Pastor que orou por Obama na sua posse diz: todos os brancos vão para o inferno

Pastor que orou por Obama na sua posse diz: todos os brancos vão para o inferno

Julio Severo
Todas as pessoas brancas vão para o inferno, declarou o Rev. Joseph Lowery, pastor batista negro que atuou junto com o Rev. Martin Luther King. Sua declaração foi feita a uma audiência de apoio eleitoral a Obama em 27 de outubro na Geórgia, EUA.
Lowery, que deu a bênção oficial na posse do presidente Barack Obama em janeiro de 2009, disse à audiência composta de 300 negros americanos “que quando ele era um jovem militante, ele costumava dizer que todos os brancos estavam indo para o inferno. Mais tarde ele suavizou o discurso e passou a dizer que a maioria dos brancos estava destinada ao inferno. Agora, disse ele, ele voltou ao que era antes”, de acordo com uma reportagem de 31 de outubro no jornal Monroe County Reporter.
Rev. Joseph Lowery, à direita, fazendo a invocação de “bênção” na posse de Obama em 2009

Embora Lowery seja reverenciado como líder de direitos civis, durante os últimos quase 40 anos ele ficou famoso por sua retórica inflamatória e por abraçar causas radicais, tais como apoiar o terrorista muçulmano Yasser Arafat e guerrilheiros comunistas.

Ele não é o único pastor negro radical nos EUA. Há também o Rev. Jesse Jackson, que é antigo amigo do PT no Brasil e recentemente declarou que casaria homossexuais. Tal qual Lowery, Jackson também lutou ao lado do Rev. Martin Luther King. (Coincidentemente, outro que lutou ao lado dele foi o Rev. William Sloane Coffin, pastor presbiteriano que se tornou “campeão dos direitos gays”.)
De acordo com o Rev. Lowery, é racismo não votar por Obama e toda a sua carga de marxismo.
O que me intriga é: como ele reagiria diante de um branco tão radical quanto ele? Entre os brancos, provavelmente o tipo que mais se aproxima do pastor batista inflamado é o extremista da Ku Klux Klan.
Se um pastor branco dissesse que todos os negros vão para o inferno, Lowery deixaria de fazer uma denúncia por racismo? Ele deixaria de exigir punição para o responsável?
Nos EUA parece estar nascendo um tipo radical e protegido de racismo, e está vindo diretamente dos púlpitos progressistas.
Leitura recomendada:

11 comentários sobre “Pastor que orou por Obama na sua posse diz: todos os brancos vão para o inferno

  1. “Nos EUA parece estar nascendo um tipo radical e protegido de racismo, e está vindo diretamente dos púlpitos progressistas.” … Essa frase define bem.Irmão Julio,Além de eles estarem fazendo isso para que suas igrejas e seus bolsos fiquem cheios, existe algo maior por trás disso tudo? Se sim, qual seria o objetivo maior por trás desse movimento?

  2. Recomendação aos cristãos do mundo todo: orem bastante para que Obama seja varrido da presidência dos Estados Unidos.Romney pode não ser muito melhor do que Obama, mas ao menos dará uma trégua no ataque incessante que Hussein Obama vem empreendendo contra o Cristianismo.Não se pode ingorar o poder da oração, pedindo a Deus qeu toque o coração dos americanos para que eles evitem que uma tragédia ainda maior se abata sobre seu país e sobre o mundo, dada a importância dos EUA para o mundo.Em uma pesquisa publicada nessa semana, o único país em que Romney derrotaria Hussein Obama, além dos Estados Unidos, seria Israel, pois os israelenses sabem o que está em jogo e como sua situação piorou depois da "primavera árabe" apoiada por Hussein Obama em parceria com os governos islamistas do Golfo Pérsico.Talvez o furação Sandy tenha sido um aviso de Deus para que os americanos se deem conta do futuro que os aguarda sob o governo de uma cria das trevas como Obama, um frankstein comunista e islamista ao mesmo tempo, em luta permanente contra Jesus Cristo, contra os cristãos e contra os povo de Israel.

  3. 1. Sinceramente, acho que não deve ser nada fácil viver em uma sociedade onde pessoas comuns que apenas querem cuidar de suas vidas sejam ameaçadas o tempo todo por palavras e atitudes racistas, por uma maioria impiedosa e arrogante. Espero que esse líder se recupere, reveja seus conceitos (e suas amizades…), a fim de poder ser útil ao Evangelho. 2. Frases iguais a essas evidenciam contaminação pela mesma impiedade, contra a qual deve ter lutado a vida toda. Discursos como esse sempre atingem pessoas que não podem se defender e ou que estão alheias a esse ativismo covarde e insano. 3. O crime de desvio de verbas públicas e o de racismo deveriam ser inafiançáveis, e jamais prescreverem. Ambos (o bandido de colarinho branco e o maldito racista) deveriam ser marcados na testa: com a marca dos bestas.4. Devem ir para a prisão, sem direito a progressão de pena, submetidos a trabalhos forçados para ocupar suas mentes vazias e vida de ativismo inglório. E, ainda, indenizar suas vítimas e serem multados pelo Estado por atentado grave contra a justiça e a paz social. 5. Lá, atrás das grades, caso rejeitassem a graça divina que deve ser oferecida a todos indistintamente, que permanessem sós até serem lançados no Inferno, onde certamente todos são iguais… a eles. Proscritos para sempre.Abraço fraterno,.Paulo Ceroll

  4. "Pastor que orou por Obama na sua posse diz: todos os brancos vão para o inferno".Dá pra ter noção e vê porque o Obama não se converteu ao Evangelho de Jesus Cristo e a fé cristã tendo um pastor que nutre dentro de si um ódio, mágoa, ressentimento de si mesmo porque o "próprio" não se aceita ter nascido com a própria cor que tem essa que a verdade não se dá valor a si mesmo ele está ainda mau resolvido com sua cor de pele sim ele nutre ainda dentro dele um sentimento de inferioridade. E agora na concepção do seu "sentimento" ele acha que toda pessoa branca tem preconceito com a pessoa negra a generalização algo mais burro não é inteligente pior de tudo ele dizer que toda a pessoa que é da cor branca já tem passaporte para o inferno pelo amor de Deus ainda abre a boca para falar uma BOBAGEM dessa e fermentar o seu próprio preconceito no meio das pessoas é lamentável.Mais uma vez volto a repitir a pessoa negra, parda, índío, muito deles não se valorizam e nem se aceitam eles ainda vivem escravos do fantasma do preconceito que aconteceu séculos atrás.Quem se ama de verdade se aceita como é não precisa ficar provando, provocando, acusando as outras pessoas usando o "passado" isso tudo na verdade é forma de protesto ao contrário eles querem ser aceitos da forma pior possível usando que essa "ideologia racial" só fez as pessoas a ficarem mais intolerantes e rancorosas.Ester!!!!

  5. Um leitor, que não quis se apresentar com uma identificação válida e verificável, expôs cobranças e uma opinião de que a revolta do pastor negro se deve ao preconceito sofrido no passado e à escravidão. Se isso fosse justificável, ele precisaria incluir na lista de ódio dele as seguintes populações:1. Os próprios africanos. No auge da escravidão, negros aprisionavam negros para vendê-los à escravidão. Esses negros escravizadores viam suas vítimas igualmente negras como inferiores. Eles capturavam esses negros “inferiores” e os vendiam aos mercadores, na grande maioria islâmicos.2. Ainda hoje, a escravidão persiste em várias nações da África. Essa escravidão existia antes da chegada do homem branco. Mesmo depois que a escravidão foi abolida, pelo homem branco, a África continuou escravizando.3. Durante séculos, o Norte da África era um conhecido território de pirataria. Piratas muçulmanos negros sequestravam navios brancos ou mesmo invadiam o sul da Europa para capturar brancos para a escravidão. Era negro escravizando branco. Centenas de milhares de brancos foram escravizados assim. Portanto, dizer que apenas branco escravizava negro não tem base histórica. Na verdade, antes da chegada do branco na África, negro já escravizava negro e desprezava outros negros. Antes da chegada do negro na América, branco escravizava branco. Portanto, se o pastor batista quiser odiar na base da escravidão, ele terá de odiar brancos, porque no passado eles escravizavam brancos e depois negros.Ele terá de odiar negros, pois no passado negros escravizavam negros.Ele terá de odiar negros, pois antes da chegada do homem branco na África, negro escravizava negros e inferiorizava outros negros.Ele terá de odiar ainda mais os negros, pois até hoje em vários lugares da África negros continuam escravizando e inferiorizando outros negros.Para informações mais detalhadas:http://juliosevero.blogspot.com/2006/01/fatos-curiosos-e-pouco-conhecidos.html

  6. 1. “A opressão endoidece até ao sábio” (Eclesiates 7.7a). Talvez explique, mas não justifica.2. A verdade nua e crua sobre a escravidão deveria ser exposta já no ensino fundamental, época em que as crianças estão abertas ao conhecimento que influenciará na formação de seu caráter e visão de mundo. Época em que convivem naturalmente com pessoas diferentes, sem preconceitos.3. Estou convencido de que a abordagem superficial e (por vezes) equivocada desse tema nos livros escolares sejam responsáveis pela perpetuação de conflitos raciais. E isso nada tem a haver com autoestima, como sugeriu a internauta Ester. “Um país se faz com homens e livros” – mas os homens não são bons (Marcos 7.20-23); e nem todo livro tem compromisso com a verdade histórica. 4. Nunca ouvi nenhum homem branco adulto cogitar a possibilidade histórica de ser descendente dos “milhares de brancos escravizados” que perambularam pela Europa e pela África, ao longo dos séculos! 5. Também, nunca ouvi um homem negro dizer que descende de algum mercador negro livre (muçulmano escravocrata ou não) que migrou para o novo continente para fazer a vida! Isso é possível não é? 6. Há livros “oficiais” que dão a entender que todos os brancos descendem de colonizadores brancos europeus – livres, bem intencionados, empreendedores; e que os negros foram trazidos da África para trabalhar, como se o continente africano produzisse escravos. Isso é informação que se preze? Isso é verdade absoluta? 7. E não é só. É sabido que, durante o auge do tráfico de escravos entre a Europa e a América, a religião oficial participou dessa mentira. Mas, não foi a única. Esse reverendo é mais um, ao longo da história. 8. A educação é o segredo para alterar esse quadro. “Certamente que os homens de classe baixa são vaidade, e os homens de ordem elevada são mentira; pesados em balanças, eles juntos são mais leves do que a vaidade.” (Salmos 62.9). Abraço fraterno,Paulo Ceroll.

  7. Paulo CerolNo seu primeiro comentário, você fala dos EUA como se a maioria dos brancos de lá desprezassem e odiassem os negros, o que é uma inverdade absurda. Algumas décadas atrás, em alguns estados, havia opressão contra os negros na forma de leis que os impediam de freqüentar os mesmos ambientes que os brancos. Ocorre que essas leis não existem a muito tempo, e o movimento negro continua vivendo nesse passado (talvez porque fingir que vivem nessa passado lhes dá poder político).Tal como as feministas fazem com as estatísticas, os ativistas negros atribuiem a uma suposta discriminação toda divergência estatística entre a população negra e as outras populações. Assim, um ativista negro se sente na posição de acusar qualquer branco (desde que isso lhe seja politicamente conveniente) de racista, jogando na sua cara estatísticas que não provam racismo nenhum. Minha avó era uma professora negra e meu avô branco muito claro (e nordestinos), meu pai "pardo" (segundo o seu RG) e jamais percebi a menor evidência de racismo contra ele nem contra meus tios (de cores bastante variadas, como se pode imaginar). Não me passa pela cabeça que a cor da pele posso ser fator preponderante para o sucesso ou insucesso de quem quer que seja nos dias de hoje. Nas empresas onde trabalhei, se já ví manifestações de racismo, foram muito mais contra japoneses e judeus (ou até mesmo contra nordestinos). Mas nunca vi quem quer que seja ser prejudicado na sua carreira por causa de questões raciais.Vou mais longe. Diria que esse discurso louco da militância impede que se enxergue os verdadeiros mecanismos pelos quais certas populações ficam em situação econômica desfavorecida. Além de ser um discurso difamatório, que acusa centenas de milhões de brancos que jamais fizeram nada contra os negros, é um discurso mascarado, que gente que tem objetivos de poder, mas finge ter como objetivo "eliminar o racismo". Supremacistas brancos são um grupo extrmamente minoritário, certamente muito menor que um centésimo de milésimo da população, e usa-los como desculpa para culpar todos os brancos é claramente um truque vil, e é crime de difamação. E difamadores deveriam ir para a cadeia. Não tenho nenhuma paciência com mistificadores.

  8. 1. Julio Severo, essa palavra usada por mim "maioria dos brancos" foi pessimamente colocada.Desmoronou, acabou com tudo que tinha a intenção de dizer. Desculpe. "Se alguém não tropeça em palavra, esse é homem perfeito, e capaz de refrear também todo o corpo".2. Torço para que haja ativistas honestos e realmente comprometidos com a verdade dos fatos na luta em favor dos menos favorecidos. 3. Nada mudou,Abraço fraternoPaulo Ceroll.

  9. Foi Deus quem disse a este senhor que "todo" branco vai pro inferno?Como ele tem certeza disso?Quer dizer que um ladrão, sendo ele negro, sobe direto, mas um pastor honesto, sendo branco, vai descer de elevador, até os braços do diabo? Olha, se o pensamento dele é este, acho melhor ele tomar um banho de água oxigenada, para poder ludibriar o capeta…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s