Contra a agenda anticristã da esquerda, nem um Pio

Contra a agenda anticristã da esquerda, nem um Pio

Elis Bobato
A foto ficou ótima! O líder máximo da Comunhão Cristã Abba, Pr. Pio Carvalho, com Eduardo Ferraz (candidato a vereador em 2012 pelo PDT, socialista declarado e membro da Abba), e o prefeito Gustavo Fruet (eleito pela coligação PDT/PT), na posse da prefeitura de Curitiba no dia 1° de janeiro. A foto é apenas um detalhe de introdução, o que importa mesmo é analisar a situação.
Comunhão socialista dentro da igreja. Culto realizado na Comunhão Cristã Abba, com prefeito socialista eleito Gustavo Fruet, no dia 14/10/2012.
Gustava Fruet em comunhão e apoio a ABGLT

Não é de hoje que as portas da Comunhão Cristã Abba estão escancaradas para políticos de esquerda. Gleisi Hoffmann, do PT, atual ministra da Casa Civil e participante ativa da campanha de Fruet, quando candidata, teve pleno apoio de Pio Carvalho e de outros líderes da Abba. O púlpito, o altar destinado à adoração, acaba servindo para fins eleitoreiros, com a desculpa de que irão receber a “benção” de Deus, porque é algo tão constrangedor que convém “espiritualizar” a situação para disfarçar a vergonha.

Tento entender que vantagem há, ou com quais princípios a Comunhão Cristã Abba, e outras igrejas, abrem suas portas para políticos de partidos como o PT, PDT e mesmo o PSDB, que endossam toda a agenda do chamado ‘marxismo cultural’: aborto, “gayzismo”, feminismo, eutanásia e outros posicionamentos anticristãos. E então me é notório, o quão importante é para muitos cristãos “sair bonito na foto” e agradar a todos. Mas, para tanto é necessário compactuar com o  politicamente correto, e a essa moral relativista (imoral) que tem nos sido imposta pela esquerda política no Brasil. E, é em viver de acordo com a moral relativista que está o grande problema, porque para isto temos que deixar de lado a moral cristã, baseada nas Sagradas Escrituras. E bem sabemos que quanto a isto, não há meio termo. Não há muro, para que se possa subir e ficar em cima.
O momento que estamos vivendo é muito delicado. O plano de governo do Anticristo, está pronto e se estabelecendo com muito sucesso. Estamos a poucos passos dele, pois o socialismo já está quase consumado e sua agenda cultural tem tamanha força que os cristãos ou tem aderido estupidamente a ela, ou não conseguem confrontá-la com vigor e firmeza. Já caíram na armadilha psicológica do politicamente correto. Por medo de parecerem “reacionários” ou “fundamentalistas”, abandonam o dever cristão de se posicionar publicamente em favor dos valores éticos de sua própria fé. Se alguém tem dúvidas sobre esse sistema de governo chamado socialismo, ser maligno, basta observar que ele se baseia entre outras coisas, em ódio, inveja e cobiça. Ódio, porque incita a luta de classes, criadas pelo coração doente de Karl Marx. Ódio que fica explícito e manifesto quando a esquerda observa os cristãos que resgatam, com amor e abnegação, pessoas que foram escravizadas pelo homossexualismo, cumprindo o “ide” de Cristo. Inveja, porque na ideologia socialista, se o outro tem mais que você, ele é seu inimigo e deveria dividir com você o que ele conquistou. E cobiça, porque um socialista irá criar estratégias desonestas para tirar o que o outro tem. Alguma dúvida de que é um sistema maligno de se fazer política?
E como a igreja tem se posicionado? Ela não tem se posicionado. Ela está seguindo o fluxo do mundo, de olhos vendados enquanto ainda lhe resta algum conforto. O caso da Abba é apenas mais um exemplo. O fato é que o esquerdismo enredou e cooptou amplos setores da igreja evangélica brasileira.
Durante a campanha para as eleições presidenciais de 2010, o pastor da Primeira Igreja Batista de Curitiba, Paschoal Piragine Jr. disse o óbvio sobre o PT, algo que qualquer pessoa minimamente atenta às ações da esquerda política e sua respectiva estratégia de “revolução cultural”, sabe.
O Padre Paulo Ricardo, disse palavras sábias: “A sociedade está em crise porque os líderes morais, que poderiam dar uma orientação às pessoas, estão calados. Alguém tem de pagar o preço de falar. Mesmo sabendo que, ao falar a pessoa vai sofrer o martírio dos tempos modernos.”
Fala-se de martírio por amor à fé, mas sequer se consegue abandonar a vontade de ficar “bonito na foto” com a elite política anticristã, com César e seus lacaios. E descer do muro imaginário, ensinando aos fiéis e membros das igrejas de Cristo, os verdadeiros princípios bíblicos, que têm sido tão feridos pela moral anticristã dos socialistas.
Falta de aviso não foi: Gustavo Fruet durante a campanha mostrou-se firme apoiador da agenda gayzista, que se finge de vítima, mas que promove, com apoio de toda a mídia e de ONG’s globalistas endinheiradas, uma verdadeira caçada cultural e jurídica contra os cristãos. Eduardo Ferraz viu tudo e comentou a respeito com inúmeras atenuações e desculpas esfarrapadas e lamentáveis. E então prosseguiu firme em seu apoio à Fruet, como bom fiel ao PDT. Para Pio Carvalho nada foi perguntado, nem ele se mostrou obrigado a se pronunciar a respeito. Contra a agenda anticristã da esquerda, Pio Carvalho nunca deu um pio. Antes, “abençoou” Gleisi Hoffmann, serva fiel de mensaleiros, gayzistas e abortistas, e o novo lacaio do PT, Gustavo Fruet.
O povo também que não se engane, pois será cobrado. Cada um é responsável por si diante de Deus, cada um deve buscar a verdade, e não apenas jogar a responsabilidade de suas decisões, para seus líderes espirituais. “Maldito é o homem que confia no homem” (Jr 17:5).
Imagino a reação a esse texto da parte muitos “cristãos de esquerda”, ou por aqueles pegos de surpresa, pois não sabiam onde se encontravam no cenário político do país. Então desde já deixo a pergunta, cuja resposta já é conhecida: falei alguma mentira?
“Fiz-me acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade”? (Gl 4:16).
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:

17 comentários sobre “Contra a agenda anticristã da esquerda, nem um Pio

  1. Secularismo, relativismo, marxismo, gayzismo, socialismo, comunismo, capitalismo selvagem, feminismo. Quantos "-ismos", ainda podemos aguentar? Esse sufixo é o nome de satanás pra mim, a besta em Apocalipse 13:16-18.

  2. Se o diabo se mostrasse como ele realmente é, ninguém jamais iria querer aproximação com ele. Mas ele sempre se apresenta como anjo de luz, para enganar os que não estão firmes na Palavra de Deus. É como bem disse o apóstolo Paulo:"E não vos admireis disto, já que o próprio Satanás insiste em se transformar em anjo de luz. Não é muito, portanto, que os seus ministros apareçam como ministros da justiça; e o fim deles será segundo as suas obras" (2 Coríntios 11:14–15)Marxismo, esquerdismo, comunismo e socialismo (e outras variações) são invenções do diabo. E essas mesmas ideologias têm diversos objetivos em comum:– Destruir a família;– Eliminar todos os valores morais e os bons princípios;– Legalizar o aborto;– Destruir a fé cristã;– Corromper (ou destruir) as igrejas;– Promover o homossexualismo;– Aprovar a eutanásia;– Usar a tirania (ou a ditadura) para permanecer no poder, sempre com o argumento mentiroso de ajudar os pobres e necessitados;– Eliminar todos os opositores do socialismo;– Impor a idéia de que todos devem ser submissos somente ao Estado (ou melhor, que o Estado deve substituir Deus em todas as áreas da vida humana).Estas ideologias usam um jogo de palavras tão sutil (compaixão, ajuda aos necessitados, e outros termos semelhantes) que conseguem enganar facilmente muitas pessoas (principalmente aquelas que não têm conscientização política)! Daí a razão de muitos partidos esquerdistas (PT, PC do B, PV, PSOL e outros semelhantes) estarem no poder em quase toda eleição!Se essas ideologias diabólicas (e também as teologias corrompidas como Missão Integral, Prosperidade e Libertação) contaminaram o nosso sistema educacional (e também as nossas igrejas e nossos seminários), foi devido à negligência dos servos de Deus (que se deixaram seduzir pelos enganos do diabo). Toda e qualquer filosofia, ideologia ou teologia tem que ser obrigatoriamente testada e aprovada pela Palavra de Deus (para saber se é verdadeira ou não). Foi como disse o apóstolo Paulo:"Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade" (2 Coríntios 13:8)Eu prefiro ficar com a Palavra de Deus, porque somente ela tem todas as respostas que eu preciso! Não confio em nada que venha do homem. Novamente o apóstolo Paulo se manifesta:"Seja Deus verdadeiro e todo homem mentiroso" (Romanos 3:4)Será que eu estou certo neste meu ponto de vista? Gostaria de saber as opiniões de todos.

  3. Julio,Não é o único prefeito cristão que está negando a fé. O prefeito eleito da cidade de Uberl ândia também tem negado a fé.Fez alianças com grupos do candomblé na cidade, além de colocar em seus governo assessores homossexuais militantes. O Nome do tal é GilmaR_ MAchado_Esse merece denúncias. Ele foi eleito apoiado pela maioria cristã da cidade, igrejas como assembleia de Deus por exemplo. Agora, depois de eleito, começam as falcatruas, como a criação de supercargos, com salários de 10 mil reais.Adivinhe de qual partido ele é!

  4. No episódio da tentação no deserto, o diabo, ousadamente, ofereceu todos os reinos do mundo (e suas riquezas) a Jesus, dizendo: "Tudo isto eu Te darei, se, prostrado, me adorares" (Mateus 4:9). Mas Jesus rebateu com firmeza todas as investidas do diabo ao dizer: "Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e somente a Ele servirás" (Mateus 4:10)O que esse episódio bíblico tem a ver com o fato de muitos que se dizem cristãos estarem se deixando influenciar pelas mentiras do PT e de outros partidos com a mesma agenda política (além de votarem nesses mesmos partidos)?Tudo a ver!Vejamos:O Estado marxista–comunista–esquerdista–socialista (aqui representado pelo governo corrupto do PT) age igual ao diabo quando propõe ao povo: "Tudo isto (saúde, moradia, educação, empregos, segurança, e outros benefícios) eu te darei se você eleger os meus representantes (do PT e de outros partidos com a mesma agenda política) e deixar que, através deles, somente eu (e não Deus) satisfaça todas as suas necessidades"Considerando que o povo que não tem conscientização política vota mais com a barriga do que com a cabeça, a maioria não resiste a essa tentação (principalmente quando o Bolsa–Família ou outro assistencialismo eleitoreiro é oferecido)!A mesma coisa acontece quando esse mesmo Estado diz aos políticos da bancada evangélica e aos líderes de muitas igrejas: "Tudo isto (cargos com altos salários, concessões de emissoras de rádio e canais de televisão, e mil e uma mordomias) eu te darei se você permitir que eu aprove as minhas políticas (a favor do aborto, do homossexualismo, da perseguição aos cristãos, e da destruição das famílias) e não faça (e nem diga) nada contra o meu governo"Considerando que muitos desses mesmos políticos e líderes estão se vendendo (ou sendo facilmente influenciados) por qualquer coisa, a maioria aceita sem questionar (ainda mais quando vê muito dinheiro à sua frente)!Alguém concorda comigo?

  5. Respondendo ao Bruno Willian,Em 1913, Lênin (ditador socialista) escreveu o "Decálogo", um documento contendo 10 itens que apresentam ações táticas para a tomada do poder. Este documento é a cartilha de como o PT (e outros partidos esquerdistas) realmente agem nos bastidores (qualquer semelhança com os dias de hoje não é mera coincidência)!Vejamos o que diz o tal "Decálogo":1 – Corrompa a juventude e dê a ela total liberdade sexual;2 – Procure se infiltrar nos meios de comunicação de massa, e depois controle todos eles;3 – Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os a promover discussões sobre assuntos sociais;4 – Destrua a confiança do povo em seus líderes. Faça com que eles fiquem com a imagem denegrida perante a opinião pública;5 – Fale sempre sobre democracia e em Estado de Direito; mas assim que puder (e tão logo haja a primeira oportunidade), assuma o poder sem nenhum escrúpulo;6 – Colabore para o esbanjamento do dinheiro público; coloque em descrédito a imagem do País (principalmente no exterior), e provoque o pânico e o caos na população por meio da inflação;7 – Promova greves, mesmo ilegais, nas indústrias vitais do País;8 – Provoque distúrbios sociais e contribua para que as autoridades constituídas não as proíbam;9 – Contribua para a destruição dos valores morais, da honestidade e da crença nas promessas dos governantes. Nossos parlamentares infiltrados nos partidos democráticos devem acusar os não–comunistas, obrigando-os, sem pena de expô-los ao ridículo, a votar somente no que for de interesse da causa socialista;10 – Procure catalogar todos aqueles que possuem armas de fogo, para que elas sejam confiscadas no momento oportuno, fazendo, assim, com que seja impossível oferecer qualquer resistência à nossa causa.Anexo ao mesmo "Decálogo", tem mais um outro documento intitulado "Os 10 princípios da esquerda". Vejamos quais são estes mesmos princípios:1 – Os esquerdistas crêem que não existe moral. Na verdade, os esquerdistas crêem apenas na moral que for favorável a eles mesmos, isto é, "não roubar" vale somente para os outros (mas os esquerdistas podem roubar à vontade para si próprios e para aqueles que os ajudam);2 – Os esquerdistas promovem o anti–convencional, violentam os costumes e preferem a descontinuidade. Não gostam de seguir certas regras diferentes das que eles mesmos criam;3 – Os esquerdistas derrubam tudo que seja pré–estabelecido. São, por natureza, contra todo e qualquer sistema padronizado (que contém princípios já determinados há muito tempo);4 – Os esquerdistas agem com imprudência e irresponsabilidade, não importando quais prejuízos venham a causar aos que estão sob seu comando;5 – Os esquerdistas desejam a uniformidade universal: todo mundo igual (exceto eles, quando estão no poder usufruindo dos privilégios);6 – Os esquerdistas não se impõem limites e acreditam que podem melhorar, aperfeiçoar e acabar com as imperfeições de tudo, inclusive do próprio ser humano. Para fazer uma omelete, é preciso quebrar os ovos (mas eles partem para quebrar todos os ovos, mesmo que não consigam fazer omelete alguma);7 – Os esquerdistas são contra a liberdade e a propriedade privada. Preferem a escravidão, embora a chamem, de maneira sutil, por outros nomes: igualdade, responsabilidade social, justiça social, senso de coletividade, etc;8 – Os esquerdistas impõem coletivismo forçado. Tudo deve ser de todos (mas somente sob controle total do Estado);9 – Os esquerdistas desejam o poder desmedido e a liberação de todas as paixões humanas (marxismo clássico e marxismo cultural);10 – Os esquerdistas não querem estabilidade: pregam a revolução perpétua. Dizem promover a paz, mas são os maiores incentivadores de todas as guerras e lutas armadas.Diante disso tudo que foi mostrado aqui, eu pergunto a todos: alguém ainda tem mais alguma dúvida das reais intenções do governo do PT (e de outros partidos com a mesma agenda política)?

  6. Sob o manto do relativismo, autoridades do protestantismo são apenas instrumentos destinados a preparar o triunfo da anarquia, do comunismo, do socialismo, e de tudo o que é hostil à sociedade. A bandeira da reforma, foi o primeiro passo para os maiores crimes que se vem cometendo contra a humanidade.Cagliostto

  7. "Nem um Pio piou". Instigante isso, não?! Devido ao (mau) caráter do povo brasileiro ("evangélicos", inclusos), Satanás propôs: Se prostrados me adorares dar-vos-ei um fome zero. E, o povo brasileiro (muitos pios, inclusos) disseram: Topamos. Que venha o bolsa-família, o vale-gás, vale camisinha, auxílio reclusão, liberação da maconha, união de pervertidos, vale disso, auxílio daquilo, etc.

  8. É muito sermão sobre dízimos, trízimos, ofertas, ofertas alçadas, meias ungidas, unção do negociador etc.E muito pouco sobre falar a verdade.Muito sobre "não ser cauda mas ser cabeça" e pouco sobre sofrimento, prisão, perseguição, morte, porta estreita e caminho apertado. Depois criticam movimentos como "Eu quero uma Igreja" e pessoas que se reúnem nas casas. Muita vaidade, muita vontade de aparecer, ser visto. Ter os melhores lugares na sinagoga, e nas fotos. Tudo é vaidade.Todos querem ser prósperos, apontam a palavra "prosperou" na Bíblia com orgulho, para "tomar posse" da benção, ou seja, muitos bens. Mas pulam as páginas quando Bíblia indica que "prosperidade" é ter muitos filhos. Aí não. Aí precisamos "trazer à realidade de nossos dias". Que Deus tenha piedade de nossa miséria. A começar pela minha.Como toda essa tristeza, eu louvo a Deus com alegria por nos ter dado Seu Filho Amado.O que seria de nós sem Ele?Obrigado, SENHOR.

  9. Respondendo ao Cláudio Vaz,Hoje existem muitas edificações (a maioria delas) que possuem fachada de igreja, nome de igreja, quase tudo parecido com uma igreja, mas não são igreja. São meros templos da Babilônia comandados por mercenários, embusteiros, enganadores, ilusionistas, milagreiros, mercadejadores da Palavra de Deus, enfim, falsos profetas que sempre se apresentam em público de terno e gravata (ou batina).Quando ligamos a TV nas madrugadas, vemos, nesses mesmos templos, a mesma idolatria que era praticada antigamente (só mudou a forma). Ao invés dos antigos ídolos feitos por mãos humanas, temos outros objetos que são utilizados para o mesmo propósito: água orada, rosa ungida, toalha consagrada, e outras coisas (verdadeiros absurdos que não têm nenhum respaldo bíblico). Como o povo em geral não é biblicamente esclarecido, acaba sendo facilmente manipulado. É como diz a Palavra de Deus:"O Meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento" (Oséias 4:6)"O deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos para que não lhes resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus" (2 Coríntios 4:4)Devido à falta de orientação bíblica, o povo cai na lábia desses mesmos falsos profetas. Só que tanto eles como o povo que os assiste estão cegos. Jesus disse que se um cego guiar outro cego, ambos irão cair na cova (Mateus 15:14)A tática do engano é muito simples: os dirigentes desses templos colocam atrás dos púlpitos alguns palhaços doutrinados para dar ao povo o pão e o circo que desejam (o pão normalmente é a ilusão da prosperidade). Eles até abrem a Bíblia e chegam até a citar alguns versículos (para dar uma aparência cristã). Mas se analisarmos atentamente o conteúdo das pregações, veremos que são meras filosofias baratas. São discursinhos meia–sola, semelhantes às receitas médicas, psicológicas ou de algum cartomante (coisa barata e fútil mesmo). Depois disso, é só acrescentar um pouco de louvor, encontros sociais, rituais, e aí a fórmula estará completa.Comumente, esses templos babilônicos têm suas crenças baseadas nas suas tradições religiosas. Tais tradições, por eles equiparadas às regras bíblicas e que outrora derrubaram o povo de Israel lá no período do Antigo Testamento, são o motivo da queda de muitos hoje em dia. Não é à toa que os antigos doutores das lei haviam criado centenas de regras (as coisas mais loucas e absurdas do mundo!), além daquelas dadas por Moisés séculos antes no monte Sinai (tudo em nome da exaltada tradição religiosa resumida pela frase: "Temos por pai Abraão!").Com o passar dos séculos, novos doutores da lei foram surgindo. Eles, para fazer valer o espírito de seus pais, também adicionaram outras regras e hoje vemos no que a igreja se transformou: um verdadeiro ponto de encontro de diferentes crenças, teologias, filosofias, ensinamentos e religiosidades! Foi justamente por isso que Jesus disse:"Este povo vem a Mim com a sua boca e Me honra com os lábios, mas o seu coração está distante de Mim; e em vão Me adoram, porque ensinam doutrinas que são preceitos de homens" (Mateus 15:8–9)Mas, felizmente, haverá um fim para tudo isto. Jesus vai dar um basta em todos esses enganos (e também naqueles que enganam o Seu povo). A Palavra de Deus garante que a igreja–mãe (Babilônia) e as suas filhas (que são os atuais templos luxuosos, cujos dirigentes não têm tido nenhum compromisso verdadeiro com a obediência à Palavra de Deus) já estão com os dias contados. Leiamos:"Caiu, caiu a grande Babilônia, a qual se tornou abrigo de demônios, e morada de todo espírito imundo, e refúgio de toda ave nojenta e detestável. Pois todas as nações beberam do vinho da ira da sua prostituição, e os reis da terra se prostituíram com ela; e os mercadores da terra se enriqueceram com a abundância de suas delícias. E ouvi outra voz do Céu, que dizia: Sai dela, povo Meu, para que não sejas cúmplice dos seus pecados e para que não recebas as suas pragas" (Apocalipse 18:2–4)

  10. Mais uma vez, sou obrigado a repetir o que eu já comentei em um artigo semelhante a este: todas as ideologias que foram citadas pelo Wellington (marxismo, comunismo, esquerdismo, socialismo e suas variações) têm como objetivos destruir a família, a nação, a fé cristã, a obediência à Palavra de Deus, a moral e os bons costumes. São ideologias criadas pelo diabo.De todas essas ideologias, a principal (e a mais perigosa) é o socialismo (que é o que o governo corrupto de Dilma e os demais partidos esquerdistas querem implantar no Brasil). Como cristãos, nossa obrigação é combater toda e qualquer ideologia que seja contra a Palavra de Deus.Lembro que, há um certo tempo atrás, o nosso amado irmão Júlio Severo, certa vez, publicou aqui neste espaço um excelente artigo denominado "Por que não sou socialista". Este mesmo artigo desmascara as mentiras do socialismo (eis o link de acesso):http://juliosevero.blogspot.com/2010/01/por-que-nao-sou-socialista.htmlDa mesma forma que o Júlio colocou no seu ótimo artigo (o qual eu já tive a felicidade de ler), eu também cito aqui alguns dos meus motivos pessoais por que não sou socialista (e por que o Brasil não pode e nem deve ser governado por um sistema socialista).10 RAZÕES POR QUE NÃO SOU SOCIALISTA (E POR QUE NÃO ACEITO O SOCIALISMO COMO GOVERNO PARA O BRASIL):1 – Não sou socialista porque o socialismo tem suas raízes originadas em sociedades secretas (como a Maçonaria). Muitas dessas mesmas sociedades são adeptas do ocultismo e do satanismo (ou seja, são anti–cristãs);2 – Não sou socialista porque o socialismo corrompe e destrói todos os valores morais e cristãos da sociedade, além de promover e glorificar certas aberrações: homossexualismo, aborto e eutanásia (e tudo que é contra a Palavra de Deus);3 – Não sou socialista porque o socialismo combate Deus, a pátria e a família. Isso sem contar que Karl Marx (o fundador do socialismo) era satanista;4 – Não sou socialista porque o socialismo sempre usa o argumento de que é um sistema criado para atender a vontade de todos (isso para que seja possível somente o proveito de alguns poucos);5 – Não sou socialista porque o socialismo só aceita a cultura política socialista, a qual produz um único padrão de orientação de massas. Este mesmo padrão age não de acordo com o bem coletivo, mas sim com o interesse de quem está no poder. É o chamado pensamento politicamente correto;6 – Não sou socialista porque o socialismo é um totalitarismo disfarçado que deseja moldar o mundo à sua imagem (e à sua ideologia). Diz ser democrático, mas, na verdade, é autoritário (ou seja, não tolera quem se manifeste contra). Todos são obrigados a aceitar as diretrizes socialistas sem questionar;7 – Não sou socialista porque o socialismo produziu o feminismo, que é um movimento subversivo apoiado na luta de sexos para o domínio da classe feminina. A conseqüência é o desequilíbrio e a instabilidade familiar, obrigando homens e mulheres a competirem (ao invés de se complementarem);8 – Não sou socialista porque não compactuo com a mentira. Todos os governos socialistas sempre usam a mentira de defender os interesses do povo somente com o intuito de se auto–promover (e estar sempre no poder). Sem contar que o socialismo procura eliminar impiedosamente todos os seus opositores;9 – Não sou socialista porque não aceito o argumento de que Jesus foi socialista. Jesus nunca Se valeu de Seus milagres para fazer campanha política ou promoção pessoal. É uma blasfêmia dizer que o nosso Salvador foi (ou ainda é) adepto de uma ideologia causadora de mais de 100 milhões de mortes;10 – Enfim, não sou socialista porque não aceito que a Palavra de Deus seja substituída por filosofias ateístas, esquerdistas, subversivas, diabólicas, e anti–cristãs.Que esta minha mensagem sejam divulgada em todas as igrejas (e em todo o país), para que o nosso povo seja conscientizado (e para que muitos não se deixem enganar pelas mentiras do socialismo).

  11. Respondendo ao Bruno Willian, ao Antônio, ao Cláudio Vaz e ao Everaldo:O comentário do Lino retrata fielmente o "modus operandi" do PT e dos demais partidos esquerdistas.Os 2 documentos que o Lino citou no comentário dele (o "Decálogo" e "Os 10 princípios da esquerda") poderiam ser resumidos num só:"COMO ENGANAR O POVO EM TODA ELEIÇÃO PARA PERMANECER SEMPRE NO PODER"Devido à podridão da nossa política, este título está mais do que apropriado!Alguns dos possíveis pontos do mesmo documento seriam estes (vou citar somente 3 a título de ilustração):– Use a mentira durante as campanhas eleitorais. Finja ser a favor da verdade, mas, quando for eleito, mostre suas verdadeiras intenções;Isso ficou bem claro na eleição de Dilma. Na campanha presidencial, ela corria forte risco de não se eleger por ter se manifestado favorável ao aborto. Sabendo que a população brasileira (e o segmento evangélico) são contra o aborto, ela se comprometeu a não legalizar o aborto. Todos acreditaram nessa mentira dela.E o que aconteceu depois? Quando Dilma foi eleita, o aborto anencefálico foi aprovado (contando ainda com uma "mãozinha" do STF)! Não é esta uma prova mais do que evidente de que Dilma mentiu somente com a intuito de estar no poder?– Demonstre sempre ter compaixão pelos pobres e oprimidos. Dê a eles qualquer ajuda (ou assistencialismo) para passar a todos a imagem de humanista perante o público. Com isso, as vitórias nas eleições sempre estarão garantidas.Pra que melhor exemplo de assistencialismo eleitoreiro do que o Bolsa–Família? Tem gente que ainda tem a cara de pau de dizer: "Se o governo me ajuda com o Bolsa–Família, por que eu vou votar contra esse mesmo governo?" É como aquela máxima do antigo Império Romano: "Dai pão e circo ao povo, que o Império sobrevive"– Invente novos termos, para proteger ou favorecer determinados grupos sociais que se sentem injustiçados. Use a mesma linguagem para permanecer sempre no poder.Neste ponto, os homossexuais são os maiores privilegiados. Certos termos são utilizados por eles como forma de "defesa de direitos". Por exemplo: "fundamentalista" é todo aquele que obedece somente à Palavra de Deus (e não tolera o pecado); "homofóbico" é quem se manifesta contra o homossexualismo (ou quem agride ou mata homossexuais); "respeito à diversidade" significa aceitar o homossexualismo como algo normal. No caso do governo, "democracia" significa somente o que for favorável ao partido que estiver no poder (no caso, o PT); "factóide" é qualquer notícia que não deve ser publicada, sob pena de arranhar a imagem do PT (ou de outros partidos esquerdistas); "intriga da oposição" é a explicação dada para todos os erros, desmandos, e mentiras ditas pelo PT durante a campanha eleitoral; "politicamente correto" é o mesmo que dizer que "o PT está sempre certo, e os opositores estão totalmente errados"Eu pergunto a todos daqui: não é exatamente assim que o PT e os demais partidos esquerdistas realmente agem?

  12. Respondendo ao Bruno Willian, ao Antônio e ao Cláudio Vaz,Todos os eleitores (principalmente os cristãos) deveriam investigar a vida pregressa dos candidatos (seja de que partido eles forem), procurar saber o que dizem os estatutos dos partidos aos quais esses mesmos candidatos estão filiados, como eles votam, como atuam no Congresso Nacional, quais ideais defendem, enfim, procurar se informar (e também esclarecer a todos), para que ninguém se deixe enganar pelos muitos lobos em pele de cordeiro que sempre aparecem em todas as eleições.Lembro que tinha um vizinho meu que matava e morria pelo PT e pela esquerda. E era também um defensor ferrenho dos socialistas: Marx, Lênin, Stálin, Fidel Castro, Che Guevara (e outros). E não admitia que ninguém falasse mal deles!Mas bastou eu mostrar alguns vídeos da TV Câmara e da TV Senado (e também algumas reportagens) mostrando como os esquerdistas realmente agem para que esse mesmo vizinho "acordasse". Quando ele finalmente viu a verdade sem nenhum disfarce, ele ficou tão horrorizado que me confessou: "Eu não sabia que esse pessoal (da esquerda) agia assim nos bastidores".Num primeiro momento, ele custou a acreditar no que estava vendo. Mas, como se diz popularmente, "contra fatos, não há argumentos". Ele, finalmente, teve que admitir que tinha sido enganado todo esse tempo. Aí eu aproveitei a deixa e disse a ele: "Jesus disse que o diabo é o pai da mentira (João 8:44). Os esquerdistas agem da mesma forma (exatamente igual ao diabo): fazem mil e uma promessas mentirosas para se elegerem. É somente através da mentira que a esquerda consegue estar no poder (para depois mostrar a sua verdadeira face). Se não fosse pela mentira, os políticos do PT (e de outros partidos com a mesma agenda) jamais seriam eleitos"Diz um ditado popular que "quem vê cara, não vê coração", não é verdade? Quantas promessas de muitos esquerdistas são feitas na nossa frente com um sorriso (mas com as intenções mais perversas escondidas por trás desse mesmo sorriso)?Por isso é que o governo não tem nenhum interesse que o povo tenha conscientização política. É lógico: quanto mais ignorante for o povo, mais esse mesmo povo é facilmente manipulado (até porque a maioria vota mais com a barriga do que com a cabeça em toda eleição). Em outras palavras: o povo politicamente ignorante se torna uma massa de manobra facilmente manipulável nas mãos de quem está no poder. Em virtude disso, não é nenhuma surpresa estarmos sendo governados por uma cambada de corruptos.Tendo um governo totalmente pró–homossexualismo, pró–aborto, anti–família e anti–cristão, que futuro o nosso país terá com um governo corrupto e demoníaco desses no poder?Deixo esta pergunta no ar para alguém responder na primeira oportunidade!

  13. Agradeço as palavras e os ensinamentos do amigo ÉLQUISSON. Agradeço também ao Eliseu e ao George a deferência. Everaldo, as suas "10 RAZÕES POR QUE NÃO SOU SOCIALISTA (E POR QUE NÃO ACEITO O SOCIALISMO COMO GOVERNO PARA O BRASIL)" é um texto excelente. E nos fez lembrar de um dos artigos aqui do blog (por você citado) que mais me marcou: "Por que não sou socialista", onde Julio Severo elenca suas razões (18) para "não aceitar o Estado no lugar de Deus", publicado em 12 de janeiro de 2010. Maravilhoso.Aliás, falando em lembranças, comecei a reler o livro "O Deus do Sexo" de Peter Jones, tradução de Julio Severo. Recomendo fortemente!É, amigos, precisamos permanecer bem informados, vigiando e orando. A última que li hoje na mídia: determinada associação gay pediu ao Itamarati passaporte diplomático.

  14. Amigo Cláudio Vaz,Vendo o seu ponto de vista, sou obrigado, mais uma vez, a repetir um comentário que eu fiz num artigo semelhante a este. Não sei se a minha opinião vai ser muito pertinente (ou muito apropriada) para o que você colocou, mas eu vou dizer exatamente o que eu penso (você ou outra pessoa daqui pode até me corrigir se, por acaso, eu estiver errado).Diz um ditado popular que "o povo tem o governo que merece". Nunca, aqui no Brasil, isso ficou tão evidente, ou melhor, nunca esse mesmo ditado se confirmou de maneira tão clara como nestes últimos anos.Basta fazermos uma análise dos governos de Lula (anterior) e de Dilma (atual). Além de serem do mesmo partido (PT), ambos são rigorosamente iguais em todos os aspectos (já que possuem a mesmíssima agenda política). Senão, vejamos alguns dos pontos que eles têm em comum:– Promoção de políticas de apoio aos "direitos humanos" (leia-se privilégio para os homossexuais e perseguição aos cristãos);– Discriminalização do aborto, já que o aborto é somente um "caso de saúde pública" (ou seja, o aborto, para o governo, não é um crime contra uma vida inocente e indefesa);– Censura à liberdade de imprensa (e ainda dizem, com a maior cara de pau, que vivemos num país democrático!);– Tolerância às religiões afro–descendentes, sob o argumento de que elas fazem parte da nossa cultura, e, como tal, não podem ser discriminadas (como o diabo dessas mesmas religiões se disfarça em anjo de luz, só falta dizer que todas elas são de Deus);– Distribuição de "kits educativos" nas escolas, com a alegação de combater a homofobia (uma forma disfarçada de fazer com que as nossas crianças sejam sutilmente induzidas ao homossexualismo, promovido pelo ex–ministro Fernando Haddad e por toda a corja do governo e dos homossexuais);– Homenagem às "vítimas" do regime militar (ninguém jamais procurou saber o verdadeiro passado de Dilma).Enfim, estas são apenas algumas das muitas semelhanças entre os governos de Lula e o de Dilma (na verdade, o governo de Dilma nada mais é do que a continuação do governo de Lula).E por que o povo, mesmo sabendo disso tudo, ainda assim vota neles? Por uma razão muito simples: recebendo a "ajuda" (Bolsa–Família) do governo, quem é que não quer ser sempre beneficiado pelo mesmo governo de alguma forma?‏ Como disse muito bem o George no comentário dele, tem gente que ainda tem a cara de pau de dizer: "Se o governo é bom (já que ajuda o povo com o Bolsa–Família e outros benefícios), por que votar contra o mesmo governo?" Isso lembra aquela máxima do antigo Império Romano: "Dai pão e circo ao povo, que o império sobrevive".Não tenho nenhum medo de dizer: a nossa política está tão podre e tão corrompida, que nem mesmo os políticos da bancada evangélica não são dignos da nossa confiança (e, muito menos, merecedores do nosso voto).Se o povo tivesse vergonha na cara, não colocaria corruptos no poder em troca de qualquer tipo de assistencialismo. Só que o povo, durante as eleições, vota mais com a emoção do que com a razão (ou melhor, vota mais com a barriga do que com a cabeça). E isso, infelizmente, já criou um ciclo vicioso muito difícil de ser quebrado.Portanto, diante de tudo que foi dito aqui, só dá pra chegar a uma única conclusão: enquanto prevalecer este quadro, ou melhor, enquanto o povo ainda continuar adotando esta mentalidade clientelista (isto é, de só votar em troca de algum tipo de ajuda ou assistencialismo eleitoreiro), o nosso país vai estar sempre sendo governado por corruptos.Que estas palavras sirvam de alerta para que todos, a partir de agora, sejam mais cuidadosos na hora de votar (e não se deixem enganar pelas promessas mentirosas dos muitos lobos em pele de cordeiro que sempre aparecem em todas as eleições)!

  15. Amigo Presbítero Valdomiro,Você discriminou muito bem a agenda política do PT. Agenda que pertence às esquerdas (PSDB incluso) e é fornecida pelas Nações Unidas, um centro irradiador da cultura (ausência/unificação das religiões) e legislação mundialista que são vendidas como benção e recebidas com alegria pelas nações, induzidas pelas mídias locais e pelas ONGs internacionais, cujas contas desconhecemos.Perceba que todos os países do continente sul-americano passam pelo mesmo processo. Isto seria uma coincidência? Olhando mais amplamente, percebemos que os EUA sofrem também com a implementação da mesma agenda. Mais uma coincidência?E a Europa então? Não está errada a afirmação sobre a Europa já ser um único país. Por exemplo, a Inglaterra, pela primeira vez, tem sobre a Coroa um presidente, o Sr Herman Van Rompuy, Presidente da União Européia, reputado como o anticristo (ver “O Pequeno Chifre que se Engrandece” no youtube) e devidamente espinafrado pelo deputado europeu de origem britânica, o Sr. Nicholas Farage: http://www.youtube.com/watch?v=c0QuYI6bK3g. Ora, somente os interessados e os papagaios cegos, é quem não reconhecem que há, no mínimo, uma grande e estranha coincidência no mundo ocidental! E tudo isso vai continuar e piorar.Li hoje que a Terrorista “decidiu” candidatar-se à reeleição. Ela já venceu. Digam o que disserem – e espero estar errado – mas o PT não perde a próxima eleição presidencial. As eleições de 2014 foram vencidas em 2012, com a coincidente (a palavrinha de novo) destruição do Sr Demóstenes Torres que, antes do imbróglio amplamente divulgado, era, atenção, apontado pela mídia como uma possível candidatura oposicionista (mesmo) para presidência. Isso foi o suficiente.Você diz que o povo vota neles, nos petistas. É verdade. E você está certo também sobre “as bolsas” distribuídas para os pobres (ou não) que ficam dependentes, muitos por necessidade, outros por malandragem, criando assim um ciclo vicioso. Mas o povo, coitado, diz o que a TV diz, faz o que a TV manda fazer. Ora, se até os cristãos (sal?) votam neles que dirá “o povo”!!Posso chocar alguns: não acredito muito no voto nem em eleições e não acredito EM NADA na República nem em eleição presidencial. Antes que algum cristão-chique-esquerdista se inflame eu digo, sim, eu acredito na democracia. Não há incoerência aqui.PS:“Porque quem não é contra nós, é por nós” Marcos 9:40Mesmo se, se, não concordo com tudo que o Pastor Silas Malafaia faz não posso deixar de reconhecer e honrar o seu papel de liderança PELO MENOS frente às iniciativas gayzistas do governo federal. Mesmo se, se, não concordo com tudo que o Reinaldo de Azevedo escreve, notadamente seu incompreensível apoio ao “casamento”(?) gay, não posso deixar de reconhecer sua postura corajosa em seus artigos PELO MENOS frente ao incrível engajamento esquerdista da imprensa brasileira (reputada por direitista pela esquerda) e as bizarrices anticristãs que defende.Mesmo se, se, não concordo com tudo que o Deputado Bolsonaro defende, notadamente seu incompreensível apoio ao aborto, não posso deixar de reconhecer sua postura corajosa PELO MENOS frente ao nazigayzismo.

  16. Amigos presbítero Valdomiro e Cláudio Vaz,Para abençoar as suas sábias palavras (e assinar embaixo de tudo o que vocês disseram), eu torno a repetir, mais uma vez, o que eu já postei num comentário feito num artigo semelhante a este: se todos os eleitores do Brasil (inclusive os cristãos) tivessem orado e pedido discernimento a Deus antes de votar, não teríamos no poder um governo pró–homossexualismo, pró–aborto, anti–família e anti–cristão. E nem elegeríamos uma bancada que se diz evangélica, mas que não tem tido nenhum compromisso com a obediência à Palavra de Deus (além de ser omissa no combate ao pecado e conivente com o mesmo governo)!Creio que o problema está não somente em muitos dos políticos que se dizem cristãos (como os da bancada evangélica), mas também de alguns cristãos eleitores que os colocam lá. Alguns desses mesmos eleitores votam somente por votar, influenciados por alguém (tipo "vou votar no irmão da minha igreja, pois foi o pastor quem pediu"), ou sem saber quem realmente é o candidato, que ideais defende, quais compromissos tem, quais interesses visa, enfim, o que realmente fará ao ser eleito.Daí, surgem certos "políticos cristãos" que estão mais preocupados em cuidar de seus negócios particulares (ou dos negócios de suas igrejas) do que em ter um compromisso sério com a obediência à Palavra de Deus e com questões que afetam a sociedade como um todo (especialmente a maioria cristã).Portanto, é necessário que todo o povo e também as igrejas (a católica e a evangélica) sejam politicamente conscientizadas sobre a responsabilidade do voto. Se em toda eleição colocarmos ímpios no poder, estaremos dando carta branca para que o diabo e os demônios ataquem a tudo e a todos (além de promoverem a destruição dos valores morais, familiares, e dos princípios cristãos). Em suma: o que não podemos fazer é perpetuar este ciclo vicioso, ou melhor, não podemos continuar alimentando essa política imoral e anti–cristã que tomou conta do Brasil. Aliás, não só o cenário político, mas, infelizmente, até algumas igrejas evangélicas estão infestadas de falsos cristãos gananciosos e vaidosos que só usam o nome de Deus para seus próprios interesses (ou para suas próprias conveniências).Que este alerta seja amplamente divulgado a todos, para que todos saibam o quanto o voto é importante para decidir o futuro de um país.Um grande abraço,Diácono Elias (Igreja Batista Nova Jerusalém)

  17. Frequentei a ABBA por alguns anos e o que é ensinado lá é uma posição escatológica Pós Milenista , onde a Igreja tem que exercer poder , autoridade , dominio e governo no mundo. Quando tudo mais for conquistado , só então , Cristo retornará!Aliado a essa visão o líder da comunidade , Pio Carvalho , usa de uma interpretação alegórica da Bíblia , isso lhe dá poder de escolher o caminho mais adequado para seus intentos.Saí dessa comunidade assustado com o que via lá e porque jamais concordadria com essas e muitas outras coisas que acontecem por lá! A igreja pos milenista é a igreja que irá aliançar-se com o anti cristo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s