Vaias e clima de hostilidade marcam presença de Jean Wyllys no Mackenzie

Vaias e clima de hostilidade marcam presença de Jean Wyllys no Mackenzie

Apesar de negação, documento do diretório do Mackenzie registra que houve parceria com chancelaria para debate de Wyllys na instituição presbiteriana

Julio Severo
Depois da enorme repercussão do artigo “Jean Wyllys no Mackenzie”, o chanceler do Mackenzie, Augustus Nicodemus Lopes, se pronunciou.
Jean Wyllys

Jean Wyllys esteve ou não esteve no Mackenzie? Está confirmado: Esteve.

Se o artigo “Jean Wyllys no Mackenzie” não tivesse trazido à tona essa informação, aparentemente ninguém trataria da polêmica visita e debate de Jean Wyllys na Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Não foi com a ajuda de revelações sobrenaturais que fiquei sabendo do evento. Tudo o que precisei fazer foi conferir documento da própria instituição. O documento registra a “parceria” entre a chancelaria da universidade com o Centro Acadêmico João Mendes, que pertence ao Mackenzie.
A chancelaria garante a liberdade acadêmica? Sim. Mas também teria o pleno direito de vetar a participação de um supremacista gay num evento dentro de suas dependências? Teria. E por que não fez valer seu direito?
Quando pressionado pelos supremacistas gays em 2012, o chanceler Augustus Nicodemus Lopes usou da sua autoridade para retirar um manifesto presbiteriano contrário à agenda gay do site da universidade. A retirada foi feita apenas para atender às exigências dos supremacistas gays.
No caso de Wyllys, a chancelaria tinha igualmente total autoridade — sem mencionar responsabilidade cristã — de agir com muito mais energia. Afinal, é de conhecimento público que num seminário realizado por Wyllys no Congresso Nacional, o ativista gay Márcio Retamero ameaçou o uso de violência armada contra os cristãos, sem que Wyllys condenasse a ameaça. Pelo contrário, Wyllys mesmo tem feito ameaças aos cristãos.
Tenho certeza de que se algum diretório estudantil do Mackenzie convidasse um criminoso nazista ou comunista, o chanceler vetaria, e com boas razões. Por que então poupar Wyllys?
Deve-se poupá-lo em nome de uma suposta liberdade acadêmica?
Tudo o que o chanceler disse que pôde fazer foi escolher um “debatedor” para argumentar com Wyllys. O escolhido foi seu colega de ANAJURE Guilherme Schelb.
Contudo, por incrível que pareça, os estudantes da instituição presbiteriana não gostaram do escolhido do chanceler. De acordo com informações que recebi, e que foram confirmadas numa nota da ANAJURE, Schelb foi vaiado e sofreu um clima de hostilidade dos estudantes do Mackenzie. A moçada gostou foi do Wyllys.
Parabéns ao Mackenzie pela promoção do Wyllys! Mesmo discordando totalmente das ideias radicais do supremacista gay e mesmo não tendo a intenção direta de fazer tal promoção, o chanceler deu um tiro no pé ao não vetar o “debate”, que foi na verdade espaço de publicidade gratuita para Wyllys. Se tivesse vetado, poderia pelo menos ter poupado o representante da ANAJURE das vaias e hostilidade que sofreu.
Dá para imaginar um jurista evangélico ser humilhado diante de um supremacista gay dentro de uma universidade evangélica? É um quadro apocalíptico, e aconteceu no Mackenzie.

(Twitter) De estudante do Mackenzie para Jean Wyllys:“Sou da Mackenzie e acabei de voltar do debate! Estou IMPRESSIONADA com a sua capacidade de debate e sua inteligência”.

Se no nome de uma suposta liberdade acadêmica, podemos abrir as instituições evangélicas para indivíduos como Wyllys, que defendem a perseguição aos cristãos, promoverem seus radicalismos, qual é o limite? Por que então não convidar nazistas e terroristas islâmicos?
O chanceler, ao invés de ter agido com firmeza contra a entrada de um notório fomentador de perseguição anticristã antes do debate, tentou defender a falta de firmeza e desqualificar a denúncia. Só após a enorme exposição pública do caso no artigo “Jean Wyllys no Mackenzie” foi que o chanceler declarou no Facebook:
Augustus Nicodemus Lopes Infelizmente numa universidade do porte do Mackenzie diretórios estudantis realizam eventos se valendo da autonomia universitária dos quais só tomamos conhecimento em cima da hora, como foi o caso, só nos restando achar uma pessoa para fazer o contraponto, para tentar ao menos minimizar os efeitos. Lamento profundamente tudo isto ocorrido em nosso quintal e em nossas costas. O evento não foi promovido pelo Mackenzie, sua reitoria ou chancelaria – jamais. Fomos pegos de surpresa. É uma pena que pessoas que se dizem cristãs alardeiam fatos e os distorcem sem qualquer conhecimento de causa..”
A declaração foi enviada por um leitor que questionou Nicodemus e recebeu a resposta dele. Mas as palavras do chanceler, de que o evento não foi promovido por sua chancelaria, estão em conflito com o documento do diretório do Mackenzie, que registra a parceria.
Documento do diretório do Mackenzie registra parceria com chancelaria para debate de Wyllys

Ele poderia ter vetado a entrada de Jean Wyllys na instituição? Há pouca dúvida sobre isso.

Agora fica sobre os ombros dele a responsabilidade de esclarecer o motivo por que, se não havia nenhuma parceria, há o registro oficial da parceria por parte do próprio diretório estudantil que realizou o debate. Quem foi que errou? O diretório? A impressora?
Esta não é a primeira vez que denuncio um notório ativista gay convidado para debate numa grande instituição protestante. No ano passado, denunciei Luiz Mott na Escola Superior de Teologia (EST) da Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil. Eu queria ter podido fazer tal denúncia anos atrás, mas não tinha os documentos. Somente no ano passado, os obtive.
No caso do Mackenzie, foi mais rápido porque fui auxiliado na obtenção dos documentos.
A providência da EST foi apagar todos os registros públicos do evento e fazer de conta que nunca ocorreu.
Qual vai ser a providência do Mackenzie?
Leitura recomendada:

27 comentários sobre “Vaias e clima de hostilidade marcam presença de Jean Wyllys no Mackenzie

  1. Acho que o título do post não está em conformidade com o texto apresentado. Achei que alguns crentes haviam se oposto a presença do Depugay na instituição. Tudo que encontramos no texto é uma lamentável explicação do reitor para o fato. Será necessário muito mais que isso para recuperar o respeito junto ao povo evangélico.

  2. Também achei, pelo título do post que o Wyllys tinham sido vaiado. Infelizmente não foi ele. No outro post da Mackenzie um irmão lembrou do que diz a palavra: "não dei lugar ao diabo". E também, a luz não se mistura as trevas. Muito triste a posição da Mackenzie e a de alguns que se esforçam em justifica-la, em jogar "panos quentes". Precisamos, cada vez mais, vigiar e orar!

  3. Teólogos de carteirinha! Isso é trágico! Tenho observado que os que se entregam demasiadamente ao "estudo", colocando o academicismo acima de tudo, sempre acabam por se perder em algum ponto. Especialmente os chamados "calvinistas". Não entendo como homens que deveriam conhecer a Deus vão nessa onda! O sangue de Jesus tem poder. A vontade de Deus não nos é revelada pelo muito estudar (ainda que estudar seja algo bom), muito menos pelo muito estudar linhas teologicas, e pior ainda, linhas teologicas podres, como é o caso do calvinismo. Só poderia dar nisso: a capitulação ao politicamente correto e a supremacia de um movimento satanico como o movimento gay. É profundamente lastimável.

  4. Maria, não acuse os que se dedicam ao estudo das Escrituras como se todos que (suas palavras)"se entregam demasiadamente ao "estudo", colocando o academicismo acima de tudo, sempre acabam por se perder em algum ponto."Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Conheço crentes que nunca colocaram o pé em um seminário e que também se perdem. Em uma cidade do nordeste de uns 10.000 habitantes uma igreja pentecostal histórica aceita na membresia da igreja local crentes divorciados de pessoas da mesma igreja e recasados com pessoas da mesma igreja. Todo mundo reunindo na mesma localidade!! Então o problema não tem nada a ver com Calvinismo minha irmã. Tem Calvinistas e "calvinistas", Pentecostais e "pentecostais".

  5. É complicado, as instituições de defesa da agenda política gay e da ideologia gay não nos dão espaço para debates ou propagação das ideias cristãs ou democráticas em seus meios, então fica aquele dilema, tratá-los da mesma maneira em instituições cristãs ou adotar uma política franca de debates ao contrário do que eles fazem.Por ser uma universidade, eu acho que não se deve temer a discussão, mas que pelo menos coloque um debatedor à altura e que o conteúdo educativo da instituição seja livre de ideologias políticas. Não adianta nada deixar de convidar o Jean Wyllys para um debate e passar mentiras para os alunos sobre a religião cristã, é claro que os alunos vão aplaudir um propagandista da causa gay sob influência deseducativa do conteúdo do MEC.

  6. Senhor anônimo, o que Maria falou está certíssimo: ela não condenou aquele que estuda, mas sim estes filhos de satanás que colocam calvino e teologia acima da Palavra de Deus!Cara, eu só vejo calvinista agir assim; por quê será? ah é: é porque eles são calvinistas, e não cristãos!Shalom

  7. CARO DOM RAFAEL, VC É MUITO IGNORANTE SOBRE O SISTEMA TEOLÓGICO CHAMADO CALVINISTA, ACREDITO QUE NUNCA LEU AS INSTITUTAS, CALVINISMO NÃO TEM NADA HAVER EM SER SEGUIDOR DE CALVINO, ISSO É APENAS UMA FORMA DE NOS SITUARMOS NA HISTÓRIA DA IGREJA PARA DIZER QUE CREMOS SOMENTE NAS ESCRITURAS, SOMENTE EM CRISTO, SOMENTE PELA FÉ(EM CRISTO)SOMOS SALVOS, SOMENTE PELA GRAÇA E A DEUS TODA A GLÓRIA. OS HOMENS DE DEUS QUE SE IDENTIFICAM COMO CALVINISTAS SÃO OS QUE MAIS DEMONSTRAM PIEDADE E FIDELIDADE QUE EU JÁ VI: JOHN PIPER, PAUL WASHER, D.M. LLOYD JONES, E PODERIA CITAR UMA LISTA ENORME DE HERÓIS DA FÉ, MÁRTIRES, ENTÃO NÃO CONFUNDA LIBERAIS COM VERDADEIROS CRISTÃOS DE TEOLOGIA REFORMADA(CALVINISTA)QUE NADA MAIS É DO QUE SEGUIDORES DO EVANGELHO PURO DE SIMPLES DE JESUS CRISTO.

  8. Pro diabo com termos estúpidos que servem para rotular estes ou aqueles cristãos (?)! Pro diabo termos "calvinistas", "pentecostais" e/ou "outros". O que de fato importa é que a igreja, liderada por estúpidos, está abrindo as portas para os que querem calar a igreja entrar e convencer os próprios cristãs que são eles os errados nesta história.Hoje Marcos Feliciano foi expulso da CDHM da Câmara. Teve de sair escoltado. E não havia um cristão ou peudso-cristãos lá, para defender a fé…Decepção, irritação e raiva são as menores coisas que sinto agora. O certo é que nesta guerra de rótulos que divide o próprio corpo, a igreja acaba perdendo espaço – favorencendo para que as doutrinas de satanás sejam cada vez mais alardeadas. Aff!(Ou melhor: mil afffs!!!!)

  9. É um erro colocar nomes, vamos dizer, da cosmovisão cristã em universidades (PUC, Universidade Presbiteriana Mackenzie) e em partidos (PSC) por exemplo. O risco é óbvio: desmoralizar o nome, submetendo-o a escárnio e gozação.A mensagem de Cristo é individual. Não é para "a humanidade", nem partidos, nem universidades. Quem tem que ser transformado é o homem!Com homens transformados AS COISAS MELHORAM! Esses homens mudam as universidades, partidos, governos, blogs, jornais, hospitais, independente de seus nomes.Percebam o caso em tela. O nome é "Presbiteriano" mas os acadêmicos não são! Apenas pagam suas mensalidades para estudar(?) e depois recebem seus canudos. Ponto, simples assim.Aqui perto de casa tem uma escola católica, cujo nome vou omitir. Ouvi de uma mãe certa vez que seus filhos (CRIANÇAS) participariam NA ESCOLA de uma festa INFANTIL de HALLOWEEN! Na escola! Não sou contra escolas religiosas!Desde que sejam… RELIGIOSAS!O problema é ter o nome e só. Não basta apenas SER tem que parecer que é. Não basta PARECER tem que SER de fato.É claro que o Sr Wyllys não deveria ter entrado na universidade. A fé cristã, ou o "presbiterianismo", ou, vá lá, o tal de "calvinismo" (seja lá o quê signifique) deveria ser tão forte naquela instituição que o PRÓPRIO CORPO repudiaria qualquer agressão à sua doutrina, À SUA FÉ!Não se trata de ser democrático ou não. Até porque o nazigayzismo (e os nazigayzistas) não é democrático. Trata-se de não dar espaços a seu inimigo. Simples assim. Repito:NÃO DAR ESPAÇOS A SEU INIMIGO. Quer lugares neutros para debater?Eles não existem! Ninguém é neutro. Nem juiz nem jornalista.

  10. É absurdo tudo isso que eu li. Não dá para acreditar em tudo que está acontecendo com instituições cristãs. Revolta. Meu Deus, que mundo podre, pessoas podres, como esse tal bbb estúpido. Que Deus tenha misericórdia de nós.

  11. Fugindo um pouco do debate academicista e pretensamente teológico, para focalizar uma questão puramente espiritual, digo o seguinte: É nisso que dá a influência perniciosa de doutrinas que manipulam e distorcem a Palavra de Deus ao mesmo tempo que afirmam interpreta-la literalmente (sola scriptura).Mais uma vez volto ao assunto da negação da atualidade do dons do Espírito Santo concedidos à Igreja. Como consequência dessa negação, congregações mornas, espiritualmente vulneráveis e por fim apóstatas.Erudição acadêmica teológica é totalmente inútil sem o revestimento de poder oriundo do Espírito Santo, que ainda opera hoje como na Igreja primitiva, mas mediante busca e consagração. Sem a unção do Senhor, o homem é alvo fácil de setas malignas e fica confundido. Isso enfraquece a alma e abre brechas enormes para a iniquidade.Assim também aconteceu com o caso vergonhoso dos luteranos alemães na ascensão do nazismo.Isso não isenta de forma nenhuma falsos pentecostais que "conciliam" uma conduta pecaminosa com a obra de Deus. Não basta o reconhecimento dos dons, entre eles o do conhecimento e da sabedoria, mas é necessário uma vida limpa diante de Deus, em pensamentos, palavras e atos. Deus usa vasos grandes e pequenos, mas jamais vasos sujos.Vejamos Salmos 64.2-9"Esconde-me do secreto conselho dos maus, e do tumulto dos que praticam a iniqüidade. Que afiaram as suas línguas como espadas; e armaram por suas flechas palavras amargas, A fim de atirarem em lugar oculto ao que é íntegro; disparam sobre ele repentinamente, e não temem. Firmam-se em mau intento; falam de armar laços secretamente, e dizem: Quem os verá? Andam inquirindo malícias, inquirem tudo o que se pode inquirir; e ambos, o íntimo pensamento de cada um deles, e o coração, são profundos. Mas Deus atirará sobre eles uma seta, e de repente ficarão feridos. Assim eles farão com que as suas línguas tropecem contra si mesmos; todos aqueles que os virem, fugirão. E todos os homens temerão, e anunciarão a obra de Deus; e considerarão prudentemente os feitos dele."Este Salmo se refere à ação demoníaca contra o espírito e o entendimento humano.Parece que muitos presunçosos presbiterianos querem ter a "honra" de serem os primeiros da fila a receber a marca da besta, e terem o "privilégio" de inaugurarem a igreja apóstata dos últimos tempos."Confia no SENHOR de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento." Pv 3.5Os fatos ocorridos nesse evento fotam tão absurdos, tão loucos que dispensam discussões, apontando claramente para um caminho de apostasia pessoal de muitos dos presentes ali."Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se tornaram participantes do Espírito Santo, E provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro, E recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério." Hb 6.4-6

  12. Olá Júlio; Mais uma vez te dou parabéns pelo alerta a toda comunidade evangélica. Mas por outro lado a verdade viria, pois quem conhece e brinca com a verdade, na verdade não conhece a verdade.A frase acima resume tudo, pois o que ocorre é que NUNCA uma denominação evangélica vai convocar seus membros e declarar: Irmãos a partir de hoje nós começamos um processo de corrompimento e no final desse processo nós estaremos todos fora da presença de Deus; Isso nunca vai ocorrer são os membros ativos e conhecedores da Palavra é que tem que orientar a liderança e depois se o processo continuar esses membros tem que cair fora, pois se não serão eles também consumidos.Nunca devemos esquecer que toda heresia se iniciou dentro das igrejas cristãs, imaginem quando Ellen Gold White iniciou o adventismo, ou quando Charles Taze Russell iniciou as Testemunha de Jeová, enfim, não esperem mais movimentos heréticos assim, pois o inimigo da igreja do Senhor Jesus já viu que isso não tem o mesmo valor que a INFILTRAÇÃO, pois essa tem o poder de minar a obra por dentro e ainda enganar os verdadeiros cristãos que não percebem a gravidade do que esta ocorrendo enquanto as heresias anteriores foram notadas e rechaçadas e ainda uniu mais os verdadeiros crentes, enquanto a infiltração tem o poder de se manter dentro, ter autoridade, pois geralmente o infiltrado é um líder e ainda o que é pior, dividir a igreja.Se eu fosse um líder calvinista e não concordasse com isso eu exigiria imediatamente que a direção dessa instituição (Mackenzie) que usa o nome da IPB se retratasse e se demitisse, sob pena de não mais usar o nome da Igreja, pois só assim dirão aos movimentos esquerdistas qual é o lugar que a IPB ocupa na sociedade, ou seja, é uma igreja que honra a Palavra de Deus e só Dela depende, pois ao verdadeiro cristão não basta se dizer cristão exige também um comportamento cristão, sob pena de se submeter a um jugo desigual com incrédulos, como foi o caso descoberto e narrado pelo Júlio Severo.Ao digníssimo Reverendo Ageu Magalhães eu tinha lido sua defesa no post anterior e concordado que realmente foi uma ação isolada de um diretório diretório, mas agora caríssimo Reverendo eu tenho que dizer que mentiram e lhe enganaram quem assim lhe informou e como cristão só posso dizer que a mentira é a arma mais poderosa do inimigo das almas dos homens, e a mentira é a arma mais usada pela esquerda e suas franjas no nosso mundo.

  13. Ola Julio;Por favor bloqueie comentários desse tal de anonimo que termina o comentário saudando um bode, pois esse é um daqueles IPs criados pelo alada de terrorismo cibernético do PT, pois certamente é falso o IP dele é na verdade para desviar os comentaristas do real assunto e ficam tentando responder o que na verdade não existe.Outra coisa esse criador desse tipo de rede de desinformação já foi inclusive desmascarado pela revista Veja e inclusive foi divulgado até uma tabela de preço que ele cobra para criar um rede de difamação.

  14. Sr. Júlio,Eu gostaria de saber o porquê que meus comentários não foram aprovados! Eu li gente aqui "metendo o cacete em calvinistas (e com razão)" e o senhor não apagou nenhum comentário, já comigo o senhor apagou todos os meus comentários contra a frieza e a malignidade desses calvinistas. O senhor é a favor de um e de outros não? É parcial? Somente pode "meter o cacete" nos calvinistas o senhor e alguns "membros cadastrados" desse blog? Estou muito decepcionado com a sua parcialidade, para não dizer desse "clubinho"…Cavaleiro Audaz.P. S.: Eu luto contra todos que se dizem cristãos, mas negam a fé e o poder de Deus com palavras vazias e cheias de falsa erudição bíblica.

  15. Prezado Júlio Severo. Acompanho o seu blog e toda a sua luta em defesada fé e da ética. Sou pastor Presbiteriano há 35 anos, Creio na obraatual do Espirito Santo sem nenhuma dificuldade. É só ler asescrituras e pronto. Quanto a receber um Deputado como este e agora emnome do eu não sabia, ou foi o diretório, etc. isto também não colapara mim e não funciona assim. O Chanceler poderia simplesmente nãopermitir a programação e pronto. Teria um grupinho reclamando epronto. É grave o aconteceu, pois se mistura coisas que devem estarcompletamente separadas: Mackenzie e IPB. Infelizmente uma desgraçadessa acontece dentro de uma estrutura Presbiteriana. Não há comoremendar uma desgraça dessa. É ir a público, pedir perdão por esteerro tão grave. E também quem sabe começar a mexer nos cargos dentrodaquela estrutura que são muitos. O que resta é pedir a Deusmisericórdia e tentar separar e para bem longe: IPB com suas mais de3500 igrejas, do Mackenzie que não fala e não é o modelo da IPB. Foi muito bom ler os artigos e também os comentários. Um abraço

  16. Desta confusão toda, Julio, fica confirmado o mal do qual sofre o presbiterianismo calvinista brasileiro, um mal que eu mesmo já havia denunciado no artigo publicado por você, "Julio Severo e os calvinistas", qual o mal? O corporativismo! Ontem, ainda pela manhã, vários calvinistas presbiterianos apareceram no facebook para louvar a atitude do Mackenzie em ter chamado Wyllys. Segundo estes, a atitude era um exemplo do iluminismo de Voltaire e disseram várias outras baboseiras sem se darem conta que, defendendo o Iluminismo de Voltaire, estão, na verdade, defendendo as bases sobre as quais se desenvolveu a Teologia Liberal européia e americana! Será que eles não veem isso? Mas o corporativismo estava aceso e todos sairam em defesa do erro cometido pelo Mack. Agora, o próprio Chanceler vem dizer que não tem e nem teria dedo dele nesse tipo de coisa… E então? Como ficam os "luminares" presbiterianos calvinistas que defenderam algo que nem o Chanceler disse que defenderia (uma vez que ele mesmo escreve que foi pego pelas costas)? Enfim, as pessoas estão é presas em grupinhos, guetos, clubes da Luluzinha e preferem defender o indefensável do que sair em defesa da verdade do Evangelho. Espero que estes "luminares" tenham pelo menos a humildade de reconhecerem o erro de suas atitudes e ideias. Abraços!

  17. Senhor anônimo que se intitula de “Cavaleiro Audaz”Seus comentários aos calvinistas foram muito ofensivos. Além disso, você generalizou, como se TODOS os calvinistas merecessem ser alvos de suas ofensas. Por isso, não os publiquei.Quando critico calvinistas, não generalizo. Dou nomes aos bois. Da mesma forma, quando critico o Bispo Manoel Ferreira e sua aliança com o morto Rev. Moon, não generalizo, dizendo que todos os assembleias são apóstatas.E quem lá sabe quem é você? Você pode bem ser um calvinista liberal, vindo aqui para postar ofensas pesadas aos calvinistas, para depois sair dizendo por aí que esta matéria teve como objetivo atacar todos os calvinistas.Se você quer que suas ofensas sejam públicas, respeite as regras deste blog, que exigem a apresentação oficial do perfil.Apresente, pois, seu perfil oficial de Facebook, e aí publico suas ofensas, para que os calvinistas possam responder diretamente a você, pois suas ofensas são de responsabilidade exclusiva de você.Da mesma forma, não publiquei neste espaço muitas outras ofensas que enviaram contra o chanceler. Isso não é correto. Além disso, não sei de onde procedem tais comentários anônimos.Querem criticar com respeito, o façam. Querem xingar? Mostrem a cara para que todos saibam quem são vocês.

  18. Amigo Cláudio Vaz,Você está certíssimo no seu comentário. Não só eu concordo com tudo que você disse, como eu ainda acrescentaria o seguinte: tem um ditado popular que diz que "nem tudo que reluz é ouro", ou seja, nem tudo é o que parece ser à primeira vista.Em outras palavras: não adianta uma escola, universidade ou qualquer outra instituição apenas PARECER religiosa e não SER verdadeiramente.Uma instituição verdadeiramente cristã jamais deveria permitir que um ímpio a serviço do diabo (como Jena Wyllys) fosse fazer sua propaganda pró–homossexualismo dentro de um local sagrado.Podem pensar o que quiser de mim, mas eu, se fosse diretor da Universidade Mackenzie, faria com esses alunos que convidaram o Jean Wyllys o mesmo que Jesus fez com os vendilhões do templo: iria expulsar todos eles de lá. E eu ainda diria as mesmas palavras de Jesus:"Está escrito: A Minha casa será chamada casa de oração; mas vós a transformastes em um covil de ladrões" (Mateus 21:13)Se dermos brecha a este pecado, outros fatalmente virão devido à nossa negligência! O verdadeiro cristão não pode tolerar nenhum pecado (e muito menos a presença de um ímpio)!Todo e qualquer pecado tem que ser energicamente combatido (ou seja, o mal tem que ser cortado pela raiz)! É como bem disse o apóstolo Paulo:"Não deis lugar ao diabo" (Efésios 4:27)Alguém concorda comigo?

  19. O gay anônimo disse isto:"Gente!!!! É uma derrota atrás da outra. Cadê seu deus agora? Ah, ele só vai aparecer no fim dos tempos… Até lá então!Salve o Bode"Gay anônimo, o meu Deus nunca falha, e Ele sabe o tempo certo para agir. E um dia todos (inclusive você) estarão diante Dele para prestar contas! É como alertou o apóstolo Paulo:"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)Você pode ter milhões de vitórias momentâneas agora, mas a nossa vitória será eterna (e isso você jamais vai poder impedir)!Aguarde e você verá, ao final, quem está certo e quem está errado!

  20. Sr. JúlioVenho por meio deste comentário parabenizá-lo por seu trabalho e seu blog.O mundo necessita muito de pessoas como o Senhor, que mantenhamuma posição. Que sejam abertamente conservadores.deixo para o Senhor o meu obrigado, e um pedido, que continue seu incrível trabalho.

  21. BEM ESTIMO MUITO AUGUSTO NICODEMOS JÁ VI ELE RECRIMINANDO O LIBERALISMO E A REVOLUÇÃO CULTURAL MARXISTA, NÃO ENTENDI O QUE ACONTECEU SINCERAMENTE. PARECE QUE OS TRADICIONAIS COM ARIOVALDO RAMOS ESTÃO JÁ FECHADOS COM O GOVERNO E A ESQUERDA.QUANTO AO CALVINISMO ELES SÃO OS BONS QUANDO AGENTE LÊ O QUE VÊ AI COMO O RAPAZ DISSE,( AMOROSOS, MANSOS E TUDO MAIS, E EU VOU ACREDITAR. INFELIZMENTE DISSE TUDO ELE SEGUI CALVINO , EU REFLITO NA VISÃO DE CALVINO DIFERENTE UM POUCO, MAS TUDO É ISSO É MUITO SÉRIO QUEM ESTÁ TRAVANDO A AGENDA DO PT HOJE SÃO OS NEO PENTECOSTAIS, QUE TÃO RECRIMINANDO ABORTO, CASAMENTO GAY E EUTANÁSIA.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s