Líderes pró-família protestam contra apoio do governo dos EUA à parada gay na capital da República Checa

Líderes pró-família protestam contra apoio do governo dos EUA à parada gay na capital da República Checa

Julio Severo
O governo de Obama é, patentemente, o governo mais pró-homossexualismo da história mundial. Desde dezembro de 2011, as embaixadas e consulados dos EUA estão sob ordens de seu governo de dar apoio prioritário aos supremacistas gays.
Sob tal orientação, embaixadores americanos estão participando de paradas gays em países que não têm a força dos russos para repelir a intromissão americana em assuntos internos de suas sociedades.
É o caso da República Checa. O embaixador dos EUA neste país anunciou ao mundo que irá participar da parada gay na capital, a cidade de Praga, em 18 de agosto.
Alguns dos membros do Congresso Mundial de Famílias

Mas os maiores líderes pró-família do mundo, muitos dos quais são meus amigos, assinaram um manifesto de apoio ao povo checo contra a agressão do embaixador dos EUA. A seguir, o manifesto completo:

Carta de Líderes Pró-Família do Mundo Inteiro em Protesto contra a Participação da Embaixada dos EUA em Praga na Parada do “Orgulho Gay”

Iniciada pelo Congresso Mundial de Famílias
Nós os signatários, que somos líderes pró-família e pró-vida, protestamos vigorosamente contra a participação da Embaixada dos Estados Unidos na República Checa numa tão chamada parada de orgulho gay que ocorrerá em 18 de agosto.
Como representantes do movimento pró-família internacional, observamos o seguinte:
Sob ordem oficial do presidente dos Estados Unidos, o governo americano está agressivamente promovendo a agenda gay internacionalmente, inclusive o “casamento” de mesmo sexo e a estigmatização e marginalização de todas as pessoas que fazem objeção a essa agenda.
O povo americano na sua maioria esmagadora rejeita o “casamento” de mesmo sexo adotado pelo governo de Obama. Já houve referendos em 32 estados sobre o casamento. Em cada um deles, os eleitores apoiaram a definição natural de casamento (um homem e uma mulher). A votação na Carolina do Norte, em 8 de maioria, foi 61% a favor do casamento natural.
A ONU nunca confirmou “casamento” ou direitos homossexuais.
A Declaração Universal dos Direitos Humanos da ONU (adotada pela Assembleia Geral em 10 de dezembro de 1948) estipula que “Homens e mulheres adultos, sem nenhuma limitação devido à raça, nacionalidade ou religião, têm o direito de se casar e constituir uma família”.
Artigo 16, Seção 3 da Declaração define a família como “a unidade natural e fundamental da sociedade” que “tem o direito à proteção da sociedade e do Estado”.
É evidente então que qualquer coisa que mine a família — inclusive mudar a definição do casamento — é uma violação da responsabilidade do Estado para proteger essa instituição indispensável que precede o governo e torna possível uma sociedade estável e livre.
A Declaração de Madri do Congresso Mundial de Famílias VI (25-27 de maio, 2012) — que foi adotada unanimemente por mais de 3.200 delegados de 72 países — estipula, em parte: “Afirmamos que a família natural é a união de um homem e uma mulher por meio do casamento para compartilhar amor e alegria, propagar filhos, prover-lhes educação moral, construir uma vital economia doméstica, oferecer segurança em tempos de aflição e unir gerações”.
Com relação aos “direitos gays”, aqueles que foram apanhados nesse estilo de vida têm os mesmos direitos que outros cidadãos. Isso não inclui o “direito” de forçar outros a legalizar um estilo de vida que acham repugnante, por razões religiosas ou outros motivos. Isso também não inclui o direito de homens se casarem com homens e mulheres se casarem com mulheres.
Os pseudodireitos citados acima não avançam a liberdade e a dignidade humana, mas as rebaixam.
Não podemos imaginar uma forma pior de imperialismo cultural do que o governo dos EUA tentando forçar que sociedades com valores tradicionais aprovem a agenda gay.
Em conclusão, elogiamos Michael Semin, presidente de Akce Dost, e outros líderes pró-vida e pró-família checos, por sua defesa sólida da família natural.
Signatários:
1. Allan C. Carlson, fundador e secretário internacional do Congresso Mundial de Famílias.
2. Lawrence Jacobs, diretor-executivo do Congresso Mundial de Famílias.
3. Don Feder, diretor de comunicação do Congresso Mundial de Famílias.
4. Brent Bozell, presidente, For America.
5. Scott Lively, presidente, Defend the Family International
6. Richard A. Viguerie, presidente, ConservativeHQ.com
7. Silvio Dalla Valle, diretor-executivo, Luci sull’Est – Associazione per la Difesa dei Valori Cristiani (Itália)
8. Alexey Komov, representante do Congresso Mundial de Famílias na Rússia e CEI.
9. Margaret H. Hartshorn, presidente de Heartbeat International.
10. Carol Soelberg, presidente de United Families International
11. Christopher Carmouche, diretor executivo de GrassTopsUSA
12. Patricia McEwen, diretora, Life Coalition International
13. Denise F. Cocciolone, presidente de National Life Center, Inc.
14. C. Gwendolyn Landolt, vice-presidente, REAL Women do Canadá.
15. Paige Patterson, presidente, Seminário Teológico Batista do Sul, ex-presidente da Convenção Batista do Sul dos EUA.
16. Benjamin W. Bull, assessor jurídico do Fundo de Defesa Aliança.
17. Piero A. Tozzi, assessor jurídico do Fundo de Defesa Aliança.
18. Roger Kiska, assessor jurídico do Fundo de Defesa Aliança.
19. Edmund Adamus, diretor de casamento e vida familiar, diocese de Westminster (Inglaterra)
20 Christine de Marcellus Vollmer, presidente, Aliança Latinoamericana pela Família.
21. Linda Harvey, Mission America
22. Arthur Goldberg, co-director, Judeus Oferecendo Novas Alternativas para Cura.
23 David Kupelian, vice-presidente e editor-geral de WorldNetDaily
24. Coach Dave Daubenmire, de Pass The Salt Ministries
25 Dr. Peter Costea, president de Aliança das Famílias da Romênia.
26. Rev. Dave Welch, diretor-executivo do Conselho de Pastores dos EUA.
27 Dr. Jim Garlow, presidente, Renewing American Leadership.
28 Dra. Janice Shaw Crouse, diretora do Instituto Beverly LaHaye Institute, Concerned Women for America.
29. Ted Baehr, Comissão de Televisão e Filmes Cristãos.
30. Steven Mosher, presidente do Instituto de Pesquisa de População.
31. Louise Kirk, coordenador de Alive to the World, Inglaterra.
32. Sharon Slater, presidente de Family Watch International.
33. Ignacio Arsuaga – HazteOir.org (Espanha).
34. Peter LaBarbera, Americanos em Prol da Verdade sobre a Homossexualidade.
35. Brian Burch, presidente de CathoilcVote.org
36. Tim Wildmon, presidente de Associação Americana da Família.
37. C. Preston Noell III, presidente de Tradição, Família e Propriedade nos EUA.
37 Pe. Frank Pavone, presidente de Padres pela Vida.
38. Michael van der Mast, Clamor pela Vida (Holanda).
39. Julio Severo, escritor (Brasil).
40 Igor Beloborodov, coordenador internacional da Campanha Internacional em Defesa da Vida e da Família Natural (Rússia).
41. Dran Reese, diretor de The Salt And Light Council.
42 Babette Francis, coordenadora de Endeavour Forum Inc. (Austrália).
43. Farooq Hassan, Fórum da Família Paquistanesa.
44. Rebekah Ali-Gouveia, Centro Elpis (Trinidad), coordenadora do Congresso Mundial de Famílias no Caribe.
45. David Crowe, presidente de Restore America.
46. Matthew Staver, deão da Escola de Direito da Universidade Liberty, presidente do Liberty Counsel.
47. Bryan & Camille Seltzer, diretor da Associação de Imprensa Internacional, IPAnews.com
48. Andy Ramirez, Answers in Genesis.
49. Peter Westmore, presidente do Conselho Cívico Nacional, Austrália.
50. William J. Murray, presidente da Coalizão de Liberdade Religiosa.
51 Mario Romo, diretor de Red Familia, México.
52 David Carroll, “Restorer of Values”.
53. Rabino Yehuda Levin, porta-voz da Aliança Rabínica dos EUA (que representa 1.200 rabinos ortodoxos nos EUA e Canadá).
54. Dra. Ligaya A. Acosta, diretora executiva de Human Life International-ÁSIA/OCEÂNIA (Filipinas).
55. Theresa Okafor, Fundação para a Herança Cultural Africana (Nigéria).
56 Evert-Jan Brouwer, assessor político (Holanda).
57. Sarah Flood-Beaubrun, fundadora do Centro Caribenho de Direitos Humanos e Família (CARIFAM), Santa Lúcia.
58. Capelão Gordon James Klingenschmitt, Projeto Ore no Nome de Jesus.
59. Bill Donohue, presidente da Liga Católica de Direitos Religiosos e Civis.
60. Pastor Rick Scarborough, presidente de Vision America.
61. Tom DeLay, ex-presidente da Câmara dos Deputados dos EUA.
62. Brian Camenker, presidente da Coalizão dos Direitos dos Pais.
63. Andrea Williams, presidente de Christian Concern e Christian Legal Centre (Inglaterra).
64. Pastor Ade Omooba, co-fundador e diretor de Christian Concern (Inglaterra).
65. Rachel Wagstaff, Christian Concern (Inglaterra).
66. Andrew Marsh, Christian Concern (Inglaterra).
67. Libby Blaxall, Christian Legal Centre (Inglaterra).
68. Chloe Butler, Paul Huxley, Christian Concern (Inglaterra).
69. Kizzy Donaldson, Christian Concern (Inglaterra).
70. Peter Norris, Christian Concern (Inglaterra).
71. Suvreet Bagga, Christian Concern (Inglaterra).
72. Fred Williams, Christian Concern (Inglaterra).
73. Michaela Optiz, Christian Concern (Inglaterra).
74. Pollyanna Hollebon, Christian Concern (Inglaterra).
75. Dra. Judith Gelernter Reisman, professora visitante da Escola de Direito da Universidade Liberty.
76. Alicia Latorre, presidente da Federação Espanhola de Associações Pró-Vida.
77. Kris Mineau, presidente do Instituto de Família de Massachusetts.
78. Rabino Daniel Lapin, Aliança Americana de Judeus e Cristãos.
79. John Smeaton,  presidente da Sociedade para a Proteção das Crianças em Gestação, Inglaterra.
80. Niall  Kennedy, presidente do Conselho Internacional de Homens Católicos (Unum Omnes).
81. Tom Shields, presidente da Coalizão de Casamento e Família, EUA.
82 Neydy Casillas, assessor jurídico, Mujer para la Mujer A.C. (México).
83. Dr.Thomas Ward, vice-presidente e Fundador da Associação Nacional de Famílias Católicas (Inglaterra) e membro da Pontifícia Academia da Vida. 
84. Dr. Russell J. Hilsinger, III, pastor da Igreja Batista da Graça, Dallas, Oregon, EUA.
85, Luis Tejedor, coordenador de jovens, HazteOir.org (Espanha).
86 Matt Barber, vice-presidente do Liberty Counsel Action, EUA.
87. Dra. Janet M. LaRue, EUA.
88. Philip A. Moran, diretor-executivo da Associação Tradição, Família e Propriedade da Inglaterra.
89. Michael J. McManus, presidente do Marriage Savers, EUA.
90. Paul Herzog von Oldenburg, diretor da Fédération Pro Europa Christiana, (Bruxela).
91. Dr. Jean Garton, fundadora e presidente emerita Luteranos pela Vida, EUA.
92. Robert Knight, escritor e colunista.
93. Vakhtang Kipshidze, Departamento de Relações Exteriores da Igreja Ortodoxa Russa.
94. Pavel Parfentiev, presidente da ONG Direitos da Família (Rússia).
95. Tom Hardy, ex-diretor da Academia Mariamante e Academia Misericórdia.
96. Rev. Louis P Sheldon, fundador da Coalizão de Valores Tradicionais, EUA.
97. Andrea Lafferty, presidente da Coalizão de Valores Tradicionais, EUA.
98. Joseph Meaney, secretário internacional de Human Life International.
Para acessar o manifesto original em inglês, clique aqui.           

3 comentários sobre “Líderes pró-família protestam contra apoio do governo dos EUA à parada gay na capital da República Checa

  1. Parabéns a todos líderes Pró- família e Pró- vida do mundo inteiro são a favor da família natural da união de "HOMEM & MULHER" e contra ao aborto e assassinatos de fetos em gestação. Contra o governo atual na batuta de Obama que agora se revelou quem é um declarado a favor da legalização do casamento gay e políticas a favor da causas dos mesmos não só nos Eua mais para o mundo todo.Ester!!!!!

  2. Brasília-DF, 10/08/12Parabéns a todos que valorizam, defendem e promovem a vida e a família.Que Deus abençoe a todos os PAIS e MÃES DE FAMÍLIA do mundo inteiro!O próprio Cristo fala de Pai de Família… (Quando o pai de família se levantar e cerrar a porta,…) Lucas 13, 25) Um abraço,José de Anchieta

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s