TV Record não cobra ação das autoridades contra cartilha gay em escola

TV Record não cobra ação das autoridades contra cartilha gay em escola

Julio Severo
O jornalismo da R7, da TV Record, expôs a distribuição de uma cartilha gay dentro de uma escola no Rio. De acordo com a jornalista, a escola tem alunos até de 13 anos de idade. O vídeo da reportagem está neste link: http://youtu.be/XYU_6V9nApY

Embora a jornalista tivesse deixado claro que o conteúdo da cartilha era tão indecente que era impossível mostrá-lo ou mencionar suas ações, não houve nenhuma tentativa da TV Record de cobrar das autoridades ações policiais contra a agressão imoral contra os alunos.
A cartilha apenas mostra fielmente o foco dos gays: sexo e ânus.
De acordo com a alegação do grupo Arco-Íris que produziu a cartilha, o material foi feito apenas para gays, e o líder do grupo disse que sua distribuição na escola foi um “equivoco.” Mas o ativista do grupo que fez a distribuição defendeu sua ação.
A lição desse episódio é óbvia: os ativistas gays levarão a propaganda de seu repugnante estilo de vida a qualquer lugar que esteja de portas abertas, inclusive escolas. A meta é igualmente óbvia: levar os alunos diretamente ao homossexualismo.
Suponhamos que algum cristão tivesse distribuído naquela escola meu livro “O Movimento Homossexual” (que se encontra disponível gratuitamente neste link: http://po.st/wMlKl8). Meu livro é totalmente baseado na ética da Bíblia e denuncia as metas do movimento supremacista gay. Em seu jornalismo, a Globo faria questão de pintar meu livro como a obra mais indecente, violenta e repugnante do universo, e entrevistaria delegados, promotores e outras autoridades, cobrando a respeito da distribuição do livro, “O que os senhores farão contra esse crime? O autor não merece cadeia e multas?”

A Globo faria questão de entrevistar pessoalmente Maria do Rosário, ministra da Secretária Especial de Direitos Humanos, para perguntar: “Não haverá nenhuma punição para a distribuição desse livro evangélico numa escola?” Rosário, como todos sabem, é obcecada pela ideia de jogar na cadeia os cristãos que acreditam que a Bíblia está certa quando diz que as práticas homossexuais são repugnantes.

Mas a pergunta importante é: por que a TV Record, que foi comprada pela Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), não sabe confrontar os males do movimento gay? A TV Globo não tem medo de defender o mal e atacar o bem, e o que se vê na Record é uma TV que há anos se sacrifica para imitar a Globo em tudo.
No início, os bispos da IURD alegavam que sob seu controle a Record seria a TV da família brasileira. Se fosse de fato, os jornalistas dessa TV não sossegariam até ver atrás das grades os responsáveis do grupo que produziu e distribuiu uma indecente cartilha de sexo anal homossexual numa escola.
Qualquer jornalismo que não trate esse caso como crime não merece nenhuma credibilidade.
Com informações do R7.
Leitura recomendada:

10 comentários sobre “TV Record não cobra ação das autoridades contra cartilha gay em escola

  1. Uma emissora de tv, que tem para os jovens a sugestiva idolatria "REBELDES" e faz disso o seu grande carro chefe, porque não ficaria omissa em relação a esta cartilha imunda e imoral que cora e afronta a dignidade até de pessoas mais velhas?Ai daqueles que chamam o mal de bem…

  2. Olá Júlio; Pelo que ocorre na imprensa que vive sob a ditadura gay e do politicamente correto não adianta apelar, eu peço que quando isso ocorrer novamente os alunos que se sentirem ofendidos liguem para seus pais e peçam providência, porque se eu tivesse um (a) filho(a) nessa escola e ela me informasse ums situação dessas eu iria lá e primeiro chamaria o Conselho Tutelar, mas se o conselho fosse conivente eu posso assegura uma coisa, a imprensa teria matéria sobre o assunto por uma semana.

  3. Acho que dá pra ponderar pois a TV RECORD deixou claro que é tão indecente que não pode ser mostrado. E, por fim, fez a matéria denunciando.Há jornalista que pensa: "Meu dever é só divulgar". Claro que se procurasse as autoridades faria uma enorme ajuda à população.

  4. De maneira geral as redes de tv brasileiras se omitem a respeito da maior parte das patifarias. E, so saem em campo quando algo ja esta tao visivel que, de qualquer forma, pareceria a elas que o publico, por mais ignorante que seja, perceberia que elas nao cumprem o seu papel de concessionarias de servico publico (ainda que "privadas"). Seja como for, assistir aa programacao dessas emissoras eh estar pecando, posto que a maior parte do tempo eh soh maus exemplos a serem emulados; e o sao.Antonio.

  5. Tenho batido insistentemente na mesma tecla em vários comentários que eu tenho postado aqui: a mídia em geral NUNCA vai ser imparcial (ainda mais se for contra a agenda homossexual).Globo, Record, Band, SBT e outras são tudo farinha do mesmo saco, enfim, não há nenhuma emissora confiável (e que esteja imune à imoralidade deste governo demoníaco do PT e dos homossexuais).Não custa nada de mais lembrar que o dono da Record (Edir Macedo) é a favor do aborto. Só isso já é o bastante para que a Record fique sob suspeita em termos de credibilidade.Graças a Deus que este blog do nosso amado irmão Júlio Severo tem sido um canal abençoado para nos informar sobre tudo o que a mídia corrupta pró–homossexualismo nunca mostra!

  6. O comentário do presbítero Valdomiro foi direto ao ponto: a mídia em geral nunca vai ser imparcial (ainda mais se for contra a agenda homossexual). Realmente, não temos nenhuma emissora que seja digna de confiança.E o irmão Júlio Severo disse algo que eu faço questão de destacar (e que eu transcrevo aqui):"… os bispos da IURD alegavam que sob seu controle a Record seria a TV da família brasileira. Se fosse de fato, os jornalistas dessa TV não sossegariam até ver atrás das grades os responsáveis do grupo que produziu e distribuiu uma indecente cartilha de sexo anal homossexual numa escola …"Realmente, Júlio, se a Record fosse uma emissora a serviço das famílias, iria denunciar essa blasfêmia (não vejo outra palavra para classificar este episódio). Teria que investigar a fundo, procurar saber quem está por trás disso, enfim, mostrar toda a verdade (ainda que isso custasse a vida de quem estivesse investigando).O jornalista Tim Lopes foi morto por ter denunciado o tráfico de drogas e a exploração sexual em bailes funk na Vila Cruzeiro. Após a sua morte, as investigações levaram à prisão do traficante Elias Pereira da Silva (o "Elias Maluco") e de seus comparsas.Quem, nos dias de hoje, teria a mesma coragem de Tim Lopes para denunciar a podridão do ativismo gay que está querendo contaminar as nossas escolas?

  7. Já não é de hoje que a record vem se simpatizando com a causa lgbt, Infelizmente, diga se de passagem. Na minha cidade, Belo Horizonte, em todas paradas gay a record cobriu. foi uma nojeira, algo repugnante, Mostrando aquelas pobres criaturas, de fio dental, imagina, que horror, bundas e peitos siliconados, e o repórter se esquivando dos beijos que queriam lhe dar na boca. não tem como expressar em palavras, o que se sente diante dessa situação calamitosa. sem falar de toda programação da record, que não passa de um lixo. o que salva são as séries bíblicas, e uma parte dos teles jornais. MARANATA!@RONALDOFREITA

  8. E por qual motivo a Record pediria providências e cobraria soluções das autoridades ? Record é uma emissora como tantas outras dedicada a promover a promiscuidade e inclusive o homossexualismo. Só por ter sido feita com base no dinheiro que os fiéis deram para IURD ela seria diferente ? O que mais existe é falso profeta e cada vez mais descaradamente a instrumentalização da religião para fins políticos e principalmente financeiros, em época de eleição quem nunca pôs o pé dentro de templo banca o maior dos crentes, diariamente para se arrumar o sujeito que bate tambor e faz ebó na sua vida privada vai lá na TV atacar aquilo que ele mesmo faz e claro, ainda pedir dinheiro e mais dinheiro para os fiéis. A dobradinha IURD e Rede Record é um bom exemplo para deixar os verdadeiros crentes bem vigilantes.

  9. Sabe o que sinto ao saber disso? NOJO! Sinto nojo!!! Por vários motivos…Primeiro pelo fato de não aprovar as práticas homossexuais. Por crer e seguir O Deus que abomina essas atividades. Repito: abomina essas ATIVIDADES e não seus praticantes.Segundo por que não se expõe o sexo dessa maneira, seja homo ou hetero!!!Esta cartilha é tão pornográfica quanto revistinhas "de sacanagem" e, quando fornecida a crianças, se configura, ao meu ver, crime de aliciamento e corrupção de menores!!!Em terceiro lugar, manifesto minha repugnância e revolta a essa balança desregulada que os ativistas gays tem usado!Por que o direito de expressão e opinião deles vale mais que o meu??? Porque pregar o homossexualismo e a liberdade sexual é permitido, enquanto pregar a fé cristã é homofobia?Engraçado, né?Ah… aqui cabe um comentário: Não tenho visto homossexuais atacando islâmicos? Afinal de contas, eles também condenam as práticas homossexuais… Deve ser pelo medo de serem mortos! Só pode!E não estou querendo instigar o cristão a ofender um homossexual! Longe de mim! Continuo pregando o amor, como também continuo pregando a justiça e a Verdade! E a verdade diz que essas praticas são odiadas por Deus.Contudo, contra essa esbórnia, não há muito o que possamos fazer!!! Os cristãos precisam enxergar tudo isso à luz da Palavra e entender que isso é apocalíptico, que são sinais da volta de Cristo! E, com base nisso, seguir cumprindo com o que ele nos ordenou: IDE, PREGAI, BATIZAI!Com toda certeza, se nós cristãos queremos cumprir nosso chamado, não é batendo de frente com eles! É pregando o EVANGELHO pura e simplesmente!Se eles tem a mídia e muitos outros em seu favor, nós temos os "SINAIS E MARAVILHAS"!Concluindo, quero dizer que a ditadura gayzista me revolta sim! Que me entristecem suas práticas e a toda torcida que eles tem a favor. Contudo, percebo claramente que são sinais da volta de Cristo e, por isso, nós cristãos, devemos intensificar nossos esforços para cumprir a Grande Comissão!Não percamos o foco! Travar guerra contra os gays é ineficiente!O que precisamos é EVANGELIZAR e dar cabo à Grande Comissão!

  10. Bem Meu comentario expressa minha indignação a Rede Record que mais uma vez esta fazendo papel de uma emissora pagã. Quando a Record foi criada pelo então Saudoso Paulo Machado de Carvalho, foi com intuito de levar uma programação sadia as familias brasileiras. Agora em 1990 com uma dividas daquelas e por cima de tudo os dono Edir Macedo, esta fazendo um papel ridiculo. Peraí, nao foi ele que diz que a Record é uma emissora diferente, pois meus irmãos mais uma vez eu vos digo, se formos para nos brasileiros aceitarmos isso, Estamos Ferindo os Principios cristaos e biblicos. Agora Me diz: Edir Macedo se dizendo um pastor e deixando essa porcaria ser mostrada e nao confrontar? Pois é meus irmãos a Biblia nos previne sobre os falsos profetas. E Edir Macedo pelo visto faz parte da Lista.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s