Ted Haggard, líder evangélico que caiu em desonra, apoia “casamento” gay

Ted Haggard, líder evangélico que caiu em desonra, apoia “casamento” gay

Ben Johnson
COLORADO SPRINGS, EUA, 22 de outubro de 2012, (LifeSiteNews.com) — Ted Haggard, o líder de megaigreja cujos flertes com um homossexual prostituto o derrubaram da liderança de sua igreja em 2006, está agora apoiando o “casamento” gay.
Ted Haggard

“Não acho que o Estado tenha algum papel ditando ou ordenando” a moralidade, disse ele. “Embora nos oponhamos a isso em nossas igrejas, o Estado deve permitir [cerimônias de “casamento” homossexual]”.

Haggard, que fundou a Igreja New Life (Nova Vida) de 14 mil membros em Colorado Springs, foi presidente da Associação Nacional de Evangélicos (ANE) até confessar que havia dado dinheiro ao homossexual prostituto Mike Jones em troca de sexo, usou metanfetamina e viu pornografia que mostrava homens e mulheres em 2006.
Haggard fez sua declaração na segunda-feira passada num debate com Benjamin Hecht, um rabino judeu ortodoxo que se opõe à redefinição do casamento. Hecht disse que os mandamentos de Deus também nos ajudam a “entender profundamente a ordem social” e a identificar a família nuclear como “bloco de construção da sociedade”.
No ano passado, Haggard disse para a revista GQ que ele se autoidenficaria como “bissexual”, mas tem a intenção de permanecer fiel à sua esposa. “Tenho 54 anos, tenho filhos e um sistema de convicção, e posso ter limites reforçados em minha vida”, disse ele. “Posso ser quem sou e ter sexo exclusivamente com minha espoa e me satisfazer completamente”.
Nessa mesma entrevista ele disse que se opunha ao “casamento” gay, mas apoiou a concessão de benefícios para a parceria doméstica gay.
Em 2010, ele lançou a Igreja de St. James, que ele diz acolhe homossexuais. Haggard disse que ao lançar a igreja em 2010 que ele não realizará os “casamentos”, pois o “plano ideal de Deus para o casamento é a união de um homem e uma mulher”.
“O ideal de Deus é que todos nós controlemos nosso peso”, acrescentou ele.
Traduzido por Julio Severo do artigo de LifeSiteNews: Disgraced evangelical leader Ted Haggard supports same-sex “marriage”
Leitura recomendada:

3 comentários sobre “Ted Haggard, líder evangélico que caiu em desonra, apoia “casamento” gay

  1. Um certo pregador, uma vez, disse uma coisa muito certa:"Ou a Bíblia me afasta do pecado, ou o pecado me afastará da Bíblia"Em outras palavras: ou o pessoa se arrepende verdadeiramente de seus pecados (e passa a obedecer à Palavra de Deus), ou essa mesma pessoa dará ouvidos ao diabo e viverá somente no pecado (desprezando a Palavra de Deus).A obrigação de todo e qualquer cristão é viver em santidade neste mundo de pecado. Foi justamente por isso que o apóstolo Paulo disse:"Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição" (1 Tessalonicenses 4:3)"Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação" (1 Tessalonicenses 4:7)Nos dias de hoje, é praticamente impossível achar alguém 100% santo. Mesmo assim, temos que nos esforçar ao máximo no sentido de não pecar. Tanto que o apóstolo Tiago escreveu algo apropriado nesse sentido:Tiago 1:12–1712 Bem–aventurado o varão que suporta a tentação; pois quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido para aqueles que O amam. 13 Ninguém, quando for tentado, diga: De Deus eu sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e Ele mesmo não tenta a ninguém. 14 Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. 15 Depois, a concupiscência, tendo concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, produz a morte.16 Não erreis, meus amados irmãos.17 Toda boa dádiva e todo dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança e nem sombra de variação.Será que o pastor Ted Haggard está esquecido disso?Uma coisa é certa: esse pastor está a caminho do inferno se não se arrepender verdadeiramente antes da morte (ou antes da volta de Jesus). E um detalhe: ele já tinha conhecido a verdade. Mas se ele se desviou deliberadamente, ele desprezou o sacrifício que Jesus fez no Calvário por ele. É como diz a Bíblia:Hebreus 10:26–3126 Pois se pecarmos voluntariamente, depois de já termos recebido o conhecimento da verdade, já não haverá mais sacrifício pelos pecados, 27 Mas uma certa expectativa horrível de juízo e ardor de fogo, que há de devorar os adversários. 28 Quebrantando alguém a lei de Moisés, morre sem misericórdia, só pela palavra de duas ou três testemunhas. 28 De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça? 30 Pois bem conhecemos Aquele que disse: Minha é a vingança, Eu darei a recompensa, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o Seu povo. 31 Coisa horrível é cair nas mãos do Deus vivo.Tomara que o pastor Ted Haggard se converta verdadeiramente antes que seja eternamente tarde demais!

  2. Dá é nojo da pratica e da pessoa que conhece a verdade e tem a coragem de dizer que é bissexual*homossexual, claro né? Bi é só fachada).Vontade de vomitar é muito grande, Deus que me livre…

  3. O argumento dele é uma falácia comumente afirmada por gente cafajeste que quer jogar a favor da gaystapo sem dizer que está fazendo esse jogo sujo.Ele fala do estado "permitir a cerimônia". Bom, desde a fundação dos EUA, a constituição americana não proibe cerimonio alguma. O que a gaystapo quer é que o estado obrigue as pessoas a reconhecerem tal cerimôni como se fosse um casamento, o que é absurdo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s