Apesar de protestos em massa contra “casamento” gay, governo socialista da França diz que não vai ceder

Apesar de protestos em massa contra “casamento” gay, governo socialista da França diz que não vai ceder

Julio Severo
Centenas de milhares de pessoas se aglomeraram domingo passado nas ruas de Paris e outras cidades da França para protestar contra o “casamento gay”, uma das principais bandeiras do presidente socialista François Hollande.
Crianças protestam contra “casamento” gay, mas governo socialista francês
está determinado a não dar ouvidos à voz do povo

O argumento dos manifestantes era que a maioria dos franceses não deseja abolir a família tradicional legitimando como “casamento” uniões sexuais contra a natureza. Mas o governo socialista pensa diferente. Se a maioria do povo francês votou nos socialistas, é porque querem que os socialistas refaçam a família conforme sua imagem e semelhança.

Christiane Taubira, ministra da Justiça, deixou claro que o governo não vai recuar, muito menos ceder aos protestos.
Os socialistas que estão agora no governo da França não aceitam justificativas para as queixas dos franceses. Se o povo não queria “casamento” gay, não deveria ter votado nos socialistas, que haviam deixado muito claro que legalizariam tal “casamento”.
Apesar de um discurso vazio de respeito ao povo, os socialistas só entendem a linguagem das urnas. Quando eleitos, entendem que receberam carta branca para realizar todo tipo de mudanças que quiserem na sociedade, quer o povo goste ou não.
Agora, parece tarde demais para o povo francês dizer ao governo escolhido pela maioria dos franceses que nenhuma união homossexual pode representar casamento ou algo bom.
Se quiserem falar e ser ouvidos, os franceses deverão aguardar a próxima eleição, para enxotarem os canalhas do governo ou novamente serem enganados por eles.
Com informações do site homossexual A Capa.
Leitura recomendada:

4 comentários sobre “Apesar de protestos em massa contra “casamento” gay, governo socialista da França diz que não vai ceder

  1. "Quando eleitos, entendem que receberam carta branca para realizar todo tipo de mudanças que quiserem na sociedade, quer o povo goste ou não".É DITADURA OU NÃO É? Não é o respeito à Constituição e ao direito de crença que vale, mas a imposição fria e solerte desses bandos de autoritários e criminosos gayzistas, comandandos por não menos criminosos socialistas.E ainda reclamavam das ditaduras direitistas. É de dar nojo dessa gentalha! Hipócritas!

  2. O que está acontecendo na França não difere em nada do que acontece aqui no Brasil. O governo pró–aborto, pró–homossexualismo, anti–família e anti–cristão do PT age da mesma forma que o governo socialista francês: quer destruir a família, a moral e todos os bons princípios.Só para relembrar: o STF aprovou o casamento homossexual e o aborto anencefálico (ou seja, passou por cima da Constituição). E um detalhe: isso aconteceu depois que Dilma foi eleita! Seria é mera coincidência (ou algo já planejado há algum tempo)?Eu perguntaria mais: desde quando algum socialista já ouviu a voz do povo?É isso o que dá votar em partidos esquerdistas, marxistas, comunistas e socialistas (como o PT e outros com a mesma agenda política): é eleger o diabo como mandante dos destinos da nação (e colocar esta mesma nação a caminho do inferno)!Alguém concorda comigo?

  3. Enquanto acontecia essa marcha pela santidade e correção no comportamento familiar, vadias feministas tiravam as roupas na praça da Santa Sé no Vaticano. Não há mesmo que transigir com o esquerdismo e todas suas vertentes do inferno. "Diante da verdade não temos medo de ninguém!" São João Bosco

  4. No episódio da tentação no deserto, o diabo, ousadamente, ofereceu todos os reinos do mundo (e suas riquezas) a Jesus, dizendo: "Tudo isto eu Te darei, se, prostrado, me adorares" (Mateus 4:9). Mas Jesus rebateu com firmeza todas as investidas do diabo ao dizer: "Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e somente a Ele servirás" (Mateus 4:10)O que esse episódio bíblico tem a ver com o fato de muitos que se dizem cristãos estarem votando no PT (e também em outros partidos com a mesma agenda política)?Tudo a ver!Vejamos:O Estado marxista–comunista–esquerdista–socialista (aqui representado pelo governo corrupto do PT) age igual ao diabo quando propõe ao povo: "Tudo isto (saúde, moradia, educação, empregos, segurança, e outros benefícios) eu te darei se você eleger os meus representantes (do PT e de outros partidos com a mesma agenda política) e deixar que, através deles, somente eu (e não Deus) satisfaça todas as suas necessidades"Considerando que o povo que não tem conscientização política vota mais com a barriga do que com a cabeça, a maioria não resiste a essa tentação (principalmente quando o Bolsa–Família ou outro assistencialismo eleitoreiro é oferecido)!A mesma coisa acontece quando esse mesmo Estado diz aos políticos da bancada evangélica: "Tudo isto (cargos com altos salários, concessões de emissoras de rádio e canais de televisão, e mil e uma mordomias) eu te darei se você permitir que eu aprove as minhas políticas (a favor do aborto, do homossexualismo, da perseguição aos cristãos, e da destruição das famílias) e não faça (e nem diga) nada contra o meu governo"Considerando que muitos desses mesmos políticos estão se vendendo (ou sendo facilmente influenciados) por qualquer coisa, a maioria aceita sem questionar (ainda mais quando vê muito dinheiro à sua frente)!Será que eu estou certo? Gostaria de saber as opiniões de todos daqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s