi morto a tiros por De’Marquise Elkins. Mas isso não é grande coisa; afinal, de acordo com o mapa de mortes por arma de fogo da revista Slate, “No ano passado, foram 32.163 mortes por arma de fogo… dos quais a grande maioria foram americanos matando americanos”.
E com nomes como De’Marquise e Antonio, é provável que eram negros. Conforme mostram as estatísticas, “Negros matando negros não são novidade”. Afinal, quase 500 negros foram assassinados em Chicago desde que a saga Martin-Zimmerman começou a se desenrolar (61 apenas durante o julgamento). “Então, o que há demais a respeito de um sujeito chamado De’Marquise apagando outro sujeito chamado Antonio?”
Aparentemente há algo a mais na história, algo que a mídia americana obviamente não considerou digno de notícia. De acordo com várias reportagens (não de primeira página, obviamente), que não duraram dois dias, surge o seguinte:
Antonio (Santiago) West, de um ano e um mês, estava sentado em seu carrinho de bebê quando De’Marquise (17 anos) e Dominique Lang (15 anos) abordaram sua mãe, Sherry, e exigiram dinheiro. De acordo com Sherry, “Um rapaz se aproximou de mim e disse que queria dinheiro, e eu lhe disse que não tinha nada, e ele respondeu, ‘Me dá o seu dinheiro ou eu vou te matar e vou atirar no bebê e vou matar ele’, e eu disse, eu tenho nenhum dinheiro e não mate meu bebê!”
O rapaz tentou puxar a bolsa dela e fez um disparo, que passou de raspão por sua cabeça, quando, segundo ela, ela tentou dizer que não tinha dinheiro. Ela disse então que ele lhe deu um tiro na perna.
Ela relata ainda, “E então, de repente, ele começou a maltratar meu filho e deu um tiro em seu rosto”.
A trágica verdade é que a maioria de nós não está ciente desse caso pelo simples fato de que o caso envolveu negros matando brancos, a mídia americana não deu muita atenção. Você imagina a fúria com que teriam recebido a notícia caso Antonio fosse negro e De’Marquise branco? Ah, está certo, não é preciso imaginar a revolta, o furor e os clamores para que o governo americano interviesse. Temos o caso Martin-Zimmerman. Você consegue imaginar o presidente George Bush dizendo “Antonio West poderia ter sido eu anos atrás”?
Eles localizaram e prenderam os referidos adolescentes, que foram fichados. Embora conheçamos bem o rosto de Trayvon Martin (quando tinha 15 anos) e o de Zimmerman, agora de terno e gravata (não o da noite do incidente), não conhecemos o rosto de Antonio. Não conseguiríamos reconhecer os dois assaltantes em uma fila de identificação de suspeitos; não há cobertura da mídia, nem fotografias deles por todos os cantos.
Seria obra de um trabalho policial imparcial e não tendencioso? Compare o que você sabe do caso Martin-Zimmerman com essa declaração do porta-voz da polícia encarregado do caso West: “Não há motivação clara até o momento… isso é o que a mãe disse… nós, como autoridades policiais, não podemos partir para a ação só com base no que alguém diz. Temos que investigar o caos cuidadosamente”. Ah, quer dizer que como não houve testemunha de fato no incidente Zimmerman-Martin, e apesar das provas do sangue e dos hematomas em Zimmerman, vocês procedem acusando-o de assassinato com base em…”
Mas esse não é o fim da história. Agora eles estão tentando destruir o testemunho da mãe. Há alegações de que ela e o pai tinham “resíduos de disparo” no corpo. Será que eles deram um tiro na cabeça do bebê pelo dinheiro do seguro? Mas é claro, isso faria muito mais sentido que ter de acreditar que dois adolescentes negros poderiam mesmo matar alguém (um bebê) a sangue frio.
Mas, naturalmente, não chegaremos à resolução final desse caso. Nenhuma cobertura jornalística, narração em tempo real, câmera, “jurista” ou “especialista” irá acompanhar esse julgamento. Tal cobertura iria prejudicar seriamente a posição esquerdista de que os brancos são coletivamente culpados pela escravidão que acabou há quase 150 anos atrás.
De acordo com essa posição, os negros, que são incapazes de competir com brancos (ou outras minorias) em pé de igualdade (daí as ações afirmativas exclusivamente para eles) não devem ter direitos iguais, mas “direitos orientados à igualdade”. A estátua da justiça usa uma venda nos olhos por um motivo.

Sim, estou revoltado. Os Estados Unidos, conforme seu hino, são “terra dos livres e lar dos valentes”, e devem ser bastiões da liberdade e dos direitos iguais para todos!

Ben Kinchlowé apresentador do programa Clube 700, da TV CBN nos EUA.

Traduzido por Luis Gustavo Gentil do original do WND: OUTRAGED! MURDERED BABY SNUBBED BY MEDIA
Leitura recomendada:

3 comentários sobre “Revolta! Bebê assassinado é ignorado pela mídia

  1. Júlio,Um crime horrível que fizeram com essa criancinha e sua mãe. Tenebroso!Esse caso como tantos outros é a prova da imundície que é a elite globalista com seus macabros planos de extermínio de humanos e inversão dos valores, destruir a sociedade ,apenas as bestas humanas tem direitos. Eles provam que adoram o horror, são sádicos e desumanos.Esse apresentador nos mostra como não tem nada a ver a imposição do racismo como eles vem fazendo, pois ele por ser da raça negra mostra o exemplo da neutralidade antes de julgar uma pessoa pela cor ou raça. Existe apenas a Verdade.Os donos do mundo-satanista se aproveitam da ignorância e falta de entendimento das pessoas e defendem situações inversas como essa chegando a convencer os incautos de que crime é você denunciar um crime ou criminoso hoje em dia. Os criminosos viraram as vítimas!É revoltante mesmo, lamentável e desesperador para nós pessoas que cremos no Senhor Jesus e que pouco podemos fazer a não ser denunciarmos, compartilharmos e esclarecermos. Nossa missão deve ser essa, combater o mal, desmascará-lo para que não caiamos em suas mãos. Nesse mundo material essas bestas estão com as rédeas, somos seus ratos de laboratório resta-nos protegermo-nos deles.Obrigada Júlio mais uma vez por nos informarmos, infelizmente mais um crime horrível que ficaríamos sem saber à que passos galopantes estão os do capeta e seus aliados.Quanta injustiça.Que Deus abençoe e proteja à todos!Abraço, Valéria

  2. Revoltante Julio, a mídia é muito poderosa e faz um trabalho criminoso em favor de sua agenda.Não tem nada a ver com o assunto, mas fiz uma observação no blog do Luciano Ayan e resolvi postar esse parágrafo aqui também (para que veja a atitude ridícula de certos esquerdistas):"Vou aproveitar e dar um exemplo de como esquerdistas querem dividir a direita religiosa (ou impedir que os protestantes se alinhem mais à direita): Existe um vídeo no youtube "Olavo de Carvalho – Marco Feliciano é burro, despreparado e soberbo", tudo normal, o Olavo falou isso e alguém postou, mas ai que vem o detalhe, quem postou (http://www.youtube.com/user/juniorbocelli) finge ser a favor do Olavo e de suas ideias, mas só postou três vídeos do Olavo e nos três ele desce a lenha em líderes protestantes, o sujeito é católico? Negativo, quais são os outros envios dele? Centenas de vídeos com o reverendo esquerdista Caio Fábio (importante porta-voz da teologia da missão integral – versão protestante da teologia da libertação- e grande inimigo de Silas Malafaia e Julio Severo) e alguns com Marina Silva. O que tiramos disso? O cara é um esquerdista que tenta afastar os protestantes pentecostais e neopentecostais do restante da direita (uma grande jogada, o vídeo crítica o Feliciano com a inteligência do Olavo, ou seja: Ou o cara concorda e deixa de apoiar o Feliciano na guerra contra os gayzistas ou se sente ofendido e nunca mais assiste o Olavo, se mantendo sem entender o contexto político atual)."Abs,Daniel

  3. JulioSou muito nova,mais compreendo e muito, cada coisa que me deixa muito revoltada e triste! Mas esse crime me fez pensar:Até uma pessoa inocente sem malicia é morta eu já não sei o que está acontecendo nesse mundo!Ninguém tem mais aquela sensação de estar seguro!Agora uma criança não da!uma pessoa que tinha 1 ano e 1 mês de idade é morta! Cada a famosa "Pena De Morte"Estou triste,magoada.Eu já sofri muito não tento o conforto de ter um pai…Mais agora eu vejo a sorte que eu tenho de estar escrevendo essas linhas.mais triste pela vida que se foi,que não teve a oportunidade de tentar mudar o mundo…Acho que é isso!Se poder me responda!:( Obrigado pela atenção.Lely

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s