Mídia ocidental está escondendo fatos sobre banda de rock que profanou catedral russa

Mídia ocidental está escondendo fatos sobre banda de rock que profanou catedral russa

Matthew Cullinan Hoffman
(**** AVISO: Esta matéria contém informações explícitas. Fica a critério do leitor continuar a leitura***)
(LifeSiteNews.com) — A banda de punk rock russa “Pussy Riot”, que no momento está sendo julgada por profanar a Catedral de Cristo o Salvador de Moscou, está sendo elevada pelas elites e mídia ocidentais à condição de símbolo de direitos humanos.
A revista esquerdista Time descreve o julgamento como “Um Tribunal Ridículo Lança Caça às Bruxas”, enquanto o jornal Guardian da Inglaterra cita apoiadores que compararam Nadezhda Tolokonnikova, líder da banda, a Simone de Beauvoir. O governo de Obama diz que está “profundamente preocupado” com o que chama de uma “perseguição politicamente motivada”, e a Anistia Internacional, uma organização pró-aborto de direitos humanos, afirma que o trio são “prisioneiras de consciência”. Madonna Ciccone e outras celebridades e estrelas pop dos EUA caracterizaram as jovens de “heroínas” e estão exigindo a soltura delas.
Contudo, essas mesmas fontes estão dando uma versão muito truncada do que o trio de moças realmente fez quando entraram na igreja mais venerada da Rússia, pelo que as integrantes da banda afirmaram foi meramente um protesto político contra o governo de Vladimir Putin, presidente da Rússia.
As três mulheres, todas na faixa dos vinte anos, estão sendo processadas por invadirem o espaço mais sagrado da catedral, o santuário que contém o altar, onde dançaram dando pontapés no ar, cantaram uma música carregada de palavrões e adorando a Deus de forma debochada. Um vídeo das palhaçadas delas, com uma tradução da letra em inglês, está aqui (aviso: conteúdo ofensivo).
Os relatos da mídia ocidental tipicamente citam apenas uma frase da música que o trio cantou, “Santa Maria, virgem, expulse Putin”, dando a impressão de que a música nada mais era do que um protesto contra o líder russo. Contudo, uma tradução em inglês das letras todas obtidas por LifeSiteNews.com indica que as moças tinham em mente muito mais do que apenas políticas eleitorais.
Pussy Riot: palavrões e sacrilégio em catedral da Rússia

Além de zombarem da adoração dos ortodoxos, as moças ridicularizaram as “vestes pretas e ombreiras douradas” do clero ortodoxo, e zombaram dos paroquianos que se ajoelhavam no chão. Elas então deram uma alfinetada na defesa que a Igreja Ortodoxa faz da moralidade pública, declarando: “O fantasma da liberdade está no céu, o orgulho gay foi enviado para a Sibéria em cadeias”.

“O diretor da KGB é seu santo chefe”, continuam as moças, em referência à posição de Putin no passado sob o regime soviético.
Elas então cantam uma estrofe associando o sagrado com fezes, depois uma estrofe opondo-se ao que elas enxergam como apoio de líderes ortodoxos ao governo de Putin, então outra declarando: “Patriarca Gundyaev crê em Putin”, acrescentando “Putas, é melhor crerem em Deus”.

A verdade pouco conhecida dos “protestos” obscenos de Pussy Riot

Outro aspecto do caso que a mídia ocidental tem deixado praticamente de fora de suas reportagens é a ligação de Pussy Riot e suas integrantes com exibições obscenas planejadas para provocar insulto e indignação moral.
Em 2008, as integrantes da banda entraram no Museu de Biologia de Moscou a fim de se engajarem num protesto de “rito de fertilidade” contra a eleição de Dmitry Medvedev como o presidente da Rússia. Nadezhda Tolokonnikova, integrante de Pussy Riot, e seu marido tiraram as próprias roupas e fizeram sexo diante de todo o público que estava no museu, enquanto outros tiravam fotos do incidente e as postaram na internet.
Maria Alekhina, outra integrante, divulgou um vídeo da banda em que ela entra num supermercado e se masturba usando a pata de uma galinha, de acordo com um artigo atipicamente franco da Associated Press. Em outro sensacionalismo recente, a banda pendurou o desenho de um pênis imenso numa ponte levadiça de São Petersburgo, a AP relata no mesmo artigo.
As recentes manifestações da banda com provocações planejadas contra as sensibilidades religiosas e morais dos russos criaram acerca da banda na Rússia uma impressão que difere dramaticamente da retratação favorável produzida para os consumidores ocidentais.
Enquanto as estrelas da cultura pop e as elites midiáticas dos EUA andam fazendo bajulações pelo trio na prisão, os astros russos estão com nojo de se associarem com a causa delas, inclusive as duas maiores estrelas do rock na Rússia, Zemfira e Mumiy Troll. Alguns, como a famosa cantora Elena Vaenga, chegaram a denunciá-las publicamente, declarando: “Eu pessoalmente farei um brinde à saúde do juiz que sentenciá-las a algum tempo de cadeia”.
Até mesmo o simpático jornalista russo Michael Idov admite num artigo recente para o jornal esquerdista New York Times que “na cidade natal delas, as opiniões sobre Pussy Riot são, na melhor das hipóteses, mistas. Até mesmos a reação dos esquerdistas tem envolvido linguagem como ‘Deviam soltar essas galinhas, mas não sem uma chinelada no traseiro’”.

Perseguição religiosa de esquerdistas russos?

Alexander Shchipkov, presidente do Clube dos Jornalistas Cristãos Ortodoxos, ao qual a Voz da Rússia caracteriza como “um proeminente blogueiro que teve de pagar um alto preço por suas convicções religiosas nos tempos soviéticos”, acha que o “protesto” da banda na catedral foi “um ato terrorista frio e desumano”.
“As pessoas que estão defendendo Pussy Riot querem que a Igreja Ortodoxa adote um sistema secular de valores — relativismo moral, ecumenismo, ideias politicamente corretas e outras normas de uma sociedade de consumo. A Igreja Ortodoxa jamais concordará com esse tipo de ‘Reforma secular’”, acrescentou Shchipkov, de acordo com a Voz da Rússia.
O Dr. Igor Beloborodov, diretor do Instituto de Pesquisa Demográfica da Rússia, disse para LifeSiteNews numa entrevista por email que Pussy Riot tem “repetidamente insultado os sentimentos dos cristãos” na Rússia, e está ativamente engajada na promoção de uma agenda antifamília e anticristã.
“Poucas pessoas sabem que as ações agressivas delas ocorreram sob slogans dos grupos LGBT”, escreveu Beloborodov. “Elas têm declarado frequentemente em seus comentários que essas ações são dirigidas não apenas contra a Igreja Ortodoxa e contra os cristãos ortodoxos, mas também em solidariedade às minorias sexuais, que na opinião delas, não têm o apoio das autoridades russas”.
“Elas escolheram a Igreja Ortodoxa como alvo de ataque, pois os padres ortodoxos estão ativamente apoiando a família tradicional e dizendo a verdade sobre a homossexualidade”, continuou ele. “Obviamente, na propagação da ‘cultura da morte’ essa banda e todas as ações de suas integrantes são um projeto social muito bem planejado para desacreditar a Igreja Ortodoxa e a destruição da família natural”.
“É por isso que hoje os grupos anticristãos de pressão política estão fazendo gastos enormes a fim de apresentar essa banda como ‘mártires’. Aliás, estamos lidando com perigosas ‘terroristas’ que estão lutando contra a moralidade, contra a sociedade, contra as igrejas e contra nossos filhos”, acrescentou ele.

11 comentários sobre “Mídia ocidental está escondendo fatos sobre banda de rock que profanou catedral russa

  1. A verdadeira igreja de Cristo (pois existe a falsa), é o último baluarte contra os socialistas Fabianos (comandados pelas elites Ocidentais) os comunistas marxistas e o islamismo. Não há nada mais para atacar e derrubar senão a verdadeira Igreja.

  2. Os esquerdistas liberais e a gayzarada fazem um estrago no templo sagrado dos católicos, e me aparece "alguém" revoltado com outras denominções…Hunf, vá entender certas pessoas.Amigo anônimo, dificilmente aqui irão aceitar provocações entre cristãos. Temos que nos unir nesta batalha injusta contra o cristianismo, não ficarmos nos unhando, isto só reforça as armadilhas do inimigo.

  3. Não lestes o artigo sr. Fabiano?!Tu é que não entendeu nada!Primeiramente o insulto, tratado neste artigo, não foi numa igreja católica e sim Ortodoxa russa. Em segundo, não se trata de revolta contra outras denominações, como vesgamente tu dizes; e sim sobre Mateus 25.1-13.Eh sr. Fabiano, desse jeito fica difícil haver união entre cristãos, eis que um dos requisitos é ter, também, massa encefálica.

  4. Torno a repetir o que eu já disse em um comentário feito num artigo anterior: antes de me converter a Jesus (congrego atualmente na Igreja do Evangelho Quadrangular), eu já fui baixista de uma banda de rock.Naquela época, eu curtia todo tipo de banda de rock (principalmente heavy metal): AC/DC, Antrax, Iron Maiden, Metallica, Motorhead, Kiss, Led Zeppelin, Helloween, Judas Priest, Motley Crue, Twisted Sister, Viper, Venom (entre outras). Enfim, eu era um adepto do heavy metal. Eu vivia rock 24 horas por dia.Um dia, ao ver, por um mero acaso, a tradução de um dos rocks do Venom, fiquei chocado com o conteúdo. Para que ninguém daqui não tenha nenhuma dúvida disso, vejam o que alguns trechos da letra de "Possessed" ("Possuído") diz:I am possessed by all that is evil(eu sou possuído por tudo que é mal)The death of your God I demand!(a morte do seu Deus eu exijo!)I spit at the virgin you worship(eu cuspo na virgem que você adora)And I sit at left of lord Satan(e eu sento à esquerda do senhor Satanás)Satan is my master incarnate(Satanás é meu mestre encarnado)Praised is my unholy host(louvado seja meu profano anfitrião)Ou seja, eu fazia, através do rock, uma adoração ao diabo sem saber (até porque eu não entendia nada de inglês)! Quando eu descobri a verdade, eu abandonei o rock em definitivo! E me entreguei de corpo e alma a Jesus! Já tenho mais de 15 anos de convertido.Hoje, eu uso a música para louvar a Jesus (toco violão na igreja). E uma das minhas preferidas é o Hino 186 da Harpa Cristã. Eis o que diz este mesmo hino (certamente todos devem conhecer):1. Pela fé que uma vez me foi dada,Pra seguir o Cordeiro de Deus,Pela graça de Deus enviada,Andarei, com valor, para os Céus.CORO: Quero andar de valor em valorE seguir a Jesus, meu Senhor;Até que um dia receba no CéuA coroa que me dará Deus.2. De Deus, quero vestir a armadura,Pra lutar com coragem e valor.Pois aqui a peleja é dura,Contra as hostes do vil tentador.3. Em Jesus eu farei mil proezasNo combate da fé e do amor;Nele tenho vigor e destreza,Pra lutar e pra ser vencedor!4. Eu direi, ao findar esta liça:Combati o combate de amor;E coroa terei de justiçaQue no céu me dará o Senhor.Para que todos vejam como o rock e o satanismo estão interligados, leiam estes artigos:http://www.espada.eti.br/rock1.asphttp://www.espada.eti.br/raizrock.aspQue esta mensagem sirva de alerta para os que estão iludidos com o rock (ou não conhecem as suas sutilezas diabólicas).

  5. Ex-roqueiro, eu não sei se você percebeu, mas os endereço que você colocou também mostra como é falsa essa história de um "rock gospel" ou "rock cristão":"Os Frutos do Rock ReligiosoEsta é uma lista parcial do fruto maligno da música Rock religiosa. De modo algum é uma lista completa.Conformidade: Há uma clara pressão para a conformação com o mundo em vez da separação daquilo que não agrada a Deus. O Rock religioso é uma imitação barata do Rock secular. Esses roqueiros cristãos tocam no mesmo volume ensurdecedor que os seculares e criam em seus concertos a mesma atmosfera dos bares noturnos e das danceterias, com luzes coloridas, fumaça e outros efeitos especiais. Eles pouco percebem isso, mas identificando-se e imitando a cena secular do Rock, estão indiretamente dando sua aprovação a esse tipo de moralidade e de estilo de vida. Como resultado, são em um caminho de destruição para as outras pessoas. Nota: A razão pela qual a música Rock é tocada em volume tão alto é por que em níveis de decibéis muito elevados, a consciência e as inibições da pessoa são amortecidas. O indivíduo pode ser mais facilmente programado para aceitar os padrões de Satanás, em vez dos padrões de Deus.O que Deus diz sobre essa contemporização e comunhão com as trevas? Em 2 Coríntios 6:14-17 a Bíblia diz:"Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei; e eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-poderoso."Após ler isso, pode-se ver que apartar-se do mal não é a imitiação barata e a macaquice retratadas na cena do Rock religioso. Novamente, onde está o discernimento entre o bem e o mal dentro da igreja?Rock Secular: Outro fruto do Rock religioso é que ele leva seus seguidores de volta ao envolvimento com o Rock secular. Muitos jovens cristãos ouvem estações de rádio que transmitem Rock secular e possuem CDs de Rock secular além da coleção de CDs de Rock religioso. Como já foi mencionado, nos concertos de Rock cristão, algumas bandas tocam canções de grupos de Rock seculares para "aquecer" a audiência. Isso expõe os jovens cristãos a todo tipo de sujeira demoníaca e certamente os influencia de uma forma negativa. O perigo é que o Rock religioso leva as pessoas para longe de Deus, da santificação e do estilo de vida separado do mundo, exatamente como o Rock secular os leva para perto do Diabo. Deus diz claramente em Tiago 4:4:"Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus."http://www.espada.eti.br/rock1.aspAndré

  6. Para todos os colegas aqui. Todos podem comentar a matéria como acharem melhor. São todos pontos de vista. Júlio Severo respeita a todos. Eu mesmo sou fã rock, heavy metal, death metal, black metal. Ouço musicas clássicas e cristãs, mas não sei se realmente há um problema sério em ouvir estilos de música. Será que seremos julgados e distinguidos pertante Deus por que possuímos cd´s de música profana ou música gospel?Torno a repetir aqui: esses fatos, como os que ocorreram com a banda Pussy Riot, são sempre irônicos e se você usar um pouco a sua inteligência também poderá compreender essa situação como nada mais do que uma boa oportunidade para estabelecer um critério de distinção bem claro entre o que é sagrado e o que é profano. É fácil perceber, pela sequência de fatos que vem se desenrolando há algum tempo, na Rússia, por causa de Direitos dos Homossexuais, Direitos dos Abortistas, Direitos das Feministas, etc., que isso é só mais uma parte duma corrente que pretende cercar a tradição cristã, e enforcá-la. Talvez até exista dedo do próprio Vladimir Putin nisso. Tudo é possível. Afinal de contas Putin não engana ninguém, pois ele é comunista, foi da KGB, e os comunistas são todos contra o Cristianismo. O professor Olavo de Carvalho já salientou que o comunistas são muito habilidosos no que se trata de Lobby, e que geram muita confusão e depois tentam intervir nela como se fossem heróis. Esquerdistas fazem isso sempre. Mas, não adianta, quando Cristo declarou na Cruz para Deus perdoá-los, pois não sabem o que fazem, Ele ganhou o universo todo, como disse o professor Olavo, e ninguém pode contra ele. O Cristianismo é com certeza a coisa mais viva que existe na terra, e toda a hostilidade que existe contra Ele só faz tornar isso mais evidente. Mesmo as outras tradições religiosas, Islamismo, Budismo, Judaísmo, Taoísmo, Hinduísmo, não tem o alcance da presença de Jesus. Mesmo René Guénon, Fritjof Schuon e Coomaraswamy falando da unidade transcendente de religiões, ainda sim, o cristianismo será o mais perseguido por ser o que mais incomoda o mal. Cristo vence o mal por que veio para salvar pecadores, amou seus inimigos e os perdoou. Há um pouco de Cristo em cada pessoa que existe, e não tem como fazer guerra contra Cristo sem fazer guerra contra si mesmo, sem anular a si mesmo. Tentar aniquilar a Cristo é como fazer buraco na água.Eu curto Black Metal por dois motivos, primeiro, por gostar do estilo de som que tem, e o segundo, para perceber toda ironia e contradição de suas mensagens. Não há um único letrista de black metal que não seja auto contraditório, auto anulante. Não existe lirismo de black metal, heavy metal, rock, ou seja, não existe mensagem satânica que se mostre como algo melhor que o cristianismo, ou como um substituto para Ele. Leiam o conto A Igreja do Diabo, de Machado de Assis, leiam o livro: O Inferno de monsenhor de segur, Leiam o Inferno, de Dante Alighieri, Olavo de Carvalho, etc.

  7. Prezado Sombra e LuzVocê disse: "Será que seremos julgados e distinguidos pertante Deus por que possuímos cd´s de música profana ou música gospel? Torno a repetir aqui: esses fatos, como os que ocorreram com a banda Pussy Riot, são sempre irônicos".Eu não acho irônico o que essa banda fez. Quando se começa a tratar como sagrado um suposto direito de invadir igrejas e "protestar" insultando a Deus, o que há de irônico nisso?Profanação do nome de Deus não é cultura.Eu me oponho há muitos anos ao governo do PT. Fiz forte oposição ao governo Lula. Faço oposição ao governo da Dilma. Oponho-me também ao governo do PSDB, em São Paulo, que está avançando a agenda gay.Mas que sentido faria eu "protestar" contra Lula, Dilma ou Serra ou Obama ou Putin entrando numa igreja e zombando de Deus?Sei, pelo seu perfil, que você adora punk rock. Mas se acha que invadir igrejas e debochar de Deus é "protesto", você deveria incentivar essa banda russa, que até o nome é obsceno e imoral, a invadir uma mesquita.Olha, eu disse só invadir. Elas nem precisam debochar de Maomé. Só o simples ato de invadir uma mesquita lhes garantirá um linchamento sumário nas mãos dos muçulmanos.O caso dessa banda russa foi muito bem tratado por LifeSiteNews, o maior site pró-vida católico do mundo. Você está lendo o artigo deles aqui.Do lado evangélico, você tem este artigo: http://juliosevero.blogspot.com/2012/08/pussy-riot-russia-pune-vandalismo.htmlOs cristãos são bonzinhos demais. Por isso, viraram sacos de pancadas nos EUA, Brasil, etc.Contudo, mesmo que a banda russa não invadisse igrejas nem zombasse de Deus, preste muita atenção nas imoralidades públicas dessa banda. Suas integrantes realmente merecem cadeia, seja nos EUA, no Brasil ou na Rússia.

  8. Prezado Sr. Julio SeveroO senhor não entendeu minha intenção. Por irônico eu quis dizer: situação de disparidade existente entre a intenção e o resultado: quando o resultado de uma ação é contrário ao desejo ou efeito esperado.Passei a notícia para muitos amigos, conhecidos, pessoas do trabalho, pessoas da família, vizinhos, muita gente leu, e eu conferi, não posso conferir muita gente, claro, mas para as mais ou menos 40 pessoas que pude consultar pessoalmente, nenhuma achou nada bonito a atitude do Pussy Riot. Eu jamais incentivei coisas desse tipo, elas existem inevitavelmente e acredito que isso, por pior que seja, pode ser confrontado por pessoas competentes como o senhor mesmo, Olavo de Carvalho, Heitor de Paola, e muitos outros homens sábios que nos apresentam em primeira mão, e de maneira extremamente inteligente, responsável, como há um grande movimento anticristão crescendo desproporcionalmente no mundo, e como isso é perigoso. Porém, diferentemente de ti, não qualifiquei bandas punk, rock, etc., como cultura e muito menos como expressão cultural atos estúpidos dentro de igrejas. A minha posição é a de tirar um proveito disso para o bem. O filósofo e teólogo Søren Kierkegaard, da Dinamarca, escreveu no livro sobre O Desespero Humano, "Com efeito, a regra cristã quer que tudo, tudo, possa ser pretexto para edificar"Mesmo assim, eu assumo que isso tudo é meu ponto de vista. Eu respondo por isso. Eu jamais declarei que adoro bandas Punk Rock. Não deduza coisas erradas a meu respeito, pois você não conhece nem um pouco minha vida. Exatamente como você, sou pai de família. Minha filha tem 18 anos, está noiva, é uma excelente estudante, uma excelente dona de casa, e conheceu um excelente rapaz, cristão e honesto. Minha filha cresceu ao lado de seu pai, que sempre ouvia rock, punk, heavy metal, e, muito diferente do que você declara muitas vezes sobre esse assunto, jamais se tornou uma adolescente alienada, ou estúpida por estar exposta a isso, ela nem gosta de rock, e qual a razão? Por que eu e minha esposa, sempre envolvidos com leituras bíblicas, orações e freqüentando tanto a igreja Católica quanto a Evangélica(Brasil para Cristo), sempre tivemos responsabilidade com ela e com sua educação. Por mais que eu colecione discos e cd´s dessa porcariada toda desde os meus 16 anos, afinal de contas, somos humanos e podemos curtir besteiras também, eu sempre ilustrei para minha filha sobre o perigo da beatlemania, os horrores de Woodstock, das orgias estilo Rolling Stones, a revolta espiritual da cultura punk e heavy metal, pois tudo isso pode e deve servir como lição para não se fazer isso. O professor Olavo, meu professor, sempre nos ensinou a fortalecer a memória de nossa própria história de vida. O filósofo Eugen Rosenstock, muito cristão, escreveu que é pela presença do que é indevido e errado que podemos descobrir a origem do certo. Minha esposa já viveu no mundo do crime, com drogas e armas, e hoje ela tem isso muito bem guardado na memória, para apresentar como exemplo para ninguém seguir esse caminho. O próprio Olavo de Carvalho disse numa aula de psicologia que até os Campos de Concentração ajudam as pessoas a ficarem melhor, embora ele mesmo não deva sugerir que existam Campos de Concentração. Eu não posso prestar apoio a escândalos e profanações promovidos por bandas, mas isso pode ajudar a deixar claro em que pé as coisas estão. Alguma utilidade tem, senão nem você daria tanta importância. Nunca disse que profanar o nome de Deus é cultura, você é quem está dizendo.Também me oponho ao PT, Dilma, Agenda Gay, Aborto. Por mais que eu goste de bandas, eu sempre falo mal delas quando é necessário. Repito, a história do Black Metal na Noruega foi muito pior que isso, e nunca me incentivou a estar contra o cristianismo, e não mudou minha fé.

  9. Desde o primeiro momento que chegaram notícias desse crime cometido na Igreja Ortodoxo da Rússia, a minha sentença sempre foi: "Cana nessas vagabundas!"O apoio maiço da imprensa anti-cristã a essas imbecis é algo que nos serve para mostrar de forma patente qual é a agenda dessa imprensa suja. A agenda anti-cristã agora está às vistas de todos, de forma descarada, sem nenhuma máscara.O episódio também serviu para mostrar que a imprensa, principalmente a televisão, é mais nociva à mente do que as drogas.Anos atrás, nem mesmo um sujeito depois de usar um monte de droga acreditaria que essas "meninas" estavam protestando sem causar mal a ningúem.Hoje, se você for analisar as tais redes socias, esgotos a céu aberto no mundo da internet, você verá milhões de pessoas apoiando esse ataque contra os cristãos russos, tudo porque eles foram bombardeados pela imprensa e seguem, como cães de Pavlov, os mantras e comandos dessa imprensa esquerdista anti-cristã podre.A imprensa conseguu transformar milhões de pessoas em zumbis.Nem mesmo o crack consegue produzir um efeito tão devastador na mente do ser humano.Isso tudo vem logo depois do mega apoio que a imprensa vem dando aos terroristas islamistas salafistas e wahabistas que estão matando a rodo na Síria, depois de terem tornado a Líbia um amontoado de destroços.Na Líbia, dos poucos cristãos que existiam no país, muitos foram mortos por ódio religioso, igrejas foram destruídas e profanadas, tudo para "a alegria de Allah" e para a alegria dos sentimentos anti-cristãos da elite ocidental socialista fabiana.Na Síria os milhões de cristãos estão ameaçados de genocídio caso esse psicopatas obtenham o poder.Por um lado estou contente, porque a segunda década do século 21 finalmente fez vir à luz todo o ódio anti-cristão da imprensa dita "livre, democrática e liberal", de forma cabal, sem nenhuma máscara, mostrando toda a sua baixeza.Agora só não vê quem não quiser, ou quem tiver tido sua mente escravizada pela imprensa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s